Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Viver com diabetes

Viver com diabetes

Categoria: Saúde
Comentários: 1
Viver com diabetes

O pâncreas humano, entre outras funções, é responsável pela produção de insulina, hormona essencial para a degradação das moléculas de açúcar que ingerimos. Exerce funções essencialmente no fígado, promovendo o armazenamento de diferentes moléculas provenientes da degradação dos alimentos. Quando sucede um decréscimo na produção de insulina, o nível de açúcar no sangue aumenta, podendo originar problemas de diversas ordens ao organismo.

A diabetes é uma doença hereditária, mas ainda se desconhece a intensidade com que é transmitida. Ainda não foi descoberta uma cura para esta doença, mas com os tratamentos actuais e vigilância, o doente diabético pode ter uma vida normal.

Uma forma de prevenir o aparecimento desta doença ou, no caso de esta já se ter manifestado, reduzir os seus efeitos, é seguir estes quatro pontos de intervenção:

- Promover uma alimentação equilibrada e nutritiva, na qual se deve reduzir a ingestão de açúcar (glucose), bolos, refrigerantes e outras guloseimas. Para além disso, deve procurar fazer seis refeições ao longo do dia;

- Devem procurar realizar exercício físico regularmente. A sua prática é fundamental para a prevenção e tratamento da doença;

- Muitos dos doentes, não conseguem a compensação da doença através destas medidas, tendo de ser medicados com insulina (designa-se por Diabetes do tipo I) ou com comprimidos hipoglicemiantes ou antidiabéticos (Diabetes do tipo II);

- Todos os doentes devem ser ensinados e treinados, de modo a terem consciência das medidas terapêuticas e da vigilância necessárias. Deve, ainda, ser alertado para as complicações que pode vir a sofrer.

Uma alteração excessiva dos níveis de glucose no sangue, pode dar origem a hipoglicémia ou hiperglicémia, consoante se verifique uma quebra ou aumento de glucose, respectivamente. Entre estes dois casos, a hipoglicémia é o caso mais preocupante e frequente, por ser de instalação súbita. A vítima queixa-se de mal estar, tonturas, fraqueza e membros trémulos. Pode ainda apresentar palidez, transpirar, estar confuso ou com um comportamento agressivo. Em alguns casos, pode ocorrer perda de consciência. Eis o que deve fazer se se deparar com uma caso destes:

1 – Se a vítima se encontrar consciente, dê-lhe uma bebida doce ou um pacote de açúcar. se o estado dela permitir, dê-lhe um bolo ou uma sanduíche, de forma a elevar o nível de açúcar no sangue. Em princípio, a vítima recompor-se-á rapidamente, o que não dispensa a consulta de um médico;

2 – No caso de a vítima se encontrar inconsciente, deite-a em posição lateral de segurança, faça uma papa de açúcar e esfregue-a no interior da bochecha. Peça auxílio, chamando uma ambulância.



Cláudia Bandeira

Título: Viver com diabetes

Autor: Cláudia Bandeira (todos os textos)

Visitas: 0

687 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoDaniela Vicente

    13-09-2012 às 16:18:22

    a diabetes é uma doença que no caso das senhoras pode mesmo vitimar. surgia por volta dos 65-70 anos. a diabetes tipo I surge no início da vida e a diabetes tipo II está relacionado com a nossa vida: sedentarismo, alimentação pouco saudável. quando há dificuldade doa açúcar entre nas células começa a haver muito açúcar em circulação. este é um sinal da diabetes. a diabetes é silenciosa. a pessoa não vê grandes alterações.

    ¬ Responder

Comentários - Viver com diabetes

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Fine and Mellow

Ler próximo texto...

Tema: Música
Fine and Mellow\"Rua
"O amor é como uma torneira
Que você abre e fecha
Às vezes quando você pensa que ela está aberta, querido
Ela se fechou e se foi"
(Fine and Melow by Billie Holiday)

Ao assistir a Bio de Billie Holiday, ocorreu-me a questão Bluesingers x feminismo, pois quem ouve Blues, especialmente as mais antigas, as damas dos anos 10, 20, 30, 40, 50, há de pensar que eram mulheres submissas ao machismo e maldade de seus homens. Mas, as cantoras de Blues, eram mulheres extremamente independentes; embora cantassem seus problemas, elas não eram submissas a ponto de serem ultrajadas, espancadas... Eram submissas, sim, ao amor, ao bom trato... Essas mulheres, durante muito tempo, tiveram de se virar sozinhas e sempre que era necessário, ficavam sós ou mudavam de parceiros ou assumiam sua bissexualidade ou homossexualidade efetiva. Estas senhoras, muitas trabalharam como prostitutas, eram viciadas em drogas ou viviam boa parte entregues ao álcool, merecem todo nosso respeito. Além de serem precursoras do feminismo, pois romperam barreiras em tempos bem difíceis, amargavam sua solidão motivadas pelo preconceito em relação a cor de sua pele, como aconteceu a Lady Day quê, quando tocava com Artie Shaw, teve que esperar muitas vezes dentro do ônibus, enquanto uma cantora branca cantava os arranjos que haviam sido feitos especialmente para ela, Bilie Holiday. Foram humilhadas, mas, nunca servis; lutaram com garra e competência, eram mulheres de fibra e cheias de muito amor. Ouvir Billie cantar Strange Fruit, uma das primeiras canções de protestos, sem medo, apenas com dor na alma, é demais para quem tem sentimentos. O brilho nos olhos de Billie, fosse quando cantava sobre dor de amor ou sobre dor da dor, é insubstituível. Viva elas, nossas Divas do Blues, viva Billie Holiday, aquela que quando canta parte o coração da gente; linda, magnifica, incomparável, Lady Day.

O amor vai fazer você beber e cair
Vai fazer você ficar a noite toda se repetindo

O amor vai fazer você fazer coisas
Que você sabe que são erradas

Mas, se você me tratar bem, querido
Eu estarei em casa todos os dias

Mas, se você continuar a ser tão mau pra mim, querido
Eu sei que você vai acabar comigo

Pesquisar mais textos:

Sayonara Melo

Título:Fine and Mellow

Autor:Sayonara Melo(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios