Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Viagens > lhas Fiji, uma viagem de sonho

lhas Fiji, uma viagem de sonho

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Viagens
Comentários: 1
lhas Fiji, uma viagem de sonho

Localizadas precisamente nos antípodas de Portugal, as ilhas Fiji constituem um arquipélago composto por cerca de 300 ilhas e ilhéus, entre uma imensidão de atóis de corais. As águas de um azul limpidíssimo e estonteante escondem, imediatamente abaixo da linha de água, um cenário de cortar a respiração: corais multicoloridos são atravessados e povoados por vegetação exuberante e peixes garridos que, impassíveis, prosseguem o seu caminho em grandes cardumes. É, aliás, por esta razão, que o território subaquático das Fiji é o preferido dos mergulhadores, que aqui se deliciam com a profusão de vida marinha.

Antes de embarcar para este paraíso do outro (lado do) mundo, saiba que as Fiji foram visitadas pela primeira vez pelo explorador holandês Abel Tasman, em 1643; mais tarde, em 1774 receberam a visita do Capitão Cook, mas só em 1792 é que a exploração das ilhas se verificou, de facto. Baleeiros e madeireiros (em busca do sândalo, uma madeira exótica), começaram a instalar-se e a desenvolver os seus negócios, num clima pouco amistoso por parte dos nativos, que, à época, eram canibais. A introdução de armas nas ilhas desenvolveu um clima de grande instabilidade que levou a Inglaterra a intervir e a adotar como sua colónia as ilhas Fiji, entre 1874 e 1970. A imigração de trabalhadores indianos, trazidos para as explorações de cana-de-açúcar, provocou conflitos raciais que foram controlados pelo governo britânico. No entanto, as diferenças ainda se mantêm nos dias de hoje e sucessivos governos foram já derrubados.

Não obstante, saiba que o turismo é uma das principais fontes de riqueza deste país que prima pela hospitalidade e simpatia. Os resorts mais procurados são, muitas vezes, os mais modestos e pode, inclusivamente, ficar alojado num belíssimo bungalow, inscrito numa orla de vegetação verdejante que conduz à praia, por exemplo. Pode optar por fazer trekking através das densas florestas, inscrever-se em atividades como golfe, pesca ou jet-ski e praticar mergulho.

Para se deslocar ao céu na terra (literalmente), pode apanhar um voo para Londres e, aí, tomar o avião para as Fiji. Conte com cerca de 25 horas de voo e 2500 € para pagar um pacote que inclui cerca de uma semana e meia de estadia em regime de meia-pensão e, claro, a viagem propriamente dita. Pode comunicar em inglês, mas tenha cuidado com o consumo de água, que deve ser exclusivamente engarrafada.

Isabel Rodrigues

Título: lhas Fiji, uma viagem de sonho

Autor: Isabel Rodrigues (todos os textos)

Visitas: 0

660 

Imagem por: g-hat

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • SophiaSophia

    14-06-2014 às 21:07:56

    As ilhas Fiji é um bom destino de viagem. Com a sua encantadora beleza, areia, praia, sol, águas limpas e cristalinas, podemos apreciar momentos de muito relaxamento e diversão.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - lhas Fiji, uma viagem de sonho

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Informática
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?\"Rua
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Bom, Não é de hoje que tecnologia vem surpreendendo a todos nós com grandes revoluções e os custos que diminuem cada vez mais.
Hoje em dia é comum ver crianças com smarthphones com tecnologia que a 10 anos atrás nem o celular mais moderno e caro do mercado tinha.
Com isso surgiram sugiram vários profetas da tecnologia e visionários, tentando prever qual será o próximo passo.

E os filmes retratam bem esse tema e usam essa formula que atrai a curiosidade das pessoas.
Exemplos:

Minority report - A nova lei de 2002 (Imagem)

Transcendence de 2014

Em Transcendence um tema mais conspiratório, onde um ser humano transcende a uma consciência artificial e assim se torna imortal e com infinita capacidade de aprendizagem.
Vale a pena ver tanto um quanto o outro filme. Algumas tecnologias de Minority Report, como utilizar computadores com as mãos (caso do kinect do Xbox 360 e One) e carros dirigidos automaticamente, já parecem bem mais próximo do que as tecnologias vistas em Transcendence, pois o foco principal do mesmo ainda é um tema que a humanidade engatinha, que é o cérebro humano, a máquina mais complexa conhecida até o momento.

Eu particularmente, acredito que em alguns anos teremos realmente, carros pilotados automaticamente, devido ao investimento de gigantes como o Google e o Baidu nessa tecnologia.

Também acho que o inicio da colonização de Marte, vai trazer grandes conquistas para humanidade, porém grandes desafios, desafios esses que vão nos obrigar a evoluir rapidamente nossa tecnologia e nossa forma de encarar a exploração espacial, não como um gasto, mas sim como um investimento necessário a toda humanidade e a perpetuação da sua existência.

A única salvação verdadeira para humanidade e para o planeta terra, é que seja possível o ser humano habitar outros planetas, seja localizando planetas parecidos com a terra ou mudando planetas sem condições para a vida em planetas habitáveis e isso só será possível com gente morando nesses planetas, como será o caso do Marte. O ser humano com a sua engenhosidade, aprendeu a mudar o ambiente a sua volta e assim deixou de ser nômade e da mesma forma teremos que aprender a mudar os mundos, sistemas, galáxias e o universo a nossa volta.

Espero que tenham gostado do meu primeiro texto.
Obrigado à todos!
Até a Próxima!


Pesquisar mais textos:

Érico da Silva Kaercher

Título:Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Autor:Érico da Kaercher(todos os textos)

Imagem por: g-hat

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios