Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > Multiplicação celular

Multiplicação celular

Categoria: Outros
Visitas: 375
Comentários: 1
Multiplicação celular

As nossas células sofrem dois tipos de divisão celular. Por isso ouvimos constantemente dizer:"tal mãe, tal filha", mas, cada organismo celular começou com uma unica célula.
Na verdade, todos os organismos sofrem divisão celular, ou seja, os seres humanos e todos os outros organismos multicelulares, que são mais complexos.

Consoante o tipo de células que temos, elas sofrem sempre os dois tipos de divisão celular, chamada meiose e mitose. Ambos são processos complexos e multietapas, que ocorrem muito rápido.

Para se reproduzirem sexuadamente, os corpos criam células sexuais, gâmetas, que contêm 23 cromossomas, considerados um unico conjunto. Estas durante a reprodução fundem-se para formar uma célula chamada diplóide, com 46 cromossomas.

A mitose produz duas células haplóides idênticas, processo de reprodução diferente, assexuada, que constitui um programa de manutensão.´

O corpo humano sofre mitose, constantemente, e conforme as células morrem são substituídas. Cada ser humano tem 50 a 75 biliões de células, de cerca de 200 tipos diferentes.

Os tumorespodem ser de dois tipos, malignos e benignos, e resultam do anormal crescimento das células.

O nucleo das células contêm material que diz a estas quando devem crescer,para haver um equilibrio entre ambas, mas por vezes as células recebem a mensagem para crescerem e se dividirem. Este oposto, provoca um desequlibrio, um problema na programação. Éassim que se formam as mutações genéticas, que podem ser causadas por tudo, em especial fatores ambientais ou vírus.

No caso dos tumores malignos, as células não morrem como as normais e, em vez disso multiplicam-se indefinidamente, causando quase sempre a morte.

Na mitose há um processo em que a célula passa por várias fases, interfase, anafase,
profase, metafase e telofase. esta é á fase final desde o o momento em que a célula cresce até que se divide.

O outro processo, chamado meiose, é a criação de células sexuais, necessárias à reprodução. Assim, esta começa com uma célula diplóide formando uma cadeia de ADN que se replica e devide. Os cromossomas juntam-se à sua cadeia correspondente e os enzimas removem partes de ADN de cada gene, que são trocados entre cromossomas, antes de se reemparelharem.

Passam ainda pela metafase, anafase, telofase e células- filhas. As duas células filhas passam por todo o processo novamente, acabando por formar quatro células-filhas com 23 cromossomas. è, pos um processo em cadeia.

A fim de se evitarem fatores desencadeantes da multiplicação das células, o melhor é evitar vírus, contágios e problemas desnecessários.


Pedro gil Ferreira

Título: Multiplicação celular

Autor: Pedro gil Ferreira (todos os textos)

Visitas: 375

791 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

Comentários - Multiplicação celular

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

A arte de trabalhar a madeira

Ler próximo texto...

Tema: Serviços Construção
A arte de trabalhar a madeira\"Rua
A carpintaria constitui, digamos assim, a arte de trabalhar a madeira. É claro que, de acordo com o produto final, se percebe bem que uns carpinteiros são mais artistas do que outros…

Às vezes nem se trata tanto dos pormenores, mas mesmo de desvirtuar o que era a ideia inicial e constava da encomenda. Mal comparado, quase se assemelha à situação daquela aspirante a costureira que pretendia fazer uma camisola para o marido e, no fim, saíram umas calças!

Na construção civil, a madeira é utilizada para diversos fins, temporários ou definitivos. Na forma vitalícia (esperam os clientes!) incluem-se estruturas de cobertura, esquadrias (portas e janelas), forros, pisos e edifícios pré-fabricados.

Quase todos os tipos de madeira podem ser empregues na fabricação de móveis, mas alguns são preferidos pela sua beleza, durabilidade e utilidade. É conveniente conhecer as características básicas de todas as madeiras, como a solidez, a textura e a côr.

Ser capaz de identificar o género de madeira usado na mobília lá de casa pode ajudar a determinar o seu real valor. Imagine-se a possibilidade de uma cómoda velha, que estava prestes a engrossar o entulho para a recolha de lixo, ter sido feita com o que hoje se considera uma madeira rara.

É praticamente equivalente a um bilhete premiado do Euromilhões, dado que se possui uma autêntica relíquia! Nestes casos, a carpintaria entra na área do restauro e da recuperação. Afinal, nem tudo o que é velho se deita fora…

Por outro lado, as madeiras com textura mais fraca são frequentemente manchadas para ganhar personalidade. Aqui há que remover completamente o acabamento para se confirmar a verdadeira natureza da madeira.

É assim também com muita gente: tirando a capa, mostram-se autenticamente. Mas destes, nem um artificie com “bicho-carpinteiro” consegue fazer nada…!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:A arte de trabalhar a madeira

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    23-09-2014 às 13:23:35

    Uma excelente técnica que penso ser muito bonito e sofisticado. A arte de trabalhar madeira está sempre em desenvolvimento e crescimento.

    ¬ Responder
  • Rua DireitaRua Direita

    01-06-2014 às 05:18:46

    É ótimo o trabalho com a madeira. Pode-se perceber grandes obras que se faz com ela. Realmente, é uma verdadeira arte!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios