Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > Tabuada de multiplicação

Tabuada de multiplicação

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Outros
Visitas: 32
Comentários: 23
Tabuada de multiplicação

É um facto que precisamos tanto dos números, como precisamos da linguagem e de uma consciência histórica mundial, para sabermos quem somos e qual é a nossa identidade. Desde os primórdios da humanidade, os homens já encontravam formas de contagem, de separação e de ordenação de objetos. Os números fazem parte da nossa história e a tabuada de multiplicar faz parte do nosso dia a dia, contribuindo e enriquecendo nosso meio de sobrevivência a partir do momento em que conseguimos interagir com as histórias matemáticas que se apresentam a nós a todo instante e solucioná-las eficazmente. Desde pequenos na escola nos deparamos com a interação necessária com os números.

Eles cercam a nossa vida independente de fazerem parte de uma disciplina específica ou não. Na escola vemos e lidamos com os números diretamente na área da lógica, nas disciplinas de matemática, física e química. Mas na vida eles norteiam o nosso dia a dia e são fundamentais, não só nas ciências exatas, como nas humanas. Eles pertencem ao tempo e ao homem. Dependemos dos números para tudo. Para determinar quantidades, para entender e compreender o conceito de tempo, para localizar a posição de objetivos, para multiplicar valores e dividir esperanças, para sobreviver diante de um mundo capitalista e consumista.

Aos valores monetários, assim como às definições concretas e abstratas de contagem devemos nossa sobrevivência. Os números estão diretamente ligados ao modo como vemos o mundo, como interagimos com ele, como sobrevivemos e como comunicamos. Os números são imprescindíveis. Quem não lembra das tabuadas de multiplicar, aprendidas na escola dos antigos, com sabatinas quase musicais das multiplicações memorizadas e na escola dos jovens com abstrações lógicas e cálculos mentais?

A tabuada foi criada pelo homem para suprir a necessidade de representar por meio de tabelas a definição de um produto adquirido através de dois números naturais, gerando um terceiro, denominado produto. Existem alguns tipos de tabuadas de multiplicar. Um deles é a tabuada de multiplicação tradicionalmente conhecida pelas repetições e memorizações de antigamente. Decorava-se o produto de números entre 1 e 10 por sucessivos números entre 1 e 10. Hoje fala-se mais em tabela de multiplicação por coordenadas cartesianas.

A certeza da educação atual, destacando a área do conhecimento matemático, mais especificamente a tabuada de multiplicação, é a importância de se aprender os fatos e o processo de multiplicação para após partir para a memorização que é sim necessária, para facilitar a resolução de problemas e realizar cálculos mentais com maior facilidade, em menos tempo e com mais eficácia. O que é fato no conhecimento matemático de hoje é que o ensino de apenas memorizar ou decorar as tabelas não é satisfatório e apenas superficial. É importante que a criança no seu processo ensino/aprendizagem individual, entenda o raciocínio multiplicativo. Depois de entendê-lo, o caminho é a automatização e a interiorização do apreendido.

É importante lembrar também que a tabuada de multiplicar está diretamente ligada à tabuada de somar, ou seja, ao processo de adição. Então é lógico que esse ensino deve co-relacionar as tabuadas e as operações, pois uma depende da outra. A escola como fonte de construção de conhecimento deve proporcionar ao educando situações em que ele possa buscar resolvê-las, ampliando o seu conhecimento através da interação entre os conhecimentos já adquiridos e os que ainda vai construir no futuro.


Rosana Fernandes

Título: Tabuada de multiplicação

Autor: Rosana Fernandes (todos os textos)

Visitas: 32

766 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 23 )    recentes

  • SophiaSophia

    20-05-2014 às 21:11:44

    Que belíssimo texto sobre tabuada de multiplicação. Lembro-me até hoje das palmadas para decorar a tabuada e que me fizeram aprender, mas não gosto muito de números!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãoguiulia

    17-10-2012 às 21:23:50

    eu queria tabuada do 11 ao 21 então que essa tabuada é muito idiota

    ¬ Responder
  • Carla HortaCarla Horta

    16-09-2012 às 14:00:45

    Muitos pais deparam-se com crianças que não conseguem assimilar a tabuada. um truque há muito utilizado repeti-la como uma lenga-lenga, ou seja de forma melódica. Assim a tarefa já não vai ser tão difícil e em pouco tempo a tabuada está decorada.

    ¬ Responder
  • Lulu

    06-08-2012 às 18:06:21

    Legal, achei muito legal.Tabuada não é nehum babosera som pos burro.E pos priguisosos.Legalll.

    ¬ Responder
  • JanainaJanaina

    10-03-2012 às 00:21:18

    Muito Legal !

    ¬ Responder
  • ´Hércules Hulio´Hércules Hulio

    16-02-2012 às 18:30:22

    esta coisas si ñ presta

    ¬ Responder
  • Marcos IserMarcos Iser

    15-11-2011 às 16:58:20

    Ola agostaria de saber onde comprar esta tabela de tabuada igual a da foto do blog....obrigado....

    ¬ Responder
  • julianajuliana

    24-09-2011 às 01:27:44

    ruim de mais se eu pressisar eu compro uma tabuada

    ¬ Responder
  • katiellykatielly

    28-06-2011 às 00:41:46

    eu acho qe muitas coisas a crianças devem ser ensinadas devagar ...por mim este testo foi nesinado muitas coisas e muito rapidop se fosse pra mim dar nota daria um 9

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoDenise

    07-06-2011 às 04:23:38

    É falou demais... não tive paciência para ler pois não me chamou a atenção!
    Gostaria de objetivos claros e precisos com relação à multiplicação.

    ¬ Responder
  • uilmauilma

    07-06-2011 às 01:49:36

    Oi!tudo bem!? como faço para adiquirir essa tabuada que apareçe la em cima?exelente ideia,aguardo rsposta bjs...

    ¬ Responder
  • RebecaRebeca

    17-03-2011 às 23:42:15

    Gente qual é o nome daquela tabuada que aparece la na imagem?
    voces sabem o nome dela?se souber me fala por favor?

    ¬ Responder
  • LuisaLuisa

    03-03-2011 às 00:33:06

    Bom,achei muito bom,muito educadivo,muito Legal mesmo, e é muito mais facil de aprender !

    ¬ Responder
  • natanaeli souzanatanaeli souza

    26-02-2011 às 19:48:11

    acho legal isso me ajudou a chegar no tercero grau


    adorooo!
    bjs d+

    ¬ Responder
  • Maratona Segurança Eletrônica Ltdafabiula

    25-08-2010 às 02:29:45

    Gente me ajuda !

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãobeliza

    13-08-2010 às 03:32:18

    Você não fala nada com nada!Porque você nao escreve a tabuada e os fatores da multiplicaçao para todo mundo estudar em vez de ficar dizendo baboseiras?!

    ¬ Responder
  • stefanystefany

    03-05-2010 às 16:44:11

    ese texto me ensinou a decorar os fatos hoje em dia to no 1 grau bjjj

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãonathalia

    28-03-2010 às 23:42:12

    que legal

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoJoice

    10-03-2010 às 14:05:14

    @jackeline
    Oi menina em vez de dizer babuseiras vá é estudar a tabuada

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãojackeline

    10-03-2010 às 13:49:37

    oi tem alguem para tc cmg aí

    legal

    ¬ Responder
  • nataciellynatacielly

    23-02-2010 às 12:41:38

    legal

    ¬ Responder
  • maria eduarda

    18-04-2013 às 20:29:58

    muito legal

    ¬ Responder
  • joeljoel

    23-02-2010 às 12:36:41

    oi

    ¬ Responder

Comentários - Tabuada de multiplicação

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O que fazer quando não há “nada” para vestir!

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Vestuário
O que fazer quando não há “nada” para vestir!\"Rua
Acorda tarde e vai a correr ao armário da roupa para se vestir mas no meio de tanta tralha não consegue encontrar o que quer. E solta um suspiro dizendo:” não tenho nada para vestir!” Claro que o armário está cheio de roupa. De inverno, de verão, roupa que já vestiu e não veste mais, roupa de quando era criança, roupa que tem valor sentimental...tanta coisa mas nada que sirva para quem está com pressa e só quer vestir-se rápido para ir trabalhar. Certamente já lhe aconteceu. O mostrador do relógio anuncia que está atrasadíssima e para agravar o seu chefe liga a resmungar. O que fazer?

Primeiro que tudo mantenha a calma. Não vale a pena enervar-se senão a situação só tende a piorar. Depois pense nas suas prioridades. Procure “calmamente”(conforme for possível) aquela blusa básica branca e aquelas calças pretas formais(se trabalhar num escritório) e como já não há tempo para tomar banho (faça um apanhado no cabelo para não se notar que não o lavou); Se trabalhar num sítio em que a farda é a peça mais importante. Então Vista-a ainda em casa e corra para o trabalho; No caso da farda ser a coisa mais horrível do mundo o melhor é vestir uns jeans básicos e uma uma blusa básica também e sair.

Agora deve estar a perguntar: “Ok. Essas dicas são boas mas não resolvem o meu problema de não ter nada para vestir”. Está bem. Vou explicar melhor. Para que não volte a acontecer o primeiro cenário, é necessário reservar algum tempo para organizar o armário. Quando decidir que finalmente que é o dia ideal retire tudo o que lá tiver dentro. Só com este gesto pode ter a noção do espaço que ficou. Depois decida o que fazer com aquilo que já não usa. Doe a uma instituição, ou faça uma troca de roupa com as amigas. O que estiver em mau estado de conservação não tenha pena. Deite para o lixo. Depois do armário bem limpo volte a colocar as suas roupas de eleição. Todas as peças que veste mesmo. Quando acabar vai sentir-se tão bem que até vai ter vontade de fazer isso mais vezes. Assim, quando necessitar de algo vai encontar logo o que quer vestir e certamente que nunca mais vai dizer que não tem nada para vestir.

Pesquisar mais textos:

Jovita Capitão

Título:O que fazer quando não há “nada” para vestir!

Autor:Jovita Capitão(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Sofia Nunes 11-09-2012 às 12:48:53

    Quem nunca ficou largos minutos parada em frente ao guarda fatos aberto, desesperada e atrasada por não saber o que vestir? Pessoalmente, se não gostar daquilo que tenho vestido num determinado dia, certamente não me irei sentir bem. Pelo contrário, apesar de seguir quase religiosamente as tendências de moda -o único tique consumista que não consigo erradicar- quando estou vestida com algo que adoro não me lembro todo o dia do que estou a usar.

    ¬ Responder
  • Carla Horta 09-09-2012 às 13:12:58

    Se acordou tarde e não está inspirada para escolher o que vestir, siga esta dica. Vista umas calças pretas e uma camisa preta. Coloque um cinto de outra cor qualquer que não o preto. O preto nunca compromete, está sempre na moda e é o ideal para qualquer ocasião.

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios