Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alimentação > O “dialecto” dos talheres

O “dialecto” dos talheres

Categoria: Alimentação
Visitas: 2
Comentários: 1
O “dialecto” dos talheres

Quando se fala em alimentação torna-se implícito falar de talheres, já que o habitual é que se faça uso deles para comer. Efectivamente, na maior parte das circunstâncias, estes auxiliares das mãos assumem um papel preponderante na altura das refeições. E não somente por constituírem um prolongamento útil com propriedades de fundura, espeto e corte, mas também porque veiculam mensagens acerca das intenções ou vontades do utilizador, a ser captadas pelos demais intervenientes. Na prática, o mesmo é dizer que os talheres “falam” por nós.

Basicamente, com os talheres, transmitem-se três frases:

- «Encontro-me bem, estou a descansar.»

Quando, por qualquer razão não está a segurar nos talheres (porque precisa de partir um pouco de pão, socorrer-se do guardanapo, explicar por mímica algo que está a verbalizar, …), não é de bom-tom deixá-los em cima da mesa. Eles devem ser colocados dentro do prato com a ponta dos cabos de fora, esboçando um ângulo entre eles, ou então assenta-se a faca em dois pontos de apoio do prato, o cabo na borda direita e a extremidade da lâmina no topo mais afastado, enquanto que o garfo fica posicionado para a frente, com o respectivo cabo voltado para si, descrevendo um triângulo com a faca.

- «Está óptimo: quero mais.»

Consentir a repetição de uma iguaria não traduz falta de educação. Pelo contrário, trata-se de uma acção passível de ser tomada como uma loa. Não obstante, não vale a pena empanturrar-se só para agradar! A naturalidade e o respeito com que se aceita, recusa e pede integra a correcção que se espera de uma pessoa bem formada. Cruzar a ponta a faca com os dentes do garfo no centro do prato significa que se está a pedir para repetir, sem utilizar palavras.

- «Estou satisfeito (a). Já terminei.»

Ditam as regras de etiqueta que, uma vez terminada a refeição, a faca e o garfo fiquem unidos em paralelo, ou na posição das 4h 20m do lado direito, ou na das 6 horas, apoiados com os cabos na borda do prato. Acresce ainda que o fio da faca deve voltar-se para o interior do prato e o garfo com os dentes para cima.

No que toca à limpeza dos talheres, é aconselhável que estes sejam lavados logo depois de usados, para reduzir o tempo de contacto com a comida, utilizando água quente e um detergente de qualidade e neutro. Se se empregar um detergente normal, deitando umas gotas de vinagre a gordura soltar-se-á com maior rapidez e eficiência. É também recomendável que os talheres sejam guardados em locais secos, dado que a humidade provoca manchas. Intercalar lavagens à máquina com lavagens manuais é segredo de manutenção do brilho próprio dos talheres.



Maria Bijóias

Título: O “dialecto” dos talheres

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 2

798 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Daniela VicenteDaniela Vicente

    20-09-2012 às 21:40:51

    eu domino na perfeição os talheres espertos que nos esperam nos restaurantes mais interessantes. desde muito cedo a minha mãe educou-me a usá-los, pois, segunda ela, é uma regra de boa educação. mais tarde, foi uma amiga minha muito à frente, que me mostrou outros toques de como lavar o copo e o garfo à mesa e onde colocar o guardanapo e com que feitio.o seu tema é muito apropriado para quem não domina.

    ¬ Responder

Comentários - O “dialecto” dos talheres

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Estratégia do arco-íris

Ler próximo texto...

Tema: Serviços
Estratégia do arco-íris\"Rua
Pessoas comuns estão a descobrir novas estratégias que supostamente fazem dinheiro rápido. Mas, a verdade da questão é que, isso é quase impossível. Ao longo de sua jornada de negociação, vai experimentar algumas vitórias e derrotas. Então, vejamos uma das estratégias que irá produzir mais vitórias do que derrotas: a estratégia do arco-íris. Esta é uma estratégia muito poderosa que qualquer um pode utilizar, especialmente novatos lá fora. Se é novo no comércio de opções binárias e gostaria de ganhar dinheiro online, esta é a estratégia ideal para si.

A estratégia do arco-íris envolve um período de 6, 14 e 26 períodos, períodos de média móvel exponencial. Estes permitem filtrar os movimentos menores no mercado e dar-lhe uma visão clara da tendência.

O mercado está numa tendência alta quando o período de 6 EMA está no topo dos 14 períodos EMA e dos 26 períodos EMA. A tendência baixa ocorre quando as EMA cruzam-se. Agora, os 26 períodos EMA devem estar no topo da EMA de 14 períodos. Em tendências altas, os comerciantes devem concentrar-se principalmente em opções de compra.

Uma opção de compra pode ser acionada quando o preço para baixo remonta à EMA 14 e começa a mover-se para cima. Uma opção de venda pode ser acionada quando o preço refaz para cima, e os períodos EMA 14 começam a mover-se para baixo.

As vantagens desta estratégia é que muitos dos sinais são precisos e não requerem muita análise para fazer um bom negócio. Com a gestão de risco adequada, pode fazer desta a sua principal estratégia. Mas, antes de tomar essa decisão, saiba que existem algumas desvantagens. O preço às vezes pode ir além dos 14 períodos de EMA. Alguns comerciantes podem não saber como reagir a isso.

Além disso, mesmo se os mercados são tendências, ainda existe a possibilidade de dar sinais falsos, mas com a gestão de riscos aplicadas, esses sinais falsos não causam muito dano. Combinar esta estratégia com coisas como Fibonacci, linhas de tendência ou médias móveis podem ajudar a reduzir as chances de perdas.

Em geral, a estratégia do arco-íris é um grande indicador. Ele faz maravilhas nos mercados de tendências e é muito fácil de usar para os comerciantes de todos os níveis. No fim de contas, é apenas uma questão de fazer uma boa gestão de risco. É uma ótima estratégia para iniciantes começarem a usar e obterem vitórias, experiência e bastante dinheiro.

Pesquisar mais textos:

Jerónimo Diogo Magalhães

Título:Estratégia do arco-íris

Autor:Jerónimo Diogo Magalhães(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios