Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Internet > Facebook - Identidade Virtual

Facebook - Identidade Virtual

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Internet
Comentários: 3
Facebook - Identidade Virtual

O Facebook é incontestavelmente a maior rede social alguma vez criada, isto por causa da sua popularidade, número de usuários, a fortuna que deu ao seu criador, Mark Zuckerberg e todo o conceito que faz com que muitos de nós passemos por lá algumas vezes ao longo do dia, independentemente do local onde nos encontramos.

O Facebook foi lançado por Zuckerberg a 4 de fevereiro de 2004, enquanto este estava ainda na faculdade, tendo a ajuda dos seus colegas de quarto, Eduardo Saverin, Dustin Moskovitz e Chris Hughes, sendo inicialmente um site restrito aos estudantes de Harvard, passando depois a estar disponível às faculdades de Bonston, Ivy League e de Stanford, e mais tarde, juntou-se a ele Sean Parker (criador do Napster) como seu conselheiro.

O Facebook é como todas as outras redes sociais? Não. Este pede-lhe logo à partida que crie o seu perfil, no qual pode para além de colocar o seu nome e fotos, pode também colocar as informações pessoais e gosto de literatura, visões politicas e religiosas. Todos os seus posts (participações), sejam estas, fotos, vídeos ou desabafos, são mostrados no seu Wall (mural), este posts podem ser públicos ou restritos apenas a pessoas da sua escolha.




Possui também o Marketplace (onde publicar classificados de forma gratuita), o Poke (toques) em que pode escolher dar um toque aos seus amigos como uma forma de dizer olá e chamar a sua atenção, no Status é onde pode escrever rápidas mensagens e dar a conhecer aos seus amigos como se sente naquele momento ou partilhar uma mensagem positiva.

Há também a seção de Eventos, em que pode convidar ou ser convidado para um qualquer evento, os aplicativos por outro lado, dizem respeito a jogos que jogue via Facebook e a barra de chat, que lhe permite conversar em tempo real com os seus amigos ou mesmo fazer vídeo chamadas entre um grupo de pessoas.

Este é sem duvida uma força da natureza criada por um jovem, agora milionário e que dificilmente terá novos concorrentes ao trono de A Melhor Rede Social, não só por já ter mais utilizadores do que qualquer outra rede mas por estar constantemente a inovar os serviços que nos oferece.

A fevereiro de 2012, o Facebook contava com mais 845 milhões de usuários ativos.


Rua Direita

Título: Facebook - Identidade Virtual

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 0

637 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • Briana AlvesBriana

    26-10-2014 às 02:27:08

    O uso do facebook é muito útil para quem precisa divulgar produros, serviços, informações, notícias, enfim, um campo bem expansivo para alcançar milhões de pessoas. É uma pena que a maioria dos usuários estão ali para ver besteira e se entreter com o que não agrega valor. Também passei a gostar mais do instagram e g+.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoSofia Nunes

    13-09-2012 às 17:23:12

    Ao contrário de algumas pessoas, não tenho qualquer problema com o Facebook. É uma ferramenta muito útil para os movimentos sociais, como convocar ou aderir a uma manifestação, para além de que pode servir para recuperar o contacto com amigos cujo paradeiro nos era desconhecido. É ainda interessante como meio de partilhar os nossos gostos, as nossas opiniões e o nosso estado de espírito. Assim, desde que usado com moderação o Facebook não é problemático.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoJosé

    11-05-2012 às 14:45:00

    Não gosto do facebook, prefiro o Goople

    ¬ Responder

Comentários - Facebook - Identidade Virtual

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O Mito da Entrevista de Emprego

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Empresariais
O Mito da Entrevista de Emprego\"Rua
Aguardando há meses pela oportunidade de um novo emprego e após ser aprovado em várias etapas do processo de seleção eis que surge um empecilho: a entrevista de emprego.

Diversas dúvidas passam pela cabeça do candidato como o que vestir, como sentar-se, qual o tom de voz adequado, o que o entrevistador espera como resposta e como impressioná-lo provando ser a pessoa certa para a vaga a ser ocupada.

A verdade é que não há regra que garanta o sucesso em uma entrevista, porém, algumas atitudes e cuidados precisam ser tomados. Abaixo seguem 10 dicas que auxiliarão o candidato enfrentar essa fase do processo de seletivo de forma mais segura, não importando a área ou cargo pretendido.

1. Seja pontual. A pontualidade é uma forma de demonstrar respeito, consideração e compromisso com a empresa, porém, ser pontual não significa ser precipitado, chegando com muito tempo de antecedência. Para isso programe-se: quanto tempo você levará para chegar até o local combinado para a entrevista? E se houver algum tipo de atraso? Programe-se para que os prazos possam ser cumpridos. Se o atraso for inevitável entre em contato com a empresa e explique o motivo para o mesmo solicitando a possibilidade de remarcar o compromisso.

2. Vista-se de maneira condizente ao cargo que irá ocupar. Mesmo parecendo ser uma superficialidade, a forma como o candidato se veste pode influenciar a decisão do entrevistador, portanto, causar uma boa impressão é essencial. Para isso pesquise o perfil da empresa, se possível observe a forma como os funcionários se vestem e use na entrevista algo um pouco mais formal do que usaria todos os dias para ir ao trabalho.

3. Zele por uma boa aparência. Como descrito acima causar uma boa impressão é essencial, dessa forma, a higiene pessoal é indispensável. Vale ressaltar que perfumes e maquiagem exagerados são pontos negativos em uma entrevista.

4. Tenha em mente suas principais realizações profissionais e as evidencie. Quais os principais desafios que essas lhe trouxeram e o que aprendeu em cada uma delas. Se é seu primeiro emprego vale ressaltar suas experiências escolares e acadêmicas como trabalhos em grupos, projetos realizados, programas de estágio e trainee.

5. Tenha atitudes positivas. Um método de entrevista consiste em perguntas aparentemente absurdas que não possuem, necessariamente, respostas prontas. O que ele deseja na verdade é avaliar seu raciocínio lógico, portanto, seja criativo, argumente e crie estratégias para sair dessa saia justa.

6. Seja genuíno e autentico. Mesmo estando sob pressão seja você na entrevista. Não minta nem use máscaras. O recrutador provavelmente perceberá que você não está sendo sincero.

7. Tenha argumentos. “Por que você quer trabalhar aqui?” ou “Quais serão suas contribuições para essa empresa?” são perguntas básicas em uma entrevista de empregos. Portanto, tenha bons argumentos para esses questionamentos.

8. Mostre-se interessado. Faça perguntas plausíveis ao entrevistador.

9. Seja gentil e educado a todo o momento. Muitas empresas costumam analisar o candidato no momento em que esse inicia o processo seletivo.

10. Mostre-se confiante. Se você fará a entrevista de emprego é porque já passou por outras fases do processo seletivo, ou seja, tem muitos pontos a seu favor. Acredite no seu potencial .

Outros textos do autor:
O Mito da Entrevista de Emprego

Pesquisar mais textos:

Mabelly Venson

Título:O Mito da Entrevista de Emprego

Autor:Mabelly Venson(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios