Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Internet > A expansão da internet

A expansão da internet

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Internet
Visitas: 303
Comentários: 5
A expansão da internet

Na atualidade, a internet ocupa um espaço assombrosamente titânico nas nossas vidas, tanto na esfera pessoal, como profissional. Aliás, tudo o que se possa dizer sobre este tema em particular resultará num enorme lugar-comum, uma vez que o fenómeno já foi entranhado e infinitamente pensado. A sua forte expansão começou a dar-se em finais dos anos 90 (há apenas escassos dez anos) e a sua popularidade alimentou-se, essencialmente, de personalidades famosas, de coberturas mediáticas e de web-novidades. A web-avalanche revelou-se de tal forma avassaladora que, em apenas uma década tudo mudou e a vida (principalmente a dos jovens) passou a girar (e muitas vezes a depender) do misterioso – e simultaneamente transparente – mundo da internet.

Assim, fenómenos como o Youtube, o Twitter, o Messenger, MySpace, Facebook, Hi5 e outros associados fizeram disparar o número de utilizadores online. Num instante, toda uma multidão passou a ter a sua própria página personalizada na internet, onde os dados pessoais, como fotografias, nome, idade, preferências musicais, gastronómicas, cinematográficas, literárias, estado civil e orientação sexual passaram a estar expostos e a ser partilhados com meio mundo.

O milagre da comunicação à velocidade da luz concretizou-se e, neste momento, é possível manter um contacto próximo (ainda que virtual) no quotidiano com outra pessoa a milhares de quilómetros de distância. Os mais críticos desta nova era da comunicação referem as desvantagens e aspetos perniciosos destas formas de convivência, afirmando que tanta exposição pessoal acaba por ser enganadora e as pessoas conhecem-se menos bem agora (falando através de uma máquina) do que na era pré-internet (em que as pessoas, nomeadamente os mais jovens comunicavam, conviviam e interagiam de forma natural, porque presencial). De qualquer forma, o fenómeno instalou-se e, mais do que repudiá-lo, talvez seja mais sensato tentar compreendê-lo (nem que seja para nos tornarmos em pessoas do nosso tempo, tolerantes, abertas e capazes de percebermos o mundo em que vivemos).

Por outro lado, coberturas mediáticas de eventos/incidentes e catástrofes naturais também impulsionaram o mercado da internet. Pensemos no furacão Katrina, no tsunami da Ásia, em 2005, no próprio 11 de setembro, com milhares de visionamentos do vídeo do atentado, nos atentados de Londres e de Madrid, na divulgação do escândalo sexual Lewinsky-Clinton (para cujo exagero mediático contribui decisivamente a internet), na cobertura do Live 8 e, finalmente, no enérgico contributo de personalidades famosas no mundo da internet, como sejam Paris Hilton, Lindsay Lohan, Sarah Silverman, Lisa Kudrow, Jimmy Fallon e Trent Reznor.

Conclua-se, talvez (porque no que toca a web-problemáticas as conclusões são quase inadmissíveis), que a internet cresceu de forma hercúlea e quase sobre-humana muito à custa de fenómenos e de extraordinárias facilidades de comunicação que proporcionou a toda uma geração. E vai continuar a crescer...


Isabel Rodrigues

Título: A expansão da internet

Autor: Isabel Rodrigues (todos os textos)

Visitas: 303

781 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 5 )    recentes

  • Luene ZarcoLuene

    18-10-2014 às 22:44:27

    É verdade que a internet se expandiu de maneira rápida e alcançou (e alcança até hoje) milhares de pessoas no mundo todo. Trouxe consigo muitas coisas boas, mas também ruins se não soubermos utilizar de forma correta.

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    08-05-2014 às 17:36:23

    Sim, a expansão da internet foi explosiva. Permitiu alavancar os negócios, fazer novas amizades, espalhar o conhecimento, contribuiu para os profissionais divulgarem seus trabalhos, enfim, trouxe e traz muitos benefícios a todos!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãocamila

    24-05-2012 às 19:20:53

    achei meu trabalho de geografia!!!

    ¬ Responder
  • laianelaiane

    29-08-2011 às 14:07:33

    @Carollinne
    para mim essa novidade é nova

    ¬ Responder
  • CarollinneCarollinne

    04-07-2011 às 14:46:52

    Achei legal tudo isso. Legal!

    ¬ Responder

Comentários - A expansão da internet

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como fazer disfarces de Carnaval

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Vestuário
Como fazer disfarces de Carnaval\"Rua
O ano começa e depressa chega uma data muito ansiada principalmente pelos mais jovens: o desejado Carnaval!

Esta é uma data que os pequenos adoram e deliram com as fantasias. O problema maior é a despesa que os disfarces representam e no ano seguinte já não usarão o mesmo disfarce ou, no caso dos mais pequenos, já não lhes serve.
O melhor nesta data é mesmo reciclar e aprender a fazer disfarces caseiros utilizando truques mais económicos e materiais reciclados para preparar as fantasias dos pequenitos!

Uma sugestão para os meninos é o traje de pirata que pode facilmente ser criado a partir de peças que tenha em casa. Procure uma camisa de tamanho grande e, de preferência, de cor branca com folhos. Se não tiver uma camisa com estas características facilmente encontrará um modelo destes no guarda-vestidos de alguma familiar, talvez da avó.

Precisará de um colete preto. Na falta do colete pode utilizar um casaco preto que esteja curto, rasgue as mangas pelas costuras dos ombros. As calças devem ser velhas e pretas para poderem ser cortadas na zona das pernas para envelhecer a peça. Coloque um lenço preto ou vermelho na cabeça do menino e, de seguida, com um elástico preto e um pouco de velcro tape um dos olhos.

Para as meninas não faltam ideias originais para fazer disfarces bonitos e especiais para este dia. Uma ideia original é a fantasia de Flinstone. É muito fácil e prática de fazer e fica um disfarce muito bonito. Comece por arranjar um pedaço de tecido branco. Coloque o tecido em volta do corpo como uma toalha de banho e depois amarre num dos braços fazendo uma alça. Depois corte as pontas em ziguezague mantendo um lado mais comprido que o outro. Amarre o cabelo da menina todo no cimo da cabeça, como se estivesse a fazer um rabo-de-cavalo mas alteie-o mais. Com o auxílio de um pente frise o cabelo, pegando nas pontas e passando o pente em sentido contrário até que fique todo despenteado. Numa loja de disfarces compre um osso de plástico e prenda na fita da criança.

Pegue nos materiais, puxe pela imaginação e ponha mãos ao trabalho!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Como fazer disfarces de Carnaval

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    09-06-2014 às 04:01:21

    Não em carnaval, mas em bailes de fantasia, sempre usei o TNT. Eles são ótimos para trabalhar o corte, para costurar e deixa bem bonito!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios