Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Energias Renováveis > O potencial energético da biomassa no Brasil

O potencial energético da biomassa no Brasil

Visitas: 16
O potencial energético da biomassa no Brasil

Com dimensões continentais o Brasil tem capacidade para produzir energia de inúmeras maneiras, mas mesmo assim o país tem potencial limitado para gerar eletricidade e para alimentar suas indústrias e veículos. A dependência de combustíveis fósseis, escassos e nocivos ao ambiente só pôde ser superada graças aos recursos da biomassa, que compreendem todos os combustíveis com origem em compostos orgânicos provenientes de animais ou vegetais.

O êxito do Brasil na utilização dos recursos da biomassa só poderia ter ocorrido graças aos programas governamentais, que desde a década de 1930 incentivaram a utilização do etanol como aditivo na gasolina. Antes mesmo da criação da Petrobrás. Hoje o etanol é um dos componentes de maior importância na matriz energética brasileira e o maior exemplo da utilização da biomassa no Brasil. Proveniente da destilação de diversas matérias-primas, o etanol representa um dos produtos mais utilizados no cotidiano das pessoas. Uma considerável parcela do combustível que abastece os veículos no Brasil vem dessa fonte de biomassa.

Atualmente o país é um dos que mais se aproveita de sua biomassa para geração de energia. O clima favorável, a grande quantidade de terras agricultáveis e o grande potencial da cana-de-açúcar em gerar etanol a partir de sua destilação garantiram a viabilidade de um dos maiores programas de geração de energia biomassa do mundo. Oscilações no preço do petróleo e a tecnologia Flex, de origem nacional, deram ainda mais longevidade à matriz de biomassa.

O potencial gerado por fontes biomassa pode ser obtido de inúmeras fontes. É o caso do próprio bagaço da cana-de-açúcar, a segunda fonte mais utilizada na geração de energia biomassa no Brasil. Graças à grande quantidade de usinas de etanol existentes no país, o bagaço resultado da produção agrícola é abundante e de fácil manejo. O material é aproveitado nas próprias usinas, que utilizam a sua queima para gerar energia.

A grande disponibilidade de solo para o plantio e para a criação de animais faz da biomassa no Brasil uma limpa e barata alternativa em relação aos combustíveis fósseis. Mesmo o excremento e outros materiais que antes eram considerados apenas como resíduos ou rejeitos de produção podem ter outro destino. Insumos menos convencionais também podem ser utilizados na geração de energia biomassa. É o caso da indústria de móveis que a partir da queima das aparas de madeira, serragem, palha ou outros compostos orgânicos pode obter sua própria energia elétrica.


Rua Direita

Título: O potencial energético da biomassa no Brasil

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 16

711 

Comentários - O potencial energético da biomassa no Brasil

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Receptores digitais

Ler próximo texto...

Tema: TV HIFI
Receptores digitais\"Rua
Os receptores digitais são instrumentos que têm a função de receber sinal por via de canais digitais.

De acordo com a sua função, estes canais poderão ser satélite ou por cabo. Actualmente, já existem bastantes serviços de televisão por cabo que funcionam apenas com estes receptores, uma vez que é através deles que se consegue ter acesso não só aos canais de serviço, mas também a pacotes codificados.

O serviço de recepção de canais por satélite é um sistema independente para o qual é necessário ter um disco receptor satélite de modo a poder ter canais digitais fora dos serviços prestados pelos operadores de televisão digital.

Este instrumento permite que os próprios ecrãs sem tecnologia digital passem a usufruir desta através destes receptores. No entanto, a melhor qualidade só é garantida com um ecrã já com esta tecnologia.

Os receptores digitais permitem também aceder a uma multiplicidade de serviços, desde que devidamente configurados. Por exemplo, com estes receptores, é possível aceder a menus específicos de pausa de emissão para depois ser continuada, de serviços on-demand ou acesso a portais específicos, entre outros.

Esta pequena caixinha permite ao seu utilizador usufruir da televisão a um novo nível, de modo a que possa ter todas as comodidades no conforto do lar. 

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Receptores digitais

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    04-06-2014 às 06:53:28

    Gostei dos receptores digitais. Bom texto abordando isso.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios