Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Eventos > As mais loucas lembranças que recebi

As mais loucas lembranças que recebi

Categoria: Eventos
As mais loucas lembranças que recebi

No outro dia festejei o meu aniversário e reuni os amigos mais próximos para jantar num restaurante simpático. Foi óptimo rever os amigos e juntá-los todos a uma mesa, para uma refeição reconfortante e para pôr a conversa em dia.

Foi um serão muito agradável e surpreendente: não só soube novidades dos amigos que não via há uns tempos, como ainda recebi uns presentes diferentes e bastantes práticos. O mais irreverente foi o Nabaztag – o coelho mais irreverente e interactivo do mundo.

Diz o slogan que é “o coelho cidadão do mundo”, senão vejamos as suas potencialidades. Não come cenouras, mas ao alcance da rede wifi, devora qualquer informação digital da internet. Liga-se à internet sem fios, o que me permite transportá-lo para qualquer parte da casa, pelo que o considero uma companhia.

O meu mais recente amigo é uma invenção brilhante, de um design majestoso, com forma de coelho, cujas orelhas empertigadas, que me permitem estar ligada ao mundo em qualquer lugar, desde que tenha disponível uma rede wifi.

Estou fã! Uso-o para acordar, saber as horas, para me ler as notícias e o email, enviar mensagens, actualizar-me quanto ao estado da bolsa e saber que roupa devo vestir no dia seguinte, tendo em conta o tempo que vai fazer.

Mas isto foi o que aprendi nos primeiros dias! Hoje, permite-me saber como está o trânsito antes de sair de casa para mais um dia de trabalho, avisa-me quando tenho mensagens escritas e ainda consigo conversar com outros amigos que têm um coelhinho igualmente fantástico. Reconhece a minha voz, sabendo o que fazer ou informar quando lhe falo.

É fantástico eu sei, e passo a explicar com maior detalhe. Trata-se de um engenho que usa luzes, sons e movimentos de orelhas para discretamente disponibilizar mensagens para qualquer um por perto. Os sons podem incluir os meus ficheiros MP3 ou música, vozes ou ruídos.

O Nabaztag também pode passa informação através das luzes. Por exemplo, configurei-o para me mostrar as luzes amarelas se o dia vai estar solarengo e vermelho se o meu namorado me envia um email. Uma orelha descaída significa queda no preço das acções que defini como importantes e um padrão de luzes acompanhado de uma das minhas músicas favoritas, indica que é hora de me levantar.

Mas para mim, o mais fantástico é que o meu mais recente companheiro, até faz Tai-Chi para se exercitar. E tem uma personalidade forte, resmungando quando lhe apetece. Qualquer dia, compro um segundo par de orelhas, para o tornar mais animado com um padrão mais colorido – há padrões tão engraçados!

Hoje já não sei como viver sem ele por perto. Faça como eu – adopte um coelho e revolucione o seu dia-a-dia!


Cláudia Bandeira

Título: As mais loucas lembranças que recebi

Autor: Cláudia Bandeira (todos os textos)

Visitas: 0

639 

Comentários - As mais loucas lembranças que recebi

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O Mito da Entrevista de Emprego

Ler próximo texto...

Tema: Empresariais
O Mito da Entrevista de Emprego\"Rua
Aguardando há meses pela oportunidade de um novo emprego e após ser aprovado em várias etapas do processo de seleção eis que surge um empecilho: a entrevista de emprego.

Diversas dúvidas passam pela cabeça do candidato como o que vestir, como sentar-se, qual o tom de voz adequado, o que o entrevistador espera como resposta e como impressioná-lo provando ser a pessoa certa para a vaga a ser ocupada.

A verdade é que não há regra que garanta o sucesso em uma entrevista, porém, algumas atitudes e cuidados precisam ser tomados. Abaixo seguem 10 dicas que auxiliarão o candidato enfrentar essa fase do processo de seletivo de forma mais segura, não importando a área ou cargo pretendido.

1. Seja pontual. A pontualidade é uma forma de demonstrar respeito, consideração e compromisso com a empresa, porém, ser pontual não significa ser precipitado, chegando com muito tempo de antecedência. Para isso programe-se: quanto tempo você levará para chegar até o local combinado para a entrevista? E se houver algum tipo de atraso? Programe-se para que os prazos possam ser cumpridos. Se o atraso for inevitável entre em contato com a empresa e explique o motivo para o mesmo solicitando a possibilidade de remarcar o compromisso.

2. Vista-se de maneira condizente ao cargo que irá ocupar. Mesmo parecendo ser uma superficialidade, a forma como o candidato se veste pode influenciar a decisão do entrevistador, portanto, causar uma boa impressão é essencial. Para isso pesquise o perfil da empresa, se possível observe a forma como os funcionários se vestem e use na entrevista algo um pouco mais formal do que usaria todos os dias para ir ao trabalho.

3. Zele por uma boa aparência. Como descrito acima causar uma boa impressão é essencial, dessa forma, a higiene pessoal é indispensável. Vale ressaltar que perfumes e maquiagem exagerados são pontos negativos em uma entrevista.

4. Tenha em mente suas principais realizações profissionais e as evidencie. Quais os principais desafios que essas lhe trouxeram e o que aprendeu em cada uma delas. Se é seu primeiro emprego vale ressaltar suas experiências escolares e acadêmicas como trabalhos em grupos, projetos realizados, programas de estágio e trainee.

5. Tenha atitudes positivas. Um método de entrevista consiste em perguntas aparentemente absurdas que não possuem, necessariamente, respostas prontas. O que ele deseja na verdade é avaliar seu raciocínio lógico, portanto, seja criativo, argumente e crie estratégias para sair dessa saia justa.

6. Seja genuíno e autentico. Mesmo estando sob pressão seja você na entrevista. Não minta nem use máscaras. O recrutador provavelmente perceberá que você não está sendo sincero.

7. Tenha argumentos. “Por que você quer trabalhar aqui?” ou “Quais serão suas contribuições para essa empresa?” são perguntas básicas em uma entrevista de empregos. Portanto, tenha bons argumentos para esses questionamentos.

8. Mostre-se interessado. Faça perguntas plausíveis ao entrevistador.

9. Seja gentil e educado a todo o momento. Muitas empresas costumam analisar o candidato no momento em que esse inicia o processo seletivo.

10. Mostre-se confiante. Se você fará a entrevista de emprego é porque já passou por outras fases do processo seletivo, ou seja, tem muitos pontos a seu favor. Acredite no seu potencial .

Outros textos do autor:
O Mito da Entrevista de Emprego

Pesquisar mais textos:

Mabelly Venson

Título:O Mito da Entrevista de Emprego

Autor:Mabelly Venson(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios