Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Eventos > As mais loucas lembranças que recebi

As mais loucas lembranças que recebi

Categoria: Eventos
As mais loucas lembranças que recebi

No outro dia festejei o meu aniversário e reuni os amigos mais próximos para jantar num restaurante simpático. Foi óptimo rever os amigos e juntá-los todos a uma mesa, para uma refeição reconfortante e para pôr a conversa em dia.

Foi um serão muito agradável e surpreendente: não só soube novidades dos amigos que não via há uns tempos, como ainda recebi uns presentes diferentes e bastantes práticos. O mais irreverente foi o Nabaztag – o coelho mais irreverente e interactivo do mundo.

Diz o slogan que é “o coelho cidadão do mundo”, senão vejamos as suas potencialidades. Não come cenouras, mas ao alcance da rede wifi, devora qualquer informação digital da internet. Liga-se à internet sem fios, o que me permite transportá-lo para qualquer parte da casa, pelo que o considero uma companhia.

O meu mais recente amigo é uma invenção brilhante, de um design majestoso, com forma de coelho, cujas orelhas empertigadas, que me permitem estar ligada ao mundo em qualquer lugar, desde que tenha disponível uma rede wifi.

Estou fã! Uso-o para acordar, saber as horas, para me ler as notícias e o email, enviar mensagens, actualizar-me quanto ao estado da bolsa e saber que roupa devo vestir no dia seguinte, tendo em conta o tempo que vai fazer.

Mas isto foi o que aprendi nos primeiros dias! Hoje, permite-me saber como está o trânsito antes de sair de casa para mais um dia de trabalho, avisa-me quando tenho mensagens escritas e ainda consigo conversar com outros amigos que têm um coelhinho igualmente fantástico. Reconhece a minha voz, sabendo o que fazer ou informar quando lhe falo.

É fantástico eu sei, e passo a explicar com maior detalhe. Trata-se de um engenho que usa luzes, sons e movimentos de orelhas para discretamente disponibilizar mensagens para qualquer um por perto. Os sons podem incluir os meus ficheiros MP3 ou música, vozes ou ruídos.

O Nabaztag também pode passa informação através das luzes. Por exemplo, configurei-o para me mostrar as luzes amarelas se o dia vai estar solarengo e vermelho se o meu namorado me envia um email. Uma orelha descaída significa queda no preço das acções que defini como importantes e um padrão de luzes acompanhado de uma das minhas músicas favoritas, indica que é hora de me levantar.

Mas para mim, o mais fantástico é que o meu mais recente companheiro, até faz Tai-Chi para se exercitar. E tem uma personalidade forte, resmungando quando lhe apetece. Qualquer dia, compro um segundo par de orelhas, para o tornar mais animado com um padrão mais colorido – há padrões tão engraçados!

Hoje já não sei como viver sem ele por perto. Faça como eu – adopte um coelho e revolucione o seu dia-a-dia!


Cláudia Bandeira

Título: As mais loucas lembranças que recebi

Autor: Cláudia Bandeira (todos os textos)

Visitas: 0

639 

Comentários - As mais loucas lembranças que recebi

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como fazer disfarces de Carnaval

Ler próximo texto...

Tema: Vestuário
Como fazer disfarces de Carnaval\"Rua
O ano começa e depressa chega uma data muito ansiada principalmente pelos mais jovens: o desejado Carnaval!

Esta é uma data que os pequenos adoram e deliram com as fantasias. O problema maior é a despesa que os disfarces representam e no ano seguinte já não usarão o mesmo disfarce ou, no caso dos mais pequenos, já não lhes serve.
O melhor nesta data é mesmo reciclar e aprender a fazer disfarces caseiros utilizando truques mais económicos e materiais reciclados para preparar as fantasias dos pequenitos!

Uma sugestão para os meninos é o traje de pirata que pode facilmente ser criado a partir de peças que tenha em casa. Procure uma camisa de tamanho grande e, de preferência, de cor branca com folhos. Se não tiver uma camisa com estas características facilmente encontrará um modelo destes no guarda-vestidos de alguma familiar, talvez da avó.

Precisará de um colete preto. Na falta do colete pode utilizar um casaco preto que esteja curto, rasgue as mangas pelas costuras dos ombros. As calças devem ser velhas e pretas para poderem ser cortadas na zona das pernas para envelhecer a peça. Coloque um lenço preto ou vermelho na cabeça do menino e, de seguida, com um elástico preto e um pouco de velcro tape um dos olhos.

Para as meninas não faltam ideias originais para fazer disfarces bonitos e especiais para este dia. Uma ideia original é a fantasia de Flinstone. É muito fácil e prática de fazer e fica um disfarce muito bonito. Comece por arranjar um pedaço de tecido branco. Coloque o tecido em volta do corpo como uma toalha de banho e depois amarre num dos braços fazendo uma alça. Depois corte as pontas em ziguezague mantendo um lado mais comprido que o outro. Amarre o cabelo da menina todo no cimo da cabeça, como se estivesse a fazer um rabo-de-cavalo mas alteie-o mais. Com o auxílio de um pente frise o cabelo, pegando nas pontas e passando o pente em sentido contrário até que fique todo despenteado. Numa loja de disfarces compre um osso de plástico e prenda na fita da criança.

Pegue nos materiais, puxe pela imaginação e ponha mãos ao trabalho!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Como fazer disfarces de Carnaval

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    09-06-2014 às 04:01:21

    Não em carnaval, mas em bailes de fantasia, sempre usei o TNT. Eles são ótimos para trabalhar o corte, para costurar e deixa bem bonito!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios