Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Eventos > 10 dicas para organizar o seu casamento, e ainda poupar!

10 dicas para organizar o seu casamento, e ainda poupar!

Categoria: Eventos
Visitas: 2
Comentários: 1
10 dicas para organizar o seu casamento, e ainda poupar!

Organizar um casamento não é fácil, envolve muito tempo, dedicação e investimento monetário, mais do que eventualmente se possa pensar. A grande maioria dos noivos estão a organizar um casamento pela primeira vez, e a inexperiência pode levá-los a cometer graves erros dos quais se podem vir a arrepender.

É preciso que se note que o casamento mais trabalhoso e caro do mundo, pode não ser o melhor, até pelo contrario… É tudo uma questão de sabedoria e organização.

Podemos começar por enumerar dez dicas chave que podem tornar todo este processo mais simples e económico.

1- Decidir o tema, cores e género de casamento, antes de qualquer investimento.

É importante decidir primeiro as cores da decoração, o género de casamento (clássico, alternativo, moderno...), e também o tema pois todos os casamentos da actualidade são baseados num tema que seja alusivo ao gosto ou personalidade dos noivos. Ao inicio os noivos são surpreendidos por artigos, peças decorativas e até serviços que podem impulsioná-los a comprar. Não se precipitem... Essas aquisições podem não se vir a enquadrar no estilo de casamento pretendido!

2- Não envolver muita gente na organização.

Os principais envolvidos devem de ser os noivos, pais e padrinhos, e estes já fazem um bom leque de envolvidos. Por vezes quando são envolvidas muitas pessoas pode se gerar uma grande confusão, já para não falar que todos vão opinar e confundir os noivos podendo levá-los a ter escolhas erradas. Seleccione no máximo seis pessoas, e mantenha a organização à volta das mesmas.

3- Estabelecer um orçamento.

Para não cometer excessos desnecessários, convém que os noivos se coloquem a par dos preços de tudo e que estabeleçam um orçamento detalhado. O segredo é estipular determinadas quantias para cada coisa, uma quantia para o restaurante/ catering, outra para a animação, decoração, vestuário, alianças, lembranças para convidados e.t.c..

4- Começar com antecedência.

Começar a preparar um casamento com tempo tem duas grandes vantagens. A primeira é o facto de os noivos terem tempo de preparar tudo com calma, sem grandes agitações. Em segundo lugar podem procurar os melhores preços do mercado e negociar com fotógrafos equipas de animação e todos os outros fornecedores.

5- Saber escolher a data.

As épocas do ano mais procuradas por vezes são as mais caras. Por exemplo, existem restaurantes que praticam preços mais elevados consoante as alturas do ano. A lua-de-mel também é muito influenciada pela época do ano, na época alta as viagens podem custar o dobro! Esta dica é sem dúvida muito importante, pois pode envolver poupanças enormes.

6- Colocar o espírito criativo e as aptidões artísticas em ação.

Desde convites, lembranças e peças de decoração , existem muitas coisas que podem ser feitas com as suas próprias mãos e evitam gastos mais avultados ao comprar já feito. Junte-se com o seu parceiro/a e sejam criativos em conjunto, pode ser maravilhoso para a relação e no final é muito bom ver o trabalho feito por si próprio, com todo o amor e dedicação!

7- Estipule prioridades.

Quando o orçamento é curto há que estipular prioridades. Converse com o seu parceiro/a e cheguem a um consenso sobre aquilo que é mais importante para ambos no dia do casamento, pode ser a comida, ou a animação por exemplo... Guardem uma “fatia” maior do orçamento para aquilo que mais importa para ambos.

8- Não se deixe iludir por tudo o que lhe mostram.

O casamento é um grande negócio para muitos e apresenta um leque de produtos e de serviços que nunca ia imaginar que existiam. Existem imensas tentações, coisas que o podem iludir e fazer perder a cabeça. Muitas desses artigos e serviços por vezes são ridiculamente caros. Mantenha-se consciente! A organização de um casamento faz com que os noivos tenham todas as emoções á flor da pele, e isso pode não ajudar.

9- Reveja a lista de convidados algumas vezes antes de entregar convites!

A quantidade de convidados interfere bastante com o orçamento do evento e com a complexidade na organização do mesmo. Pensem bem quem são as pessoas verdadeiramente importantes e não convide só para agradar os pais ou outros familiares, o dia é seu, ou melhor, é vosso!

10- Faça uma lista de tarefas, distribua e estabeleça prazos.

Isto parece complicado mas pode facilitar bastante. Distribua tarefas para si, para o seu parceiro e para os familiares envolvidos. Arranje uma agenda e estabeleça prazos para que nada falhe e para que não desespere. Isto pode dispensar a ajuda de profissionais e evitar ainda mais gastos.

Todas estas dicas podem ser a chave do sucesso, mas lembre-se de duas coisas, para preparar um casamento é necessário amor e dedicação, e em segundo lugar mantenha-se consciente que é um dia especial e que vai ficar marcado para o resto da vida, o esforço vale mesmo a pena!


Rafaela Marto

Título: 10 dicas para organizar o seu casamento, e ainda poupar!

Autor: Rafaela Marto (todos os textos)

Visitas: 2

35 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Adriana SantosAdriana Santos

    04-08-2015 às 01:11:21

    Maravilhosas dicas para organizar o casamento. Sabemos que tudo gera gastos e quanto mais planejamos, mais podemos economizar. Abraços!!!
    www.escritoraadriana.com

    ¬ Responder

Comentários - 10 dicas para organizar o seu casamento, e ainda poupar!

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os benefícios do piso laminado

Ler próximo texto...

Tema: Materiais Construção
Os benefícios do piso laminado\"Rua
Ao se realizar uma obra, ou na renovação de ambientes, há sempre muitas opções de técnicas e tecnologias de construção civil, arquitetura e decoração a serem escolhidas da forma mais adequada ao resultado que se espera. O piso adequado ao ambiente que se está construindo ou reformando é uma questão bastante relevante para o sucesso do empreendimento e para o bem-estar dos usuários.

Os tipos de pavimentos ou assoalhos ou revestimentos são diversificados e para cada tipo de ambiente, construção e gosto pessoal há um mais adequado. Pelos inúmeros benefícios que tem apresentado, o piso laminado tem sido bastante escolhido como revestimento nos ambientes modernos. Ele é composto por quatro camadas, feitas de fibras de madeira de alta densidade, lâminas de celulose, lâminas decorativas e filme cristalino de celulose, colados diretamente ao chão. Essa composição garante estabilidade, beleza, resistência, facilitando a limpeza. Somente com estes argumentos já se pode notar as vantagens desse tipo de piso, contudo ainda existem outras.

Os pisos laminados custam menos que os pisos de madeira, seu substrato é ecologicamente correto, já que as madeiras utilizadas na composição desse piso provêm de florestas certificadas e possui fácil instalação, sem a necessidade de pregá-lo ao chão. Além disso, os pisos laminados não precisam de envernizamento como os pisos de madeira que causam mau cheiro e sujeira. Os pisos laminados são mais resistentes que os pisos de madeira devido a sua alta pressão. A superfície dos pisos laminados de alto tráfego contém papel decorativo que garante diversas possibilidades de estampas e combinações.

Existem, portanto, dois tipos distintos de pisos laminados. Os pisos laminados de madeira têm em sua composição madeira natural e são revestidos com verniz. São indicados para ambientes residenciais e menos movimentados. Os pisos laminados de alto tráfego são compostos por madeiras de alta densidade cobertas por papel decorativo. São mais resistentes e, em virtude disso, indicados para ambientes de grande circulação. Podem estar em ambientes residenciais, porém para ambientes comerciais é o ideal.

Os pisos laminados são resistentes à luz do sol, a riscos e a manchas. São práticos devido à diversificada opção de padrões e funcionais devido à facilidade de limpá-lo. Acomodam-se perfeitamente em qualquer ambiente, proporcionando fácil decoração. Entretanto, medidas para mantê-lo em bom estado por mais tempo (apesar da sua alta durabilidade) devem ser tomadas. Colocar proteção na entrada das portas evita a instalação de sujeira e pedras. Forrar móveis e peças decorativas, que entrem em contato com o piso, é recomendado, a fim de não marcá-lo. Esses forros podem ser feitos com tecidos felpudos ou recortes em feltro. Forrar os móveis ao movimentá-los é apropriado para não riscar o piso. Salto alto fino com base metálica também marca esse tipo de piso. Evitar molhar em demasia o piso é necessário, pois caso contrário pode haver o inchamento do piso. Deve-se mantê-lo sempre seco.

Esse tipo de piso também tem a vantagem de não carregar cupins, contudo é preciso verificar as condições de presença desses insetos. Ambientes com cupins requerem a desintetização prévia.

Pesquisar mais textos:

Rosana Fernandes

Título:Os benefícios do piso laminado

Autor:Rosana Fernandes(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    12-05-2014 às 12:45:43

    O piso laminado é muito bom, sua durabilidade é de quase 40 anos e são mais fáceis de manter.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • silvana 22-02-2014 às 18:17:44

    o piso laminada tem durabilidade de quantos anosposso passar pano umido no piso loaminado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios