Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Eventos > Casar ou não casar, eis a questão...

Casar ou não casar, eis a questão...

Categoria: Eventos
Visitas: 2
Comentários: 6
Casar ou não casar, eis a questão...

Antigamente não havia quem não casasse, mais que não fosse para sair de casa dos pais. Os tempos mudam e com ele mudam os costumes. São cada vez menos os jovens que assumem dar um passo tão importante como este, e grande parte dos que avançam, acaba por terminar em separação ou mesmo divórcio. Confesso que também eu já sonhei em subir ao altar. Cheguei mesmo a planear tudo, a ver quintas, a escolher alianças, a ver vestidos… o que vale é que com a internet se pode fazer grande parte disto, poupando-nos o incómodo de deslocações. A verdade é que a única vez que estive perto de subir ao altar acabou por não se concretizar e para ser sincera não estou minimamente arrependida.
Hoje já não acredito em casamentos, acho que quando existe amor não é preciso isso, embora a sociedade ainda o encare como uma mais valia na relação. O engraçado é que apesar de não acreditar, adorava ser organizadora de casamentos e continuo a ver páginas de coisas ligadas ao matrimónio. Será que no íntimo ainda é um desejo meu?
Quem sabe…

Preparar um casamento é muito complicado, há muitas decisões a tomar, envolve inúmeras situações, desde o bolo, às flores, ao catering, à música… e depois ter que conjugar tudo para que agrade aos noivos, mas também aos convidados, não é fácil. Dai que demore quase sempre um ano a planear tudo. E o mais terrível é que o dia acaba por passar a correr e lá foram uns bons euros que se gastaram. Casar é cada vez mais um negócio, mas não só para as empresas, como também para o casal que acaba sempre por receber prendas dos convidados. Não deixa de ser triste como a sociedade tem tornado as coisas materialistas. O amor não deve nem pode ser fruto de uma cultura descartável…Há mesmo pessoas que casam com a esperança que a relação irá melhorar e depois não aguentam nem um ano. Conheço inúmeros casos desses. É importante que antes de assumir um matrimónio, as pessoas estejam cientes de que é mesmo isso que querem. E se for o que os dois desejam, melhor ainda e certamente irão aproveitar o dia do casamento ao máximo.

Só dou um conselho, se não estiverem certos dos sentimentos ou se ainda não querem casar, não o façam para agradar ao parceiro, aos amigos, à família… Assim, com essa pressão, dificilmente resultará.
Tentem viver um tempo juntos
antes, que já poderá dar para tirar algumas conclusões. E não me venham dizer que querem esperar pelo dia do casamento para dormirem juntos, que isso já não existe, pelo menos nas sociedades civilizadas. O amor por si só, quando verdadeiro, é um sentimento nobre, será que precisa de rótulos?


Catarina Guedes Duarte

Título: Casar ou não casar, eis a questão...

Autor: Catarina Guedes Duarte (todos os textos)

Visitas: 2

785 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 6 )    recentes

  • SophiaSophia

    01-05-2014 às 17:11:05

    O casamento é uma benção de Deus - a família. É com ele que a pessoa constrói uma fortaleza juntos e que poderá transpor barreiras. A própria pessoa precisa estar ciente em fazer o outro feliz, ela precisa estar bem consigo mesma, primeiramente.

    ¬ Responder
  • Ana CassemiroAna Paula

    31-05-2010 às 12:51:21

    Já acreditei no amor me casei por amor, acontece que na vida a dois vc tenque estar disposto a ceder e compartilhar a maior parte dos seus sonhos com seu parceiros e durante a vida pode acontecer das prioridades docasal não ser a mesma, é aonde acontecem as brigas, sou casada a 15 anos e vejo como é difícil as vezes manter essa relação.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoBel

    03-08-2009 às 21:10:19

    O fato é que a sociedade atual tem medo de vínculos. Grandes amizades, grandes amores ou mesmo uma relação forte com outras pessoas causa medo, já que tudo hoje édescartável. Casou, não gostou? Separa! A amiga sacabeou? Separa. Não pode haver perdão, não podem existir vínculos que superem traições, raivas, magoas. Isso.. que o mundo continue egoista. Assim teremos um grande futuro pela frente.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãotema antunes faria costa

    31-03-2009 às 12:15:01

    Que foto tão intensa e o teu texto catarina, eu chorei.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoAntonio D.

    31-03-2009 às 00:13:19

    Dona fernanda, mostrou muita coragem e valor. Eu ambém acredito no Amor e como a amiga catarina diz, que venha sem rótulo...

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoFernanda

    30-03-2009 às 16:02:46

    Já fui casada, divorciada e hoje em dia viúva.

    Sou muito nova e acredito no Amor, com ou sem rótulo.

    ¬ Responder

Comentários - Casar ou não casar, eis a questão...

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Secretária em vidro

Ler próximo texto...

Tema: Mobiliário
Secretária em vidro\"Rua
A maior parte das casas tem um escritório para fazer os trabalhos relativos Á profissão ou outros. È uma divisão extremamente necessária para as pessoas se recolherem a trabalhar. Por isso o escritório deve ser um local com conforto e agradável. O ambiente torna-se extremamente importante para o recolhimento necessário e a concentração que certos trabalhos exigem. Se não se tiver no local de trabalho tem de construir-se em casa.

Em todas as profissões é útil ter uma secretária para colocar um computador portátil. Livros e outros acessórios. É uma peça de mobiliário que não se dispensa de forma nenhuma. Desde sempre que foi indispensável na escola, no escritório, na empresa. A sua funcionalidade é como a do computador que praticamente não se dispensa. Para onde se vá leva-se o computador portátil a servir de complemento.

No que diz respeito à secretária ela exige um bom material e design bonito. E de facto há secretárias muito belas desde o seu modelo ao material e design. Por exemplo uma secretária em vidro fica muito bem num escritório amplo de uma vivenda ou numa empresa particular bem decorada. Pode colocar-se também num pequeno escritório de um apartamento ou numa sala especial e decorada a gosto. Há quem prefira ter uma secretária num espaço pequeno especificamente para trabalho. Deste modo concentra-se mais nele e não pensa no que tem para fazer em casa. Ou seja, dá mais prioridade ao que eventualmente tenha que fazer numa secretária. Para além de ajudar a decorar e embelezar o espaço onde se coloca dá um certo ar de charme e gramou num ambiente. Se este for decorado com objectos bonitos de decoração e uma estante para livros dá um ar mais intelectual ao ambiente. Deste modo mais propício para o recolhimento.

Não é por acaso que muita gente prefere o seu escritório para passar as horas que dispõe no seu quotidiano ou fins – de - semana. É um local propício a pensar mais nos projectos, no trabalho e nos encargos da vida. Deste modo cada divisão da casa tem uma funcionalidade diferente e um ar distinto dos restantes.

Não quer dizer que uma secretária em vidro não fique adaptada noutro local que não seja para o trabalho de estudantes ou outros, ela pode ainda adaptar-se para embelezar ou harmonizar espaços que estejam por preencher numa casa maior ou outro local. Sem dúvida que a secretária em vidro não vai deixar mal nenhum espaço onde se coloque.

Pesquisar mais textos:

Teresa Maria Batista Gil

Título:Secretária em vidro

Autor:Teresa Maria Gil(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    20-04-2014 às 15:52:38

    Fantástico texto! A Rua Direita agradece!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios