Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Brinquedos > Brinquedos Armadilhados...

Brinquedos Armadilhados...

Categoria: Brinquedos
Visitas: 6
Comentários: 6
Brinquedos Armadilhados...

Escolher um brinquedo pode parecer tarefa fácil, mas acredite que uma má escolha se pode tornar num verdadeiro pesadelo. É a roda que sai do carro e deixa uma ponta de ferro pontiaguda de fora, é o olho do boneco que a criança arranca e mete no nariz, é o enchimento de algodão de um peluche que vai para a boca… Por isso como vê, existem muitos perigos que se deve ter em conta e como tal, na hora de comprar um brinquedo, tenha em conta diversos factores, não se esqueça que a curiosidade das crianças, fá-los descobrir coisas que nem nós pensávamos que fossem possíveis.

Os fabricantes são os responsáveis directos pela concepção e fabrico dos produtos, colocando a marca CE, porém já começam a haver casos que nem esta marca foi sinal de segurança.

Assim, analise bem e siga alguns dos conselhos que lhe damos:

- Escolha o brinquedo de acordo com a idade da criança a que se destina, ou então de acordo com o desenvolvimento mental e físico da criança;

- Leia com atenção todos os avisos e instruções do brinquedo. Há pormenores muito importantes, tais como se é resistente ao fogo, se é lavável, se não contém produtos tóxicos…

- Peça para abrir o brinquedo antes de o adquirir. Assim, poderá verificar se tem arestas cortantes, pontas, bordos ou materiais que possam magoar;

- Caso o brinquedo seja para um menor de 3 anos, certifique-se que não existem peças pequenas que facilmente possam ser destacáveis. Se for por exemplo um boneco que tenha costuras, verifique está bem selado e que a criança não conseguirá ter acesso ao enchimento;

- Os brinquedos com fios e cordões compridos, devem ser uma compra a evitar, imagine que a criança os coloca à volta do pescoço…

- Se optar por comprar patins, skates, trotinetas ou bicicletas, compre também as cotoveleiras, as joelheiras e o capacete. Ensine ainda a criança a não circular na estrada;

- Quando oferecer o brinquedo, desfaça-se da embalagem que o acondiciona, pois a criança poderá aproveitar para ingerir alguma substância ou ainda enfiá-la na cabeça;

- De tempos a tempos faça uma revisão aos brinquedos e deite fora os que estejam danificados ou que se possam revelar perigosos;

- Ensine ainda a criança a guardar os brinquedos depois de os utilizar, porque os brinquedos abandonados no chão podem provocar quedas graves;

- Quando dá o brinquedo, explique à criança a melhor maneira de brincar com ele;

- Ensine ainda a estimar os brinquedos;

- Por fim, na hora da criança ir dormir, não a deixe levar para a cama certos brinquedos que podem asfixiar.

Já alguma vez tinha pensado nestes pormenores todos? Acredito que não, mas não os descure, que lhe podem evitar muitas dores de cabeça. Não se esqueça que com as crianças todo o cuidado é pouco!



Catarina Guedes Duarte

Título: Brinquedos Armadilhados...

Autor: Catarina Guedes Duarte (todos os textos)

Visitas: 6

735 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 6 )    recentes

  • SophiaSophia

    25-04-2014 às 18:06:57

    Não havia percebido por esse lado, muito boa as dicas que colocaste, a Rua Direita agradece!

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoJosh Sousa

    19-03-2009 às 08:46:22

    Adoro os meus filhos.
    Voçes amem os voços filhos.
    Amor é o caminho.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoPaulo Antunes Guerra

    16-03-2009 às 00:02:12

    Fico muito indgnado com o comentario da Srª Mirian.

    Eu acredito que o Universo têm de estar sempre em equilibrio.

    Talvez por isso, ainda bem, que não têm filhos.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoMirian

    15-03-2009 às 20:33:45

    Não tenho filhos.

    Não quero ter filhos.

    Mas para quem têm filhos, deverá fazer todo o sentido.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoPaula Rita

    15-03-2009 às 18:48:23

    Que conselhos interessantes, no meu caso tenho reparado que os brinquedos não duram muito tempo.

    As crianças lá em casa (tenho 3, uma rapariga de 11 anos, e dois rapazes um de 7 e um de 4 anos) destroem os brinquedos em menos de 48 horas.

    Eu, com ajuda dos meus filhos, em minha casa, não me importo de receber uns trocos para efectuar testes de durabilidade de brinquedos... fica aqui o apontamento.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoHumberto Rosa

    15-03-2009 às 13:36:00

    Catarina muito obrigado pelas tuas dicas e conselhos. Tenho dois miudos e lá em casa estão sempre a existir acidentes, e quem têm miudos sabe o que digo, todo o cuidado nunca é pouco. Temos de estar sempre Alerta.

    Recordo-me, há já uns anitos ,que o meu mais novo fazia birra se para se deitar e levar sempre um brinquedo com ele. Na altura era um boneco já sem uma perna nem cabeça, diria até muito feio, mas era o seu brinquedo preferido, por isso, não podiamos fazer e para não o ouvir a gritar deixa-lo dormir com aquele espécie de brinquedo.

    ¬ Responder

Comentários - Brinquedos Armadilhados...

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O meu instrumento musical avariou!

Ler próximo texto...

Tema: Instrumentos Musicais
O meu instrumento musical avariou!\"Rua
É inevitável que, mais cedo ou mais tarde, um instrumento musical precise de reparação.

Mesmo que conheçamos bem o nosso instrumento e o consigamos arranjar, na maioria das vezes é necessário um técnico para o fazer com a melhor das qualidades.

Eventualmente, nem será necessário existir um problema com o instrumento, poderá ser apenas uma questão de manutenção. 

No caso de uma guitarra, por exemplo, qualquer instrumentista é perfeitamente capaz de substituir uma corda partida e tirar da guitarra o mesmo som que ela tinha.

No entanto, existem reparações, seja uma amolgadela no tampo ou uma tarraxa arrancada, que convêm ser feitas por técnicos especializados.

Por norma, as próprias casas que vendem instrumentos musicais efectuam essas reparações ou são capazes de aconselhar técnicos para as fazer.

Mediante o instrumento musical em questão, a reparação ou manutenção poderá ser mais cara. É sempre mais fácil arranjar um técnico que repare um piano do que um que arranje oboés.

Apesar de ser normal cuidar do nosso instrumento musical regularmente, os percalços acontecem todos os dias. Para os contornar, há sempre alguém que nos poderá aconselhar melhor do que nós próprios.

Apesar de poder sair mais caro, temos também a certeza de que o nosso instrumento foi arranjado por especialistas no assunto.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:O meu instrumento musical avariou!

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • luiz fabiano 18-02-2012 às 15:48:28

    boa tarde amigos preciso de um cabo flex da lcd da camera g70 se aulguem tiver mande um email obrigado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios