Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Brinquedos > Perigos e pedagogia dos brinquedos

Perigos e pedagogia dos brinquedos

Categoria: Brinquedos
Visitas: 6
Comentários: 3
Perigos e pedagogia dos brinquedos

Quando se fala em brinquedo se pensamos em criança, pensamos em que as agradar na hora de brincar, ou como escolher, onde encontrar?
Brinquedo é qualquer objeto ou coisa, que a criança possa usar no ato de brincar.

Existem alguns brinquedos que permitem que a criança possa usar no ato de brincar e ao mesmo tempo as ensine alguma coisa.

Existem muitos brinquedos que o ajudam no desenvolvimento do raciocínio ou aqueles que os desenvolve na vida social da criança, especialmente aqueles usados em jogo cooperativista.

Os brinquedos são de uma importância muito grande na vida de uma criança, pois desenvolve a psicomotricidade da criança e ao mesmo tempo educa.

O brinquedo é importante por proporcionar o desenvolvimento e do raciocínio e de sua auto-estima.

Os brinquedos também podem ser usar no tratamento psicoterapêutico no ludo terapia com a criança e também em caso de problemas emocionais, causado por vários factores: distúrbios do comportamento ou rendimento escolar.

Os brinquedos têm um papel importante na vida de uma criança.
No século XIX os brinquedos eram feitos em casa ou fabricado por artesão.

Já no século actual eles são fabricados por grandes comercializa dores.

E Por isso a parti do século XX, muitos países criaram leis que proíbe venda de brinquedos considerados muito perigosos, por usar material que contenha substância tóxica, que são muito perigosos para saúde da criança.

Há também hoje leis que precisa o fabricante dizer para qual a idade da criança estes brinquedos servem, por ter peças de tamanho inadequado há brinquedo que em que suas peças são tão pequenas que é fácil de engolir, pois a maioria das crianças de um a quatro anos sempre gosta de por os brinquedos na boca, todo o cuidado é pouco com brinquedos fora da faixa etária.

Estas leis também dão direito ao governo de recolher do mercado os brinquedos, se este não estiver de acordo com elas.
Antigamente a criança criava seu próprio brinquedo, que facilitava e estimulava o seu raciocínio e sua criatividade.

Com umas latas vazias se criava certos tipos de carrinhos. Hoje é outro tempo, outra maneira de brincar, tudo é mais fácil.

Também existem os brinquedos adequado para bebés que varia de zero a doze messes, que são brinquedos que canta, ou seja, emite sons ou melhor musicas brinquedo estes que podemos pendurar sobre o berço do bebé, estes brinquedos estimula a visão e a audição como também sua coordenação motora.

Hoje existe uma variedade de brinquedos para a criança de dois a seis anos, a criança nesta idade ela gosta de explorar o mundo a sua volta, existem blocos de montar que ajuda a criança a fortalecer os músculos e desenvolver sua criatividade.

As crianças desta faixa etária são altamente imaginativas e muita destas imaginações é direccionada aos brinquedos como: bonecos, bonecos super-herói que são transformados em seus grandes amigos, ou melhor, eles acha que são os próprios bonecos e com os blocos de montar eles transforma em sua própria casa ou cidades.

Já a partir do sexto ano de vida a criança começa a fazer das brincadeiras o faz-de-conta, como brincar com boneca, fazem de conta que são os pais.

Nesta fase eles dão vida ao seres imaginários e incorporamos as suas próprias vidas.

É na imaginação que os brinquedos atuam, ela cria a sua própria historia.

A criança tem uma vida toda pela frente, ou seja, ela é criança uma única vez.


Waldiney Melo

Título: Perigos e pedagogia dos brinquedos

Autor: Waldiney (todos os textos)

Visitas: 6

771 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • SophiaSophia

    25-04-2014 às 18:14:00

    Os brinquedos são lembranças que ficam para sempre. Mesmo após a idade adulta, adoro brincar seja de qualquer tipo e natureza. Muito bom o seu texto!

    ¬ Responder
  • umdolitoys

    23-01-2013 às 05:48:33

    Super interessante e estou totalmente de acordo com tudo o que é escrito!


    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoBetinho

    15-03-2009 às 12:35:11

    Gostei muito do teu texto Waldiney, eu tenho um bébézinho de 7 meses.

    ¬ Responder

Comentários - Perigos e pedagogia dos brinquedos

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O que é uma Open House?

Ler próximo texto...

Tema: Imóveis Venda
O que é uma Open House?\"Rua
Este é um tema que vem pôr muito a lindo o trabalho de alguns mediadores imobiliários e do seu trabalho.

Quando temos um imóvel para vender, muitos são os métodos a utilizar e os meios que nos levam até eles para termos o nosso objetivo cumprido – A venda da Casa.
Quando entregamos o nosso imóvel para que uma mediadora o comercialize, alguns aspetos têm de ser tidos em conta, como a legalidade da empresa e quem será a pessoa responsável pela divulgação da sua casa, mas a ansia de vermos o negócio concretizado é tanta, que muitas vezes nos escapa a forma como fazem a referida divulgação e publicidade do imóvel.

Entre anúncios na internet e as conhecidas folhas nas montras dos estabelecimentos autorizados, muitas mediadoras optam por fazer uma ação que está agora muito em voga que é uma Open House. Mas afinal, o que é isto de nome estrangeiro que tanto se vê pelas ruas e em folhetos de anúncio?

Ora bem, a designação em Português é muito simples – Casa Aberta. E na realidade, uma Open House é isso mesmo. Abrir uma Casa para que todos a possam ver. NO entanto, requerem-se alguns aspetos que as mediadoras normalmente preveem, mas que é fundamental que o proprietário do imóvel também tenha consciência e conhecimento.

Por norma as imobiliárias só fazem este tipo de intervenção e ação em imóveis que têm como exclusivo, isto é, quando é uma só determinada mediadora, a autorizada a poder comercializar o imóvel.

Em segundo lugar, este tipo de ação de destaque requer à mediadora custos com tempo, recursos humanos e financeiros.
A mediadora começa por marcar um dia próprio que por norma é datado para um feriado ou fim de semana. Faz então publicidade local através de folhetos e flyres anunciando a Open House, o dia e a hora, tal como o local. Muito provavelmente serão tiradas fotografias ao seu imóvel.

Através de redes sociais também poderão ser divulgadas as ações.
No dia da Open House, o local será indicado com publicidade da sua casa e da imobiliária e começarão a aparecer visitas ao imóvel.

Sugiro que não tenha mobiliário e muito menos valores em casa. O ideal será o imóvel estar desocupado de todos e quaisquer bens, por uma questão de segurança, mas também porque as áreas parecerão maiores e isso com toda a certeza ajuda à venda.

A imobiliária será responsável pela limpeza e trato do imóvel, pelo que se ocorrerem danos, serão eles os responsáveis.
Neste tipo de ações, é normal que a concorrência das imobiliárias apareça e faça parcerias que para si só trará vantagens.

Uma Open House pode não ser uma ação de destaque em Portugal, mas por exemplo nos Estados Unidos, é o normal e mais agradável. Os clientes não se sentem pressionados como numa visita normal e os negócios concretizam-se com muito mais rapidez e naturalidade.

Pesquisar mais textos:

Carla Horta

Título:O que é uma Open House?

Autor:Carla Horta(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios