Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Eventos > 1º Taça Libertadores Da América Do Atlético Mineiro.

1º Taça Libertadores Da América Do Atlético Mineiro.

Categoria: Eventos
Comentários: 2
1º Taça Libertadores Da América Do Atlético Mineiro.

Hoje é uma data histórica para a torcida e clube de futebol Atlético Mineiro, pois foi hoje dia 25 de julho de 2013 as 01h22min que esta equipe conquistou seu primeiro titulo na competição sul-americana.

O titulo almejado por longo tempo pelo clube e sua fiel e apaixonada torcida, a principio o artigo parece escrito por um torcedor do clube, mais se trata de fazer valer ao esforço e dedicação do clube na conquista do titulo, sendo que o escritor é torcedor do maior rival do atlético mineiro, o cruzeiro.

Sou consciente do artigo que escreve e sei que serei questionado se valendo que escrevo pela espectacular conquista deste titulo pelo Atlético Mineiro em vista que este clube vem de uma ascensão desde o ano de 2012 quando vou vice-campeão do campeonato brasileiro e conquistando a vaga almejada para a competição sul-americana.

O clube venceu no tempo regulamentar o clube paraguaio do Olímpia pelo placar de 2x0 igualando o placar sofrido na primeira partida no Paraguai e devido na prorrogação o placar continuar o mesmo o titulo foi decidido nas cobranças de pênaltis, o qual o placar foi de 4x2 para o clube mineiro, permitindo que uma torcida com mais de 70 mil torcedores reunidos no estádio Mineirão comemorassem um titulo tão sonhado.

A campanha que o clube Atlético Mineiro fez na competição sul-americana foi impecável e decisiva para a conquista do titulo, e o que despertou o interesse de escrever este artigo, pois mesmo sendo torcedor do clube adversário sei que não posso deixar de parabenizar ao clube atleticano pela conquista e por conseguir elevar o nome do estado mineiro internacionalmente com esta conquista. Saber que o titulo da copa libertadores da América foi conquistada por um clube brasileiro já é uma alegria mais saber que este titulo é mineiro alegra muito mais.

A alegria em Minas Gerais por esta conquista é impressionante, chega a contagiar a qualquer pessoa, e posso dizer que a torcida foi essencial para essa conquista. Uma torcida como a que esteve ontem no estádio do Mineirão e nos demais jogos do clube fez uma grande diferença para esta conquista.

Uma torcida que esteve com o clube durante períodos conturbados ao qual o clube enfrentou em anos passados, mais que movida por uma enorme paixão a este clube nunca desistiu de sonhar com um time competitivo e com títulos inéditos para a equipe.

E esta copa libertadores da América foi vencida nas quatro linhas do campo e por uma torcida fiel nas arquibancadas. Uma torcida que embalou o Atlético durante a competição na fase de grupos aos gritos de “CAIU NO HORTO TÁ MORTO”e viu o clube vencer todas as partidas disputadas no estádio Independência no bairro horto em Belo horizonte, já na fase quartas de final da competição os torcedores se emocionaram ao ver quase uma eliminação certa aos 47 minutos do segundo tempo em pênalti a favor da equipe mexicana do Tijuana que caso convertida em gol seria a eliminação da competição do atlético um verdadeiro milagre aos olhos dos torcedores a defesa do goleiro Victor, e se não bastasse no jogo das semifinais contra a equipe argentina do Newell's Old Boys onde o time precisaria de uma vitória de 2x0 para levar a disputa para os pênaltis a torcida provou seu amor a clube e quando os jogadores pareciam desmotivados e sem forças para lutar um novo grito se entoou pela torcida “EU ACREDITO” e mais uma vez o inacreditável aconteceu, o atlético conquistou a vitória pelo placar de 2x0 e na disputa de pênalti venceu o jogo, e no jogo de ontem não foi diferente,com a torcida cantando, gritando, apoiando, chorando conseguiram aos gritos de “EU ACREDITO” ver o clube Atlético Mineiro se tornar o campeão das Américas de 2013.

E finalizo este artigo parabenizando mais uma vez a equipe campeã de 2013 da Copa Libertadores da América.
“CLUBE ATLÉTICO MINEIRO”!


Rodrigo Junio Ferreira

Título: 1º Taça Libertadores Da América Do Atlético Mineiro.

Autor: Rodrigo Junio Ferreira (todos os textos)

Visitas: 0

783 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãoto

    09-09-2013 às 21:15:36

    maravilhoso , adorei, obrigado

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãopedro

    25-08-2013 às 22:00:49

    bonito, gostei muito, obrigado

    ¬ Responder

Comentários - 1º Taça Libertadores Da América Do Atlético Mineiro.

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Pulp Fiction: 20 anos depois

Ler próximo texto...

Tema: Arte
Pulp Fiction: 20 anos depois\"Rua
Faz hoje 20 anos que estreou um dos mais importantes ícones cinematográficos americanos.

Pulp Fiction é um marco do cinema, que atirou para a ribalta Quentin Tarantino e as suas ideias controversas (ainda poucos tinham visto o brilhante “Cães Danados”).

Repleto de referências ao cinema dos anos 70 e com uma escolha de casting excepcional, Pulp Fiction conquistou o público com um discurso incisivo (os monólogos bíblicos de Samuel L. Jackson são um exemplo disso), uma violência propositadamente mordaz e uma não linearidade na sucessão dos acontecimentos, tudo isto, associado a um ritmo alucinante.

As três narrativas principais entrelaçadas de dois assassinos, um pugilista e um casal, valeram-lhe a nomeação para sete Óscares da Academia, acabando por vencer na categoria de Melhor Argumento Original, ganhando também o Globo de Ouro para Melhor Argumento e a Palma D'Ouro do Festival de Cannes para Melhor Filme.

O elenco era composto por nomes como John Travolta, Samuel L. Jackson, Bruce Willis, Uma Thurman e (porque há um português em cada canto do mundo) Maria de Medeiros.

Para muitos a sua banda sonora continua a constar na lista das melhores de sempre, e na memória cinéfila, ficam eternamente, os passos de dança de Uma Thurman e Travolta.

As personagens pareciam ser feitas à medida de cada actor.
Para John Travolta, até então conhecido pelos musicais “Grease” e “Febre de Sábado à Noite”, dar vida a Vincent Vega foi como um renascer na sua carreira.

Uma Thurman começou por recusar o papel de Mia Wallace, mas Tarantino soube ser persuasivo e leu-lhe o guião ao telefone até ela o aceitar.

Começava ali uma parceria profissional (como é habitual de Tarantino) que voltaria ao topo do sucesso com “Kill Bill”, quase 10 anos depois.

Com um humor negro afiadíssimo, Tarantino provou em 1994 que veio para revolucionar o cinema independente americano e nasceu aí uma inspirada carreira de sucesso, que ainda hoje é politicamente incorrecta, contradizendo-se da restante indústria.

Pulp Fiction é uma obra genial. Uma obra crua e simultaneamente refrescante, que sobreviveu ao tempo e se tornou um clássico.
Pulp Fiction foi uma lição de cinema!

Curiosidade Cinéfila:
pulp fiction ou revista pulp são nomes dados a revistas feitas com papel de baixa qualidade a partir do início de 1900. Essas revistas geralmente eram dedicadas às histórias de fantasia e ficção científica e o termo “pulp fiction” foi usado para descrever histórias de qualidade menor ou absurdas.

Pesquisar mais textos:

Carla Correia

Título:Pulp Fiction: 20 anos depois

Autor:Carla Correia(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios