Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Eventos > Como organizar uma festa de aniversario

Como organizar uma festa de aniversario

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Eventos
Comentários: 3
Como organizar uma festa de aniversario

Os nossos filhos são o que de melhor temos na nossa vida, por um sorriso deles somos capazes de fazer tudo ou quase tudo. As crianças adoram fazer anos e uma festa de aniversario alegre e bonita é motivo de orgulho não só para eles, como para nós e para os avós babados.
Para o seu filho(a) ter uma festa de arromba a ruadireita deixa-lhe algumas dicas de como delinear os preparativos.

O tema da festa é um dos elementos mais importantes, é este que vai condicionar todas as outras tomadas de decisões. Imagine que ele ama jogar futebol, pode fazer os convites com o formato de bola de futebol e preparar toda a decoração consoante o tema. O bolo de anos pode ter a forma de um campo de futebol ou até mesmo de uma bola de futebol com o símbolo da equipa preferida dele.

Depois de escolhido o tema é hora de escolher onde pretende fazer a festa. Fazer um aniversario em casa embora seja mais trabalhoso acaba por ser bem mais económico. Caso tenha possibilidade pode contratar um empresa especializada na organização de festas de aniversários, estas dão o espaço e tratam de todos os pormenores. Caso viva num apartamento e não possa gastar grandes quantias de dinheiro uma boa solução é levar os miúdos ao Mcdonalds ou Bowling.

Elabore juntamente com o seu filho a lista de convidados e compre os convites de aniversario. Se quiser poupar dinheiro pode tentar fazer os convites em casa. Não se esqueça que devem estar de acordo com o tema escolhido, devem conter a data, a hora do inicio e do final da festa e o seu contacto telefónico. Pode também colocar uma mapa com a direção da sua casa.
Estes devem ser entregues duas semanas antes da festa.

A decoração, como já foi dito, depende bastante da temática escolhida, pode juntar também a esta balões e fitas que ficam sempre bem em qualquer festa.

Prepare um menu simples e saboroso com salgados, pizzas, frango, batatas fritas, pão, bebidas e claro o que não deve faltar, os doces! Escolha o bolo também de acordo com o tema da festa..

Uma das partes mais importantes da festa é a animação, deve escolher algumas músicas agradáveis para colocar, pode contratar uns palhaços, mágicos, alugar parques insufláveis e preparar alguns jogos. Existem jogos que são bastantes simples e que as crianças adoram brincar! Não se esqueça que deve sempre ter em conta a idade do aniversariante para escolher entre as inúmeras hipóteses.

Por último não se esqueça de comprar umas guloseimas ou uns brinde para dar como lembrança aos convidados. Uma sugestão bastante pratica é comprar vários tipos de gomas, chupas e rebuçados, pode também juntar um lápis ou uma caneta e fazer um embrulho com a forma de um rebuçado. Os miúdos irão adorar


Rua Direita

Título: Como organizar uma festa de aniversario

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 0

789 

Imagem por: Pink Sherbet Photography

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • Carla HortaCarla Horta

    15-09-2012 às 23:48:35

    Se o crise financeira afectou a sua casa e os valores que se gastam não está dentro das suas possibilidades,o melhor é ser você a cozinhar tudo em casa. Salgadinhos e pizzas não é complicado de fazer. mas na parte da diversão da festa, não lhe vai custar nada se fizer jogos com os mais pequenos. Uma alternativa a tudo isto é fazer uma festa pijama. Uma dormida fora dá uma excelente festa

    ¬ Responder
  • barbarabarbara

    14-04-2012 às 19:41:36

    E MUITO COMPLICADO FAZER UMA FESTA SIMPLES PARA MINHA FILHA;GOSTORIA DE UMA DICA.

    ¬ Responder
  • graciele rochagraciele rocha

    08-04-2011 às 00:00:29

    esta muito lindo essa fotos

    ¬ Responder

Comentários - Como organizar uma festa de aniversario

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Boyhood um filme que você não espera muito, mas encontra bastante.

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: DVD Filmes
Boyhood um filme que você não espera muito, mas encontra bastante.\"Rua
Finalmente assisti Boyhood. O filme sugerido por um amigo há alguns dias atrás que, tirando o fato de ser sido feito em 12 anos, nunca tinha me chamado a atenção. Lembro de visto os comentários na época do Oscar, mas mesmo assim não estava empenhado em vê-lo.

Quando me falaram que era estilo real life, torci mais ainda o nariz, achando que veria algo no esquema, “Atividade Paranormal”, que para mim usa a desculpa de “semidocumental” para justificar péssimas atuações.
No entanto, mesmo com a expectativa baixa, nas primeiras cenas do filme já comecei a mudar de ideia e conforme o mesmo avançava iam surgindo frases do tipo: “Opa, talvez só pela trilha sonora já valha a pena! ”, ou “Caraca, essas crianças estão ótimas nesses papéis! ”, ou ainda “Até o Ethan Hawke, está legal nesse filme! ”. Até passar da metade e começarem os comentários tipo: “Ah meu Deus, não quero plot twist, quero que tudo acabe bem com o Mason e sua família”, ou “Por favor sem surpresas no final, eu quero apenas um final feliz! ”.

Eu realmente fiquei muito surpreso com o filme. (SPOILLERS daqui pra frente). Não com o roteiro e como eu disse acima: ainda bem. A história e super comum. O final é comum como o esperado, com exceção da Mãe de Mason, Olivia Ewans. Esta só teve o seu digno final na cerimônia do Oscar quando a atriz Patrícia Arquete, que interpretou a mãe, venceu como atriz coadjuvante, e fez um discurso muito bom sobre a igualdade de direitos entre homens e mulheres.

No filme as situações lembram bastante a realidade, destaco uma cena em que o Ethan Hawke, está conversando com sua nova esposa em uma festa para comemorar a formatura de Mason no colegial e sua ex-sogra, fica interrogando-os com algum assunto qualquer, depois que ela saiu de perto deles eles ficam rindo e fazendo umas caretas comentando tipo: “que conversa estranha! ”, ou algo assim, coisas que todos fazemos, mas muitas vezes nem reparamos. Esses tipos de detalhes do cotidiano foram muito bem captados, pelo diretor e exposto de forma muito natural.

Fica essa dica de um filme muito interessante, que vale a pena ser visto por toda a família, inclusive para quem tem olhos mais clínicos, pois poderá perceber sutilezas nos cenários e nos diálogos que foram muito bem construídos.

Pesquisar mais textos:

Jhon Erik Voese

Título:Boyhood um filme que você não espera muito, mas encontra bastante.

Autor:Jhon Erik Voese(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Leputs 20-08-2015 às 22:32:59

    Boa critica, vim por recomendação de um user de um fórum e acabei lendo suas outras resenhas, na minha opinião as primeiras resenhas que você fez eram mais profissionais, agora elas estão pendendo mais para um lado "não crítico". Recomendo você dar uma relida nas antigas que da para aproveitar muita coisa.
    No mais curti muito sua forma de interpretação e relato. Parabéns.

    ¬ Responder
  • Jhon Erik VoeseJhon Erik Voese

    21-08-2015 às 23:42:37

    Opa obrigado pelo seu tempo e pelo conselho.
    Sem querer me justificar, mas já o fazendo ainda estou trabalhando nesse meu estilo de escrita e por isso tenho experimentado um pouco. Meu intuito na verdade era buscar um diferencial nas críticas e resenhas sem ficar muito preso a somente descrição da obra, mas realmente ser parcial, ou até passional, como você pode ler nessa última, até pra gerar debates e expor um pouco do que eu "senti" logo que terminei de ver os filme, ou de ler os livros. Mas seu conselho está anotado, pois entendo que tenho que encontrar um equilíbrio entre a paixão e o profissional, para que não vire um relato de diário. Mais uma vez agradeço pelo feedback e espero que continue acompanhando, pois muito virá depois destes!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios