Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Eventos > Convite para Chá de Bebê

Convite para Chá de Bebê

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Eventos
Visitas: 4
Convite para Chá de Bebê

O chá de bebé tomou espaço nas mais diversas culturas, e se tornou uma festinha popular, embora sem ter um carácter oficial. Antes dedicado apenas às mulheres, atualmente este encontro já pode contar com a presença do público masculino, o futuro pai e seus amigos. O sucesso vai depender, sobretudo, da organização da festa e, nessa preparação, o convite é item indispensável.

Por não ser uma formalidade, o convite para o Chá de Bebé pode ser feito verbalmente, por telefone ou contacto pessoal. Entretanto, a convocação escrita continua sendo a forma mais adequada, especialmente para dificultar que caia no esquecimento. Pensando nisso, não convide com muita antecedência, mas em um tempo hábil para que o convidado possa comprar o seu presente.

Antes de montar e enviar convites, é ideal listar os convidados. Com base nessa lista e nas formas de contacto que dispõe com os convidados, você poderá decidir se a convocação será virtual ou com convites tradicionais impressos. Sob qualquer forma, devem ficar claras as informações de data, horário e local do evento, e também deve constar o nome da futura mãe e o do bebé, caso ele já tenha nome, além do presente esperado. Pedir a confirmação da presença ajuda a calcular o número aproximado de pessoas que serão rececionadas.

Elabore um texto conciso, mas que valorize as pessoas convidadas. Faça uso de palavras corteses e apropriadas, convencendo cada convidado de que sua presença é indispensável e única.

Se optar por convites impressos, poderá adquiri-los em papelarias, encomendar a uma gráfica um modelo personalizado, ou confecionar em papel, cartão, emborrachado, PVC ou bisquit, imprimindo ao convite o seu estilo e um toque especial de carinho. O envio pode ser feito pelos correios ou pessoalmente.

Caso sua preferência seja por convites virtuais, poderá pesquisar modelos prontos na internet, em sítios especializados, ou montar em programas específicos como o Corel Draw ou Photoshop. Postar vídeos na rede é outra opção. Crie uma apresentação simples no Power Point ou um filme curto. Ambos os formatos podem ser enviados por correio eletrónico, ou disponibilizado em link para ser baixado, via internet.

Convites enviados, atenha-se aos detalhes, definindo duração, ambiente, motivos da decoração, atividades, brincadeiras, jogos, lanches e aperitivos, materiais necessários e disponíveis, orçamento e recursos financeiros. Próximo ao evento, confirme as presenças, e durante a festa aproveite ao máximo. Cuide, apenas, para que o ponto alto seja a alegria.


Hediene

Título: Convite para Chá de Bebê

Autor: Hediene Hediene (todos os textos)

Visitas: 4

805 

Imagem por: kathryn_rotondo

Comentários - Convite para Chá de Bebê

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Martelos e marrettas

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Ferramentas
Martelos e marrettas\"Rua
Os martelos e as marretas são, digamos assim, da mesma família. As marretas poderiam apelidar-se de “martelos com cauda”. Elas são bastante mais robustas e mantêm as devidas distâncias: o cabo é maior.

Ambos constituem, na sua génese, amplificadores de força destinados a converter o trabalho mecânico em energia cinética e pressão.

Com origem no latim medieval martellu, o martelo é um instrumento utilizado para “cacetear” objectos, com propósitos vários, pelo que o seu uso perpassa áreas como o Direito, a medicina, a carpintaria, a indústria pesada, a escultura, o desporto, as manifestações culturais, etcétera, variando, naturalmente, de formas, tamanhos e materiais de composição.

A diversidade dos martelos é, realmente, espantosa. O mascoto, por exemplo, é um martelo grande empregue no fabrico de moedas. Com a crise económica que assola o mundo actualmente, já se imaginam os governantes, a par dos banqueiros, de martelo em punho para que não falte nada às populações…

Há também o marrão que, mais do que o “papa-livros” que tira boas notas a tudo, constitui um grande martelo de ferro, adequado para partir pedra. Sempre poupa trabalho à pobre água mole…

O martelo de cozinha serve para amaciar carne. Daquela que se vai preparar, claro está, e não da de quem aparecer no entretanto para nos martelar a paciência…!

Já no âmbito desportivo, o lançamento do martelo representa uma das provas olímpicas, tendo sido recentemente adoptado na modalidade feminina. Imagine-se se, em vez do martelo, se lançasse a marreta… seria, certamente, mesmo sem juiz nem tribunal, a martelada que sentenciaria a sorte, ou melhor, o azar de alguém!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Martelos e marrettas

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: kathryn_rotondo

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios