Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Internet > Como se cadastrar no Facebook

Como se cadastrar no Facebook

Categoria: Internet
Comentários: 3
Como se cadastrar no Facebook

O Facebook é uma plataforma que permite criar uma página sua que depois é utilizada para partilhar informações sobre si e encontrar amigos. Apesar do Facebook ser maioritariamente utilizado para reencontrar amigos antigos e manter um contacto mais próximo com os atuais também serve para fazer novos amigos.

Para se cadastrar deve ir ao site www.facebook.com e prestar atenção à zona do lado direito do ecrã onde vai aparecer o título ‘’Regista-te’’ abaixo desse título existem caixas de texto com as informações que são necessárias ao seu cadastro. Deve inserir em cada caixa as suas informações corretas: Nome Próprio, Sobrenome, O teu e-mail, Palavra-passe, Data de Nascimento, Sexo. De seguida, depois de todas as informações inseridas e verificadas, deves clicar com o rato no botão verde onde diz ‘’Regista-te’’.

A partir deste último passo a tua página de Facebook está criada deves agora seguir os passos seguintes para encontrares amigos. Deves preencher a restante informação sobre ti e inserir alguns pormenores da tua vida que vão ajudar o motor de busca a sugerir-te pessoas que passaram pelas mesmas escolas e pelos mesmos locais de trabalho. Desta forma, poderás, mais rapidamente, encontrar pessoas conhecidas em diferentes alturas da tua vida e adicioná-las aos teus amigos.

No primeiro passo que te apresentam podes colocar o teu e-mail e, através dos contactos que lá tens, o facebook vai apresentar-te alguns perfis de contactos teus e poderás adicionar esses amigos rapidamente.
No segundo passo deves inserir o nome da tua escola secundária, da faculdade, do empregador, da tua cidade atual e da tua naturalidade. Abaixo de cada informação que coloques tens a opção de tornar essa opção pública, isto é, todos a poderão visualizar ou definir quem queres que possa aceder a essas informações.

O Facebook, como tudo o que envolve muitas pessoas diferentes, é muito interessante mas também tem os seus inconvenientes. Não é por isso que deve deixar de se registar. Até porque cada um sabe o que faz com o seu registo e qual é o seu objectivo com as ações que pratica. Tenha alguns cuidados principalmente se o perfil for criado para crianças. Explique-lhes como tudo funciona para que o Facebook seja uma plataforma divertida e de interesse de todos.

Boas conversas!


Rua Direita

Título: Como se cadastrar no Facebook

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 0

603 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • Carina Anjo

    04-11-2014 às 11:39:59

    Claro, Rafaela! Devemos publicar somente o que quisermos que seja público e esteja ao alcance de todos.

    ¬ Responder
  • Rafaela CoronelRafaela

    26-10-2014 às 02:33:28

    É bem fácil e simples fazer o cadastro no facebook, só o que é mais chato é preencher todas aquelas informações. Muito demorado e temos que privar algumas coisas, pois as pessoas são muito maldosas e invejosas. Muito cuidado com o que publica e coloca informações sobre sua vida.

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    18-04-2014 às 23:21:51

    A Rua Direita agradece pelas explicações!

    ¬ Responder

Comentários - Como se cadastrar no Facebook

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O meu instrumento musical avariou!

Ler próximo texto...

Tema: Instrumentos Musicais
O meu instrumento musical avariou!\"Rua
É inevitável que, mais cedo ou mais tarde, um instrumento musical precise de reparação.

Mesmo que conheçamos bem o nosso instrumento e o consigamos arranjar, na maioria das vezes é necessário um técnico para o fazer com a melhor das qualidades.

Eventualmente, nem será necessário existir um problema com o instrumento, poderá ser apenas uma questão de manutenção. 

No caso de uma guitarra, por exemplo, qualquer instrumentista é perfeitamente capaz de substituir uma corda partida e tirar da guitarra o mesmo som que ela tinha.

No entanto, existem reparações, seja uma amolgadela no tampo ou uma tarraxa arrancada, que convêm ser feitas por técnicos especializados.

Por norma, as próprias casas que vendem instrumentos musicais efectuam essas reparações ou são capazes de aconselhar técnicos para as fazer.

Mediante o instrumento musical em questão, a reparação ou manutenção poderá ser mais cara. É sempre mais fácil arranjar um técnico que repare um piano do que um que arranje oboés.

Apesar de ser normal cuidar do nosso instrumento musical regularmente, os percalços acontecem todos os dias. Para os contornar, há sempre alguém que nos poderá aconselhar melhor do que nós próprios.

Apesar de poder sair mais caro, temos também a certeza de que o nosso instrumento foi arranjado por especialistas no assunto.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:O meu instrumento musical avariou!

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • luiz fabiano 18-02-2012 às 15:48:28

    boa tarde amigos preciso de um cabo flex da lcd da camera g70 se aulguem tiver mande um email obrigado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios