Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Serviços > Serviços para todo o Serviço

Serviços para todo o Serviço

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Serviços
Comentários: 1
Serviços para todo o Serviço

Que estamos todos cada vez menos jovens, todos sabemos, mas será que temos de facto consciência que muitos de nós dependeremos um dia mais tarde dos outros? Vivemos num corrupio sobrenatural e nem damos conta da velhice que se aproxima a cada minuto que passa. Lá paramos de vez em quando e pensamos na reforma, na altura em que vamos finalmente descansar e para os mais filosóficos, a imaginação pode levar ao pensamento da forma como podemos morrer, mas pensamos de facto na fase intermédia à reforma merecida e à nossa própria morte? Imaginamo-nos a depender de outros para as coisas mais básicas que hoje, plenos da nossa vitalidade e juventude, fazemos instintivamente? Pois bem, existem milhares de idosos por esse mundo fora nessa mesma situação e nós a maior parte das vezes nem damos por eles.

Quem percorre as ruas de Lisboa, Porto ou Coimbra (entre outras cidades Portuguesas), com alguma certeza já se apercebeu de uns serviços recentes, bastante úteis e gratuitos. São os chamados Serviços para todo o Serviço.

Por norma, associados a coletividades e associações, ou até mesmo subsidiados pelas Juntas de Freguesia, estes serviços ajudam uma vasta população, normalmente mais idosa e que por força do cansaço e limitações, já não conseguem enfrentar uma subida a um banco ou ao apertar de um parafuso.

Com uma taxa de população cada vez mais envelhecida, muitos são os casos em que os nossos velhotes se fecham em casa rodeados de necessidades que aos nossos olhos, são meras trocas de lâmpadas, mas que para eles são verdadeiras epopeias.

Assim, e na vontade de ver a torneira parar de pingar ou de pendurar a persiana que caiu, os mais incapacitados contactam a organização coordenadora e num instante os “nossos velhotes” são auxiliados.

São prestados serviços básicos de pequenos arranjos em casa para que o conforto seja mantido nos lares dos idosos.

Os serviços costumam ser gratuitos, mas se pagos, o seu valor é o que o idoso puder dar.

Para usufruir deste serviço, o idoso tem de estar normalmente associado à coletividade ou inscrever-se na Junta de Freguesia onde reside. Estes locais, têm normalmente conhecimento das dificuldades dos idosos, quer a nível financeiro, quer a nível de saúde, visto muitas vezes serem assegurados por estas entidades, o transporte para tratamentos nos Centros de Saúde.

Ajudar não custa nada, mesmo que seja ajudar o velhote a atravessar a estrada, mas é necessário mais do que isso. Estes serviços são prestados por homens trabalhadores que obviamente além do arranjo, trocam as tais palavrinhas tão valiosas para quem sabe mais que uma biblioteca. Os idosos!


Carla Horta

Título: Serviços para todo o Serviço

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 0

601 

Imagem por: Marco Toet

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • SophiaSophia

    31-05-2014 às 03:38:40

    Não sabia que existia esse tipo de serviço, parece ser bem útil para as pessoas. Muito bom!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - Serviços para todo o Serviço

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como cuidar de Plantas de interior

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Bricolage Jardim
Como cuidar de Plantas de interior\"Rua
Cada planta tem um comportamento diferente, vou colocar aqui alguns cuidados que servem para a maioria delas.

LUZ:

Os principais erros no cultivo de plantas de interior é a falta de luz.
Se elas estiverem em locais onde não há luz suficiente, isso pode ser corrigido com a instalação de luz artificial, existe no mercado lâmpada que imitam a luz natural.


TEMPERATURA:

Mudanças bruscas de temperatura retardam e até paralisa o crescimento da planta, bem como causa a queda de folhas.


UMIDADE:

A maioria das plantas necessita de uma umidade atmosférica adequada.
Normalmente notamos que a planta não está com a umidade correta quando acontece ficarem amarelas e a queda de folhas.


IRRIGAÇÃO:

Conselhos básicos:
Uma planta em fase de crescimento vai precisar de mais água que uma que está em fase de dormência, ou já atingiu o seu tamanho adulto.
Durante a floração a planta precisa de mais água que em sua fase de crescimento
Em ambientes internos mais quentes é evidente que a planta vai precisar de mais águas que em ambientes mais frios.
Para saber qual é o momento exato de molhar, enfie o dedo no substrato, se sentir ele seco, chegou a hora

FERTILIZANTE:

Para que a planta tenha um desenvolvimento harmonioso convém usar periodicamente de fertilizantes que podem ser líquido ou sólidos.
No mercado existe a venda fertilizante com fórmulas específicas para cada planta.
Após a utilização do fertilizante regue a planta.

LIMPEZA:

Faça regularmente a limpeza de folhas secas e caule, pois elas são bastante positivas não só esteticamente como para a saúde das plantas.
Se estiver acumulada muita poeira sobre as folhas, espane, e depois passe um pano húmido
Atenção: Existe algumas espécies, que tem as folhas aveludadas, tipo a Violeta Africana, Begônia Rex, etc. que não deve ser colocada água é só usar uma escovinha bem macia.

TROCA DE VASO:

De uma maneira geral após 1 ou 2 anos as plantas de interior devem ser colocadas em vasos de tamanho maior.
Isso deve ser feito porque as raízes passam a ocupar um grande espaço e também porque o substrato vai perdendo sua composição inicial.
A época mais adequada varia de planta para planta, algumas devem ser feitas na primavera e outras quando estão na fase de repouso.
Aproveite para obterem mudas, separando brotos e dividindo touceiras.

Pesquisar mais textos:

Miguel Pereira

Título:Como cuidar de Plantas de interior

Autor:Miguel Pereira(todos os textos)

Imagem por: Marco Toet

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Briana AlvesBriana

    13-10-2014 às 04:09:31

    Muito bom! É tão gratificante cuidar de plantas. A gente vê o quanto elas florescem quando são bem-cuidadas. Amei as dicas!

    ¬ Responder
  • Rua DireitaRua Direita

    18-04-2014 às 22:36:55

    Fantástico seu texto, a Rua Direita agradece!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios