Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > DVD Filmes > Quando queremos ver um filme

Quando queremos ver um filme

Categoria: DVD Filmes
Quando queremos ver um filme

Ver um bom filme é uma forma eleita por muitas pessoas para uns merecidos instantes de descanso e descontracção. A questão é que, inúmeras vezes, quando se pára para ter esses momentos, os canais de televisão não satisfazem o desejo de uma película que se coadune com o actual estado de espírito. Ou há-de ser muita violência, quando o que se precisa é de paz, ou um enredo muito triste, quando se sente necessidade de rir, ou um argumento demasiado parado, quando se requer estímulo para a acção. Também acontece em algumas fitas, que mais parecem uma manta de retalhos, não se perceber o alinhamento das cenas, consubstanciando a séria desconfiança de que não se trata de uma verdadeira história e de que alguém talvez se tivesse esquecido de elaborar o guião!

Independentemente disso, há películas para todos os gostos, com lágrimas para os mais chorões, suspiros profundos para os românticos, palavrões e pancada para os “durões”, suspense para as almas mais despertas, e até sustos de alta qualidade para os amantes do terror. É bom que a coragem destes últimos tenha consequências mais práticas do que o simples eco das palavras a proferi-la; não vá ocorrer que a humidade nas calcinhas contrarie o que a boca diz…

Os fantasmas e os esqueletos são um recurso sobejamente utilizado para testar a valentia dos espectadores.
Normalmente, os gritos provêm de audazes que apenas querem mostrar que, se tivessem medo, era naquelas circunstâncias que o sentiriam e daquele modo que o exprimiriam. As crianças, sinceras por natureza, pelo menos têm a bravura de assumir, como gente grande, os seus temores.

E se, de repente, numa conversa de esqueletos um deles afirmasse não ser capaz de dar um triplo salto mortal por receio de arriscar a pele?
Ou se aparecesse um fantasma supersticioso a perguntar a outro se acredita em humanos? Diferente, não é? Acaba por ser uma viagem ao outro lado de uma pseudo-realidade em que muitos acreditam, mas que provoca arrepios e pavor noutros tantos. Não obstante, há quem goste de um bom desafio e queira pôr à prova os seus supostos limites. É como a montanha russa: grita-se por uma coisa que, no fundo, dá prazer.

Umas horas prazeirosas é o que procuram aqueles que recorrem à imensa variedade de oferta que os DVD proporcionam. De facto, o preenchimento de determinada expectativa contribui para a boa disposição e, por conseguinte, para o bem-estar.

Maria Bijóias

Título: Quando queremos ver um filme

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 0

640 

Comentários - Quando queremos ver um filme

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Receptores digitais

Ler próximo texto...

Tema: TV HIFI
Receptores digitais\"Rua
Os receptores digitais são instrumentos que têm a função de receber sinal por via de canais digitais.

De acordo com a sua função, estes canais poderão ser satélite ou por cabo. Actualmente, já existem bastantes serviços de televisão por cabo que funcionam apenas com estes receptores, uma vez que é através deles que se consegue ter acesso não só aos canais de serviço, mas também a pacotes codificados.

O serviço de recepção de canais por satélite é um sistema independente para o qual é necessário ter um disco receptor satélite de modo a poder ter canais digitais fora dos serviços prestados pelos operadores de televisão digital.

Este instrumento permite que os próprios ecrãs sem tecnologia digital passem a usufruir desta através destes receptores. No entanto, a melhor qualidade só é garantida com um ecrã já com esta tecnologia.

Os receptores digitais permitem também aceder a uma multiplicidade de serviços, desde que devidamente configurados. Por exemplo, com estes receptores, é possível aceder a menus específicos de pausa de emissão para depois ser continuada, de serviços on-demand ou acesso a portais específicos, entre outros.

Esta pequena caixinha permite ao seu utilizador usufruir da televisão a um novo nível, de modo a que possa ter todas as comodidades no conforto do lar. 

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Receptores digitais

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    04-06-2014 às 06:53:28

    Gostei dos receptores digitais. Bom texto abordando isso.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios