Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > TV HIFI > O que ter em conta na compra de um projector

O que ter em conta na compra de um projector

Categoria: TV HIFI
Comentários: 1
O que ter em conta na compra de um projector

Um projector, como o próprio nome indica, é um aparelho que projecta a imagem numa tela ou na parede através de um sistema de lentes.

Nos dias de hoje, os projectores são uma alternativa às televisões ou ainda aos sistemas de home-theatre. Por vezes, a reunião de uma grande quantidade de pessoas à volta de um ecrã exige um espaço de visualização maior.

Assim o projector é um óptimo substituto da televisão e são já muito comuns em bares, restaurantes ou discotecas. 

Além da componente lúdica, os projectores são também cada vez mais usado em reuniões, conferências ou ainda nas salas de aula, uma vez que podem ser preciosos auxiliares para a formação e motivação de grupos.

Aquando da aquisição de um projector, há que ter diversos factores em conta. A definição é, provavelmente, o factor mais importante, mas deve-se ter também em atenção a potência da luz, a capacidade do próprio projector em corrigir eventuais inconsistências ou ainda o contraste de projecção.

Esta tecnologia, que viu o seu desenvolvimento surgir com o advento do cinema, é comummente utilizada desde há muitos anos, mas existe agora uma massificação deste produto que, apesar de perder alguma qualidade de visualização, pode ganhar muito em termos de tamanho de ecrã e de mobilidade do mesmo.


Rua Direita

Título: O que ter em conta na compra de um projector

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 0

623 

Imagem por: RVWithTito

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • SophiaSophia

    04-06-2014 às 06:56:42

    Os projetores são ótimas alternativas para uma aula, como também para transmissão de um jogo com os amigos reunidos. Enfim, há inúmeras utilidades!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - O que ter em conta na compra de um projector

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

A arte de trabalhar a madeira

Ler próximo texto...

Tema: Serviços Construção
A arte de trabalhar a madeira\"Rua
A carpintaria constitui, digamos assim, a arte de trabalhar a madeira. É claro que, de acordo com o produto final, se percebe bem que uns carpinteiros são mais artistas do que outros…

Às vezes nem se trata tanto dos pormenores, mas mesmo de desvirtuar o que era a ideia inicial e constava da encomenda. Mal comparado, quase se assemelha à situação daquela aspirante a costureira que pretendia fazer uma camisola para o marido e, no fim, saíram umas calças!

Na construção civil, a madeira é utilizada para diversos fins, temporários ou definitivos. Na forma vitalícia (esperam os clientes!) incluem-se estruturas de cobertura, esquadrias (portas e janelas), forros, pisos e edifícios pré-fabricados.

Quase todos os tipos de madeira podem ser empregues na fabricação de móveis, mas alguns são preferidos pela sua beleza, durabilidade e utilidade. É conveniente conhecer as características básicas de todas as madeiras, como a solidez, a textura e a côr.

Ser capaz de identificar o género de madeira usado na mobília lá de casa pode ajudar a determinar o seu real valor. Imagine-se a possibilidade de uma cómoda velha, que estava prestes a engrossar o entulho para a recolha de lixo, ter sido feita com o que hoje se considera uma madeira rara.

É praticamente equivalente a um bilhete premiado do Euromilhões, dado que se possui uma autêntica relíquia! Nestes casos, a carpintaria entra na área do restauro e da recuperação. Afinal, nem tudo o que é velho se deita fora…

Por outro lado, as madeiras com textura mais fraca são frequentemente manchadas para ganhar personalidade. Aqui há que remover completamente o acabamento para se confirmar a verdadeira natureza da madeira.

É assim também com muita gente: tirando a capa, mostram-se autenticamente. Mas destes, nem um artificie com “bicho-carpinteiro” consegue fazer nada…!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:A arte de trabalhar a madeira

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: RVWithTito

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    23-09-2014 às 13:23:35

    Uma excelente técnica que penso ser muito bonito e sofisticado. A arte de trabalhar madeira está sempre em desenvolvimento e crescimento.

    ¬ Responder
  • Rua DireitaRua Direita

    01-06-2014 às 05:18:46

    É ótimo o trabalho com a madeira. Pode-se perceber grandes obras que se faz com ela. Realmente, é uma verdadeira arte!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios