Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Seguros > Seguro automóvel: como ter uma apólice mais barata

Seguro automóvel: como ter uma apólice mais barata

Categoria: Seguros
Visitas: 2
Comentários: 1
Seguro automóvel: como ter uma apólice mais barata

Seguros de automóveis costumam ser oferecidos a preços exorbitantes. Por isso, muitos dispensam este serviço importantíssimo para garantir o mínimo prejuízo em sinistros ocorridos à revelia da vontade do proprietário.

É preciso compreender que neste mercado existem regras de inclusão ou exclusão que vão direcionar o valor da apólice. O primeiro passo é conhecer essas regras praticadas em várias seguradoras. Há um perfil do público desejado, traçado pela empresa que, quando não atendido, a conseqüência é a elevação do preço ao cliente. Às vezes abusiva. Esses perfis podem ser definidos por faixa etária, tipos de automóveis, profissões ou detalhes que pareçam importantes à empresa. São eles que causam discrepâncias incompreensíveis no valor da apólice sobre um mesmo carro, de uma operadora para a outra.

Estas discrepâncias normalmente diminuem se você utilizar a estratégia de pesquisar em várias operadoras e utilizar as informações dos concorrentes que lhe são favoráveis, nas suas próximas visitas. A negociação sempre evolui para descontos significativos.

Se você está negociando a compra de um carro, observe ocorrência de roubos e opte por modelos que tenham os menores índices. Isto já lhe garantirá um valor menor no seguro. O bairro e a cidade são fatores que podem baratear ou encarecer o produto, dependendo do índice de furtos de veículos que dispõem. Verifique as diferenças de preço para as versões de um modelo específico. Modelos esportivos, pela elevada estatística de acidentes, fazem o seguro subir. Carros usados obtêm seguros mais caros do que os novos. Llançamentos obtêm seguros mais baratos, por não disporem de precedentes. Modelos raros e dispendiosos, ao contrário do que se imagina, obtêm seguros mais baratos que os modelos populares.

Também contam para diminuir o preço do seguro aspectos como disponibilidade de garagem fechada na residência e no local de trabalho; dispor de um emprego fixo – especialmente no serviço público; ser condutor com idade superior a 24 anos com um histórico exemplar, sem envolvimento em acidentes, e ter um histórico de proprietário que não seja vítima regular de roubo de carro.

Você pode conseguir apólices mais atrativas observando as regras das operadoras e fazendo cotações. Certifique-se da idoneidade do corretor de seguros e Informe número do chassi e dados de sua documentação, deixando muito claras as informações sobre modelo, versão ou histórico do automóvel. Estes cuidados lhe garantirão contratar uma apólice de preço realista e de cobertura eficaz.


Hediene

Título: Seguro automóvel: como ter uma apólice mais barata

Autor: Hediene Hediene (todos os textos)

Visitas: 2

608 

Imagem por: Elsie esq.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • SophiaSophia

    29-05-2014 às 16:11:16

    Sempre é bom ter uma apólice segura, mas é preciso fazer pesquisa de mercado. Alinhar bom preço e qualidade é o mais importante!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - Seguro automóvel: como ter uma apólice mais barata

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os benefícios do piso laminado

Ler próximo texto...

Tema: Materiais Construção
Os benefícios do piso laminado\"Rua
Ao se realizar uma obra, ou na renovação de ambientes, há sempre muitas opções de técnicas e tecnologias de construção civil, arquitetura e decoração a serem escolhidas da forma mais adequada ao resultado que se espera. O piso adequado ao ambiente que se está construindo ou reformando é uma questão bastante relevante para o sucesso do empreendimento e para o bem-estar dos usuários.

Os tipos de pavimentos ou assoalhos ou revestimentos são diversificados e para cada tipo de ambiente, construção e gosto pessoal há um mais adequado. Pelos inúmeros benefícios que tem apresentado, o piso laminado tem sido bastante escolhido como revestimento nos ambientes modernos. Ele é composto por quatro camadas, feitas de fibras de madeira de alta densidade, lâminas de celulose, lâminas decorativas e filme cristalino de celulose, colados diretamente ao chão. Essa composição garante estabilidade, beleza, resistência, facilitando a limpeza. Somente com estes argumentos já se pode notar as vantagens desse tipo de piso, contudo ainda existem outras.

Os pisos laminados custam menos que os pisos de madeira, seu substrato é ecologicamente correto, já que as madeiras utilizadas na composição desse piso provêm de florestas certificadas e possui fácil instalação, sem a necessidade de pregá-lo ao chão. Além disso, os pisos laminados não precisam de envernizamento como os pisos de madeira que causam mau cheiro e sujeira. Os pisos laminados são mais resistentes que os pisos de madeira devido a sua alta pressão. A superfície dos pisos laminados de alto tráfego contém papel decorativo que garante diversas possibilidades de estampas e combinações.

Existem, portanto, dois tipos distintos de pisos laminados. Os pisos laminados de madeira têm em sua composição madeira natural e são revestidos com verniz. São indicados para ambientes residenciais e menos movimentados. Os pisos laminados de alto tráfego são compostos por madeiras de alta densidade cobertas por papel decorativo. São mais resistentes e, em virtude disso, indicados para ambientes de grande circulação. Podem estar em ambientes residenciais, porém para ambientes comerciais é o ideal.

Os pisos laminados são resistentes à luz do sol, a riscos e a manchas. São práticos devido à diversificada opção de padrões e funcionais devido à facilidade de limpá-lo. Acomodam-se perfeitamente em qualquer ambiente, proporcionando fácil decoração. Entretanto, medidas para mantê-lo em bom estado por mais tempo (apesar da sua alta durabilidade) devem ser tomadas. Colocar proteção na entrada das portas evita a instalação de sujeira e pedras. Forrar móveis e peças decorativas, que entrem em contato com o piso, é recomendado, a fim de não marcá-lo. Esses forros podem ser feitos com tecidos felpudos ou recortes em feltro. Forrar os móveis ao movimentá-los é apropriado para não riscar o piso. Salto alto fino com base metálica também marca esse tipo de piso. Evitar molhar em demasia o piso é necessário, pois caso contrário pode haver o inchamento do piso. Deve-se mantê-lo sempre seco.

Esse tipo de piso também tem a vantagem de não carregar cupins, contudo é preciso verificar as condições de presença desses insetos. Ambientes com cupins requerem a desintetização prévia.

Pesquisar mais textos:

Rosana Fernandes

Título:Os benefícios do piso laminado

Autor:Rosana Fernandes(todos os textos)

Imagem por: Elsie esq.

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    12-05-2014 às 12:45:43

    O piso laminado é muito bom, sua durabilidade é de quase 40 anos e são mais fáceis de manter.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • silvana 22-02-2014 às 18:17:44

    o piso laminada tem durabilidade de quantos anosposso passar pano umido no piso loaminado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios