Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Seguros > Seguros: cuidados a ter

Seguros: cuidados a ter

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Seguros
Comentários: 1
Seguros: cuidados a ter

Os seguros são indiscutivelmente facilitadores da vida moderna; garantia de tranquilidade em determinadas situações inesperadas e de risco, proporcionando a quem os adquire uma prévia resolução de eventuais e futuros problemas. Seguros há de todo tipo hoje em dia, os mais procurados são sem dúvida os de saúde, seguidos dos seguros de carro e demais bens pessoais.

Seguros de acidentes pessoais, de vida, de distribuição entre muitos outros existem para organizar, agilizar e evitar transtornos e gastos excessivos diante de situações adversas. Porém deve-se ter bastante atenção e cuidado ao contratar estes tipos de serviço, pois pode haver surpresas diante de algumas situações.

O primeiro cuidado que se deve ter é ler com bastante atenção todas as cláusulas do contrato antes de efetivá-lo. Caso haja dúvidas em termos ou colocações neste contrato, o ideal é que se peça ajuda de um profissional capacitado. Se isto não for possível, a troca de informações com outra pessoa de confiança é sempre aconselhável. O que não se deve fazer é agir com impulsividade e aceitar todas as cláusulas sem conhecê-las e sem questioná-las.

O momento de discutir e tentar abranger todas as necessidades pessoais é antes de assinar o contrato. Por exemplo, em um seguro de saúde, deve-se tentar encontrar um que se adapte às necessidades das faixas etárias que serão inclusas neste contrato. Informações como que especialidades, hospitais, enfermidades, cirurgias e despesas extras serão e não serão incluídas no plano são de fundamental importância. A oferta desses seguros é grande e sempre há um mais adequado às características de cada um.

Já em um seguro de vida, é importante saber exatamente o que ele cobre, se apenas o capital no caso da morte ou se também o valor em caso de invalidez temporária ou permamente. No caso de troca de emprego ou profissão, de catástrofe natural, de doença pré-existente antes da assinatura do contrato, qual é a cobertura que ele dá? Se pode-se adquirir um seguro de vida que abranja todos estes pontos, é melhor procurá-lo ou, caso contrário, tentar incluir maior abrangência no que já se está negociando.

Em um seguro de automóvel, assim como nos demais, é importante observar todas as cláusulas de abrangência e não poupar informações sobre o veículo e seu uso em detrimento da não cobertura em casos omissos pelo contratante.

Um segundo e não menos importante cuidado a se ter ao adquirir um seguro privado é realizar a aquisição desse contrato na presença de um corretor ou de um banco que faça este serviço e que facilitará a negociação, auxiliando, inclusive na interpretação de itens do contrato.

O terceiro cuidado seria pesquisar no vasto mercado dos seguros particulares o que mais se adeque às necessidades pessoais e financeiras. A dica é nunca contratar a primeira seguradora que tiver contato.

É fundamental procurar também seguradores que tenham credibilidade no mercado. Procurar referências é o caminho mais correto para se obter a segurança na contratação de um serviço.



Rosana Fernandes

Título: Seguros: cuidados a ter

Autor: Rosana Fernandes (todos os textos)

Visitas: 0

650 

Imagem por: comedy_nose

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • SophiaSophia

    29-05-2014 às 17:17:30

    Informações valiosas em como ter cuidado com os seguros, ainda mais, aqueles que são vendidos na internet!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - Seguros: cuidados a ter

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Literatura
Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal\"Rua
Gertrude Stein foi uma escritora de peças de teatro, de peças de opera, de ficção, de biografia e de poesia, nascida nos Estados Unidos da América, e escreveu a Autobiografia de Alice B. Toklas, vestindo a pele, e ouvindo pela viva voz da sua companheira de 25 anos de vida, os relatos da historia de ambas, numa escrita acessível, apresentando situações caricatas ou indiscretas de grandes vultos da arte e da escrita da sua época. Alice B. Toklas foi também escritora, apesar de ter vivido sempre um pouco na sombra de Stein. Apesar de ambas terem crescido na Califórnia, apenas se conheceram em Paris, em 1907.


Naquela altura, Gertrude vivia há quatro anos com o seu irmão, o artista Leo Stein, no numero 27 da rue de Fleurus, num apartamento que se tinha transformado num salão de arte, recebendo exposições de arte moderna, e divulgando artistas que viriam a tornar-se muito famosos. Nestes anos iniciais em Paris, Stein estava a escrever o seu mais importante trabalho de início de carreira, Three Lives (1905).


Quando Gertrude e Alice se conheceram, a sua conexão foi imediata, e rapidamente Alice foi viver com Gertrude, tornando-se sua parceira de escrita e de vida. A casa, como se referiu atrás, tornou-se um local de reunião para escritores e artistas da vanguarda da época. Stein ajudou a lançar as carreiras de Matisse, e Picasso, entre outros, e passou a ser uma espécie de teórica de arte, aquela que descrevia os trabalhos destes artistas. No entanto, a maior parte das críticas que Stein recebia, acusavam-na de utilizar uma escrita demasiado densa e difícil, pelo que apenas em 1933, com a publicação da Autobiografia de Alice B. Toklas, é que o trabalho de Gertrude Stein se tornou de facto reconhecido e elogiado.


Alice foi o apoio de Gertrude, foi a dona de casa, a cozinheira, grande cozinheira aliás, vindo mais tarde a publicar algumas das suas receitas, e aquela que redigia e corrigia o que Gertrude lhe ditava. Assim, Toklas fundou uma pequena editora, a Plain Editions, onde publicava o trabalho de Gertrude. Aliás, é reconhecido nesta Autobiografia, que o papel de Gertrude, no casal, era o de marido, escrevendo e discutindo arte com os homens, enquanto Alice se ocupava da casa e da cozinha, e de conversar sobre chapéus e roupas com as mulheres dos artistas que visitavam a casa. Depois da morte de Gertrude, Alice continuou a promover o trabalho da sua companheira, bem como alguns trabalhos seus, de culinária, e um de memórias da vida que ambas partilharam.


Assim, este livro que inspirou o filme “Meia noite em Paris”, de Woody Allen, é um livro a não perder, já nas livrarias em Portugal, pela editora Ponto de Fuga.

Pesquisar mais textos:

Liliana Félix Leite

Título:Autobiografia de Alice B. Toklas, de Gertrude Stein, pela primeira vez em Portugal

Autor:Liliana Félix Leite(todos os textos)

Imagem por: comedy_nose

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios