Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Desporto > Aprenda esgrima

Aprenda esgrima

Categoria: Desporto
Visitas: 2
Comentários: 1
Aprenda esgrima

Cerca do ano 1100 antes de Cristo, o combate com armas brancas – aquelas que possuem lâmina e punho – começou a ser considerado como uma matéria disciplinar e a ser exercitado.

Já no decurso da Idade Média, os nobres passaram a praticar a esgrima como entretenimento ou jogo, numa época em que, com o aparecimento das armas de fogo, esta arte marcial perdia peso. Depois de desprovida de utilidade militar, a esgrima converteu-se num desporto adequado à ampliação de competências intelectuais (espírito de luta, persistência, sentido estratégico), e físicas (vigor, agilidade, reflexos, golpe de vista).

Foi em finais do século XVIII, com o começo da utilização de máscaras e outras protecções, tais como a colocação de botões nas pontas, a fim de precaver cortes, que a esgrima alcançou um cunho competitivo. Hoje, ainda que o objectivo permaneça inalterável (tocar com uma espada no adversário, evitando ser acertado por ele), o desporto em si é bastante diferente. Desenvolve-se em recintos tapados, sendo que os atletas – costumeiramente denominados “atiradores” – combatem num tapete de 14 metros por metro e meio ou dois metros, envergando vestimentas equipadas com sensores que detectam o toque da lâmina do concorrente. Antigamente, as armas eram mergulhadas em tinta ou tinham giz na ponta para “escriturar” o golpe.

A esgrima compreende três disciplinas: florete, espada e sabre. Na primeira, só se pode tocar com a ponta do florete no tronco do adversário. No que se refere à espada, é permitido tocar com a respectiva ponta em qualquer parte do corpo. No sabre, autoriza-se a tocar com a ponta, o corte ou o contracorte da lâmina da cintura para cima.

Nestas duas últimas modalidades, existe o chamado “direito de passagem” ou “frase d’arma”. Quem inicia o ataque tem primazia para arriscar o toque, e somente ante o próprio erro ou a defesa do adversário é que a vantagem transita para este. Em caso de toques simultâneos, recebe o ponto quem detiver a superioridade, enquanto que na espada são ambos pontuados.

O sensor da espada e do florete encontra-se na ponta das armas, o do sabre fica dentro do corpo. Quando um atirador atinge outro, o sensor provoca o acendimento de uma luz no aparelho de sinalização situado entre a pista e o árbitro. Isto é que era tecnologia bem vinda às batalhas a sério da ancestralidade…!

A esgrima é uma das quatro modalidades presentes nos Jogos Olímpicos desde a primeira edição da era moderna. Recentemente, tem-se apostado no crescimento de uma variante: a esgrima artística, que foi concebida para satisfazer o cinema e o teatro. Há ainda a esgrima em cadeira de rodas.

Vista-se a rigor e jogue ao “toca e foge” da sua infância numa vertente mais emocionante!



Maria Bijóias

Título: Aprenda esgrima

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 2

674 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Rafaela CoronelRafaela

    02-07-2014 às 01:28:06

    Muito bom! Gostaria de aprender sim, com certeza! Hahaha, será que conseguiria, pelo menos, pegar na espada??heheh Só vi em filmes e agora lendo aqui me deu super vontade!

    ¬ Responder

Comentários - Aprenda esgrima

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Vantagens e desvantagens dos seguros pela internet

Ler próximo texto...

Tema: Seguros
Vantagens e desvantagens dos seguros pela internet\"Rua
Os seguros pela Internet estão a ter cada vez mais procura por parte dos consumidores, especialmente devido ao factor preço, mas também porque as pessoas começam a dominar melhor as ferramentas da Internet e a ter mais confiança nos serviços disponibilizados online.

A grande vantagem de contratar um seguro pela Internet é a possibilidade de conseguir valores muito inferiores aos que conseguiria num mediador de seguros local. Poderá conseguir reduzir o prémio do seu seguro em 50% ou ainda mais. As operadoras de seguros que actuam pela Internet não têm que pagar comissões aos correctores (intermediários) e por isso podem fazer preços mais competitivos. Além disso, poderá também fazer simulações online usando os aplicativos para esse efeito que essas empresas de seguros disponibilizam nos seus sites.

Ao trabalhar com estas empresas não terá que perder tempo em filas de espera nas agências físicas. Todas as operações podem ser efectuadas através da Internet: adesão, alteração de dados, alteração do modelo de seguro, etc., e toda a informação relativa aos seus seguros estará disponível 24 horas por dia na sua conta de cliente.

Para as pessoas que dão grande importância ao contacto pessoal na altura de contratar um serviço, as empresas de seguros pela Internet não são obviamente uma solução, e essa é uma das suas principais desvantagens.

Outra desvantagem é que no caso de haver algum problema terá que ser o próprio cliente a contactar a seguradora e a tratar de tudo que for necessário para a resolução do problema, enquanto se contratar o seus seguros através de um mediador, no caso de haver problemas apenas tem que contactar o seu mediador e será ele a tratar de tudo.

Na minha opinião, para quem percebe o mínimo de Internet e quer poupar dinheiro nos prémios dos seus seguros, obviamente que as seguradoras que actuam pela Internet e telefone (as chamadas low-cost) são sem dúvida a melhor opção.

Se por outro lado, você não domina a Internet e não gosta de se preocupar nem de tratar de papeladas, no caso de ter algum acidente, então o melhor é manter-se em contacto com as agências físicas.

Pesquisar mais textos:

Carlos Vieira

Título:Vantagens e desvantagens dos seguros pela internet

Autor:Carlos Vieira(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Francisco Moreira da Silva 04-10-2014 às 11:37:30

    Passados estes anos o canal de vendas de seguros pela internet tem muito pouca representatividade no nosso mercado. Tudo não passa de muita, mas muita, publicidade. É impossível reduzir o prémio de um seguro automóvel(é neste produto que estas seguradoras mais se tentam afirmar) em 50% ou ainda mais. O consumidor de seguros prefere e procura um profissional que EXPLIQUE OS SEUS SEGUROS. No pós venda são os MEDIADORES PROFISSIONAIS DE SEGUROS que melhor desempenham este importantíssimo serviço ao cliente de seguros, oferecendo níveis de serviço muito superiores ao de qualquer seguradora que venda pela internet! … e sem pagar mais por isso! … Sobre este tema haveria muito mais para falar, termino dizendo: O QUE RENDE É IR FAZER O SEGURO NUM MEDIADOR PROFISSIONAL DE SEGUROS.

    ¬ Responder
  • gil 17-06-2014 às 23:03:37

    tontarias , nao vale de nada , treta...

    ¬ Responder
  • Rua DireitaRua Direita

    29-05-2014 às 16:28:35

    Os seguros pela internet precisam ser bem pesquisados, pois há muitas fraldes. O melhor é receber indicação de alguém que já use o serviço.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios