Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Viagens > Amarante – terra de S. Gonçalo

Amarante – terra de S. Gonçalo

Categoria: Viagens
Comentários: 1
Amarante – terra de S. Gonçalo

Amarante é uma cidade fundada sob o aspecto religioso e a Natureza. O Convento de S. Gonçalo por um lado, e o bucolismo das margens do rio Tâmega por outro, Amarante viu nascer Amadeu de Souza Cardoso, Teixeira de Pascoaes e Agustina Bessa-Luís, entre outros, ou não fosse uma cidade de cultura e arte.

Amarante nasce no século xiii, quando um pregador com fama de santo decidiu onstruir ali uma ermida. A fama desse homem de Deus foi o mote para agremiar pessoas para aquele lugar, começando assim o desenvolvimento da cidade que hoje reflecte sobremaneira o carácter religioso da sua fundação.

A Praça da República alberga a imponência da Igreja e Convento de S. Gonçalo. Este último foi começado a edificar em 1540 pelo rei D. João III e respectiva esposa, a rainha Catarina, demorou oitenta anos a construir e constitui um dos monumentos do Norte do país com maior expressão. A igreja patenteia um portal lateral com três andares de colunelos de estilo renascentista italiano, rematados por um frontão branco, ocupando a estátua de S. Gonçalo o nicho central do primeiro andar. O túmulo de S. Gonçalo está na capela situada à esquerda da capela-mor. À esquerda do portal, e numa atitude provável de homenagem encontram-se as estátuas dos quatro reis correspondentes aos reinados de construção do mosteiro.

A Ponte de S. Gonçalo, construída em granito no final do século xvii, é uma das imagens de marca da cidade. A placa de mármore fixada num dos obeliscos que guardam a entrada da ponte recorda a defesa e a vitória do general Silveira, futuro conde de Amarante, que a 2 de Maio de 1809 defrontou as tropas napoleónicas. Esta ponte permite contemplar as calmas águas do Tâmega e a paisagem em redor. Descendo para o Museu Municipal Amadeu de Souza Cardoso, o visitante depara-se com uma estátua de Teixeira de Pascoaes, grande poeta oriundo da cidade. Não muito longe daqui está a agradável praia fluvial da Aurora e realiza-se o mercado.

As igrejas de S. Pedro e de S. Domingos (que actualmente acolhe o Museu de Arte sacra), o Solar dos Magalhães e a Casa da Cerca (onde funciona a biblioteca municipal) compõem o centro histórico de Amarante, simplesmente imperdível.

Amarante é, como já se percebeu, uma cidade repleta de atractivos dignos de, pelo menos, um fim-de-semana. Descobrir a combinação perfeita entre História e Natureza é a proposta. Aceita o desafio?


Maria Bijóias

Título: Amarante – terra de S. Gonçalo

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 0

626 

Imagem por: Jsome1

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • SophiaSophia

    13-06-2014 às 18:27:08

    Muito interessante essa Amarante ter sido fundada em meio a natureza. Amei o lugar|!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - Amarante – terra de S. Gonçalo

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Dicas para decorar salas pequenas.

Ler próximo texto...

Tema: Decoração
Dicas para decorar salas pequenas.\"Rua
A realidade das grandes cidades é que a maioria das pessoas mora em espaços pequenos. É fato também que todos desejam ter um ambiente acolhedor e aconchegante para receber amigos. Em contrapartida, na medida em que os espaços encolhem, a quantidade de aparelhos eletrônicos que utilizamos aumenta cada vez mais. Há ainda quem use a sala como home-office.

Nesta busca de inspiração para organizar e incrementar sua sala, encontramos uma série de sites especializados e blogs com muitas, muitas ideias. O conceito de D.I.Y. (do it yourself) que significa "faça você mesmo” nunca esteve tão na moda. É uma alternativa para reduzir gastos com mão de obra e nada melhor do que criar um espaço com um toque todo seu. Inspirações e ideias não faltam. Hoje, de certa forma todos nos sentimos meio decoradores.

Mas planejar a decoração de uma sala pequena exige alguns cuidados para que o ambiente não fique entulhado de móveis, disfuncional ou até mesmo desagradável.

Confira algumas dicas para decorar sua sala com estilo e valorizando seu espaço:
Os espelhos, além da autocontemplação, causam efeitos interessantes. Aplicados, por exemplo, em uma parede inteira pode duplicar a amplitude do ambiente. Pode ser usado também em móveis, tetos, em diversos formatos e valorizar a luminosidade da decoração.

As cores tem poder de causar sensações. Em ambientes com pouco espaço, elas podem colaborar para que a sensação de amplitude possa tanto aumentar quanto diminuir. Para pintar as paredes de sua sala aposte em cores claras. O teto com uma cor mais clara que a das paredes, por exemplo, pode simular uma elevação do teto, já em uma cor mais escura, promoverá uma sensação de rebaixamento do teto.

A escolha e posição dos móveis são um aspecto muito importante. Opte por poucos móveis, nunca de tamanhos exagerados e posicione-os de forma que valorize o espaço. Móveis que misturam poucos materiais, baixos e com linhas retas proporcionam leveza ao ambiente.

Uma solução muito interessante para espaços pequenos é a utilização de prateleiras. Caixas para produtos horto frutícolas reformadas podem se tornar lindas prateleiras. Mas cuidado com a profundidade, para não atrapalhar na disposição de outros móveis e objetos.

Móveis multifuncionais ou móveis inteligentes são excelentes alternativas para uma sala pequena. Um bom exemplo são pufes, que podem ser usados como mesas de centro ou ficarem alojados debaixo de aparadores e quando recebemos visitas podem se transformar em assentos extras. Mesas dobráveis também são uma ótima opção.

Escolher o mesmo piso ou revestimento pode dar a impressão de área maior, de continuidade. Mudanças drásticas de um ambiente para outro pode causar a sensação de divisão e consequentemente fazer parecer menor.

Algumas outras dicas: um sofá retrátil ou reclinável garante muito mais conforto e ocupa o espaço de um sofá simples. Suporte ou painéis móveis para TV possibilitam que ela seja movida na direção desejável. Caso o ambiente tenha escadas, escolher um modelo de escadas vazadas evita divisões e pode se tornar uma peça de destaque na sala. E para as cortinas, escolha tecidos leves, lisas e sem estampas.

De qualquer forma, ouse, não tenha medo de arriscar, crie, não copie, só assim será seu!

Luciana Santos.

Outros textos do autor:
Dicas para decorar salas pequenas.

Pesquisar mais textos:

Luciana Maria dos Santos

Título:Dicas para decorar salas pequenas.

Autor:Luciana Maria Santos(todos os textos)

Imagem por: Jsome1

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Carlos Rubens Neto 16-06-2016 às 16:20:24

    Excelente matéria! Parabéns Luciana ;)

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios