Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Desporto > Sinta-se leve… no tapete!

Sinta-se leve… no tapete!

Categoria: Desporto
Comentários: 1
Sinta-se leve… no tapete!

O judo nasceu como uma modificação da arte marcial jiu-jitsu, pela mão do jovem japonês Jigoro Kano, em 1882. Ele dedicou-se a unificar os diferentes sistemas e chamou à nova modalidade “judo”, que quer dizer “via da leveza”. Não obstante tratar-se de um desporto de combate, o judo é assaz completo, uma vez que desenvolve o físico de forma harmoniosa e educa o comportamento.

Kano buscou justificações científicas para os golpes, assentes nas leis da dinâmica, acção e reacção, destacando o ataque aos pontos vitais, as lutas no solo e os golpes de projecção, inserindo princípios básicos como o do equilíbrio, da gravidade e do sistema de alavancas nas execuções dos movimentos lógicos. Firmado no ippon-shobu (luta pelo ponto completo), projectou o “ceder para vencer”, fazendo uso da não resistência para controlar, desequilibrar e vencer o concorrente com um esforço ínfimo.

O judo constitui, acima de tudo, uma filosofia de vida, cujo lema é: «O judoca não se aperfeiçoa para lutar; luta para se aperfeiçoar.» Faz parte do programa olímpico desde 1972 (Jogos de Munique).

Existem duas graduações para classificar os praticantes de judo: kyu, para alunos, e dan, para mestres. Há oito graus de kyu, que se diferenciam através das cores dos obi (cintos): o branco corresponde ao oitavo (kyu), o cinzento ao sétimo, azul ao sexto, amarelo ao quinto, laranja ao quarto, verde ao terceiro, lilás ao segundo e castanho ao primeiro. Contrariamente, as graduações de dan progridem do primeiro para o décimo dan.

Assim, o preto equivale ao primeiro (shodan), segundo (nidan), terceiro (sandan), quarto (yondan) e quinto (godan); o vermelho e o branco dizem respeito ao sexto (rokudan), sétimo (shitchidan) e oitavo (ratchidan); vermelho é a cor para o nono (kiodan) e décimo (juda ou dyodan), o grau mais elevado. Além das categorias mencionadas, está previsto um 11.º dan (juichidan), cinto vermelho, e ainda um 12.º dan, que envergaria um cinto branco, com o dobro da largura do cinto comum, como símbolo do auge da pureza. Estes dois cintos nuca foram atribuídos.

A ascensão alicerça-se em testes que ponderam o tempo de treino, a idade, o traço moral, o desempenho das técnicas previstas nas regras e a postura em competições. O êxito não é, só por si, móbil de promoção.

O judo é tido como o desporto nacional do Japão, mas encontra-se espalhado por quase todo o globo. A primeira escola na Europa – a Budokai – foi fundada em Londres, em 1918. Vista o seu kimono e lance-se ao tatami (tapete)!



Maria Bijóias

Título: Sinta-se leve… no tapete!

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 0

628 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Briana AlvesBriana

    02-07-2014 às 01:29:35

    Conheço amigos que fazem o desporto de judô e amam! Uma modalidade super moderna, interessante e que trabalha os movimentos do corpo. Adoro assistir campeonatos de judô. Excelente para o público infantil!

    ¬ Responder

Comentários - Sinta-se leve… no tapete!

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Jardinagem Fonte de Vida

Ler próximo texto...

Tema: Bricolage Jardim
Jardinagem Fonte de Vida\"Rua
A jardinagem é conhecida há anos como uma forma de emprego que possibilita a muitos uma renda familiar mensal. A jardinagem também pode ser artística onde a arte do profissional é aplicada. A jardinagem pode ser de inúmeras formas conhecida e exercida, trazendo benefícios imensuráveis a aqueles que dela são adeptos.

Muito mais que fonte de renda ou arte a jardinagem é uma fonte de inúmeros beneficio a vida do ser humano, fonte de alegria, relaxamento e distração. E por ser uma atividade tão simples não é difícil de ser realizada. A jardinagem é por si só fonte de vida, fonte de aprendizado e principalmente fonte de intimidade do ser humano.

Ser adepto da jardinagem não é somente revirar terra, ser adepto da jardinagem é decisão de vida que transforma seu dia-a-dia mudando a rotina de dias estressantes e cansativos.

Ao olhar de muitos a tarefa possa parecer penosa, cansativa e até chata, mais somente estando envolvido na jardinagem para perceber que muito mais ter um corpo cansado após a tarefa, você na verdade descansa seu corpo sua mente e seu espírito da agitação do dia-a-dia.

Alguns minutos dedicados à jardinagem são o suficiente para inibir grande carga emocional e física do nosso dia-a-dia, e proporcionando uma energia a mais para os próximos dias.

A jardinagem pode ser realizada de varias formas simples que vão trazer todos estes benefícios a sua vida e não são necessários grandes investimentos ou mudança radical da sua rotina de vida ou qualquer outra mudança que você possa imaginar. Na verdade as maiores mudanças são comportamentais e só depende de você.

Para detalhar um pouco o que você poderá fazer com alguns minutos dedicados à jardinagem você irá perceber que não há nenhuma dificuldade em realizar esta tarefa.

Com um mínimo de espaço você pode cultivar plantas simples, em vasos pequenos que não irão ocupar espaço e serão na verdade uma linda forma de ornamentar sua casa.

Você poderá cultivar uma espécie de planta conhecida como:
- Rosa de pedra

É uma suculenta, planta que armazena água nas folhas e caules, que tem o formato parecido com o de uma rosa. É muito usada para fazer arranjos em vasos com outras suculentas e cactos. Deve ser regada apenas uma vez por semana, pois a umidade pode apodrecer suas raízes. Não tolera muito sol.

E você vai perceber que se dedicar alguns minutos a jardinagem é muito bom para você, os resultados não tem como ser calculados, somente há possibilidade de experimentar o quanto bom é o resultado final.

Então não espere muito é dedique-se um tempo a descobrir o quanto é bom a jardinagem para sua vida.

Pesquisar mais textos:

Rodrigo Junio Ferreira

Título:Jardinagem Fonte de Vida

Autor:Rodrigo Junio Ferreira(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Briana AlvesBriana

    13-10-2014 às 04:43:33

    É tão gratificante nós mesmos realizarmos a jardinagem. Essa atividade relaxa, gera prazer e o resultado nos deixa muito felizes. Vale a pena!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios