Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alimentação > Intolerância alimentar

Intolerância alimentar

Categoria: Alimentação
Visitas: 2
Comentários: 7
Intolerância alimentar

Há muita gente que sofre de incómodos desagradáveis após ingerir determinados alimentos. Mas, muitas vezes nem sabem que sofrem de intolerãncia alimentar, relativamente a certos alimentos.

Sintomas como enxaquecas, celulite e problemas digestivos, estão normalmente associados a essa patologia.

Normalmente os sintomas da intolerãncia estão associados àqueles problemas que não têm razão aparente, como por exemplo barriga inchada, problemas gastro-intestinais, dermatológicos ou obesidade.

Estes problemas têm a ver com o processo enzimático responsável pela absorção dos nutrientes dos alimentos. Quando estas não estão a funcionar a cem por cento, geram algumas reações adversas ao organismo, daí o desconforto e os incómodos que lhe estão associados.

Para saber quais os alimentos que provocam os sintomas pode fazer-se um
teste diagnóstico rápido, chamado teste da intolerãncia alimentar , feito por meio de uma técnica de biofeedbacke, através da qual são enviadaos estímulos ao cérebro, via dois meridianos na ponta de dois polegares, e na consequente quantificação de energia dos respetivos alimentos. São analisados no teste 520 alimentos, que estão representados no gráfico, em três cores, como o verde, vermelho e cinzento.

Considera-se intolerâncias altas, as que estão abaixo dos -90.
Quando isso acontece deve retirar-se imediatamente os grupos de alimentos, da dieta alimentar.

No caso de a pessoa ser intolerante a vários alimentos, convêm retirá-los gradualmente da sua alimentação.

Normalmente os maiores culpados das intolerâncias alimentares são os cereais, como pão e farinha, que provocam tensão abdominal. Este sintoma desaparece se ele for abolido da alimentação. Deste modo os mais provocadores são a lactose, os laticínios, o trigo e os cogumelos, frutos secos e a carne vermelha.

Quando surgem os problemas alimentares o melhor é consultar um nutricionista, antes de provocar uma inflamação crónica, que consequentemente pode dar origem a retensão de líquidos.
A absorção deficiente pode ainda gerar reações a nível da pele, problemas de digestão, diarreia e vómitos.

O melhor para evitar estas intolerâncias é fazer-se uma alimentação variada, pois a muita repetição é que as provoca.

Assim, para quem tem tendência a repetir os mesmos alimentos, deve variar mais, nos legumes, nas frutas, na carne e no peixe.

A substituição por outros alimentos como soja, vegetais ou beterraba é sempre uma boa opção.


Teresa Maria Batista Gil

Título: Intolerância alimentar

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 2

707 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 7 )    recentes

  • SophiaSophia

    15-06-2014 às 04:06:38

    É importante saber as razões dessa intolerância alimentar. Às vezes, não é nada, apenas uma mudança de região, costumes em que não estava acostumada antes, enfim...beber água é muito bom para se hidratar!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • Daniela VicenteDaniela Vicente

    16-09-2012 às 12:25:28

    há muita gente que não sabe que é intolerante a certos alimentos. eu gostava de saber os alimentos a que sou intolerante. mas como podemos associar enxaqueca e celulite à intolerância alimentar? são dois sintomas muitos comuns, que pode ocorrer a qualquer pessoa. deixa-me mais descansada ao saber que os mais habituais são os lacticínios, pois não consumo. a substituição por alimentos como a beterraba é um processo doloroso para quem gosta de alimentos deliciosos.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoTeresa Maria Gil

    19-07-2012 às 12:59:10

    Comer em demasia às refeições não é nada saudável, sobretudo se a refeição for demasiado gordurosa ou com fritos. Estes devem ser sempre substituidos por cozidos ou grelhados e o mais variados possível. Se as refeições forem leves e variadas não provoca o famoso enfartamento e suas consequências altamente nefastas.
    Para verificar a intolerância do organismo a um dado alimento, o ideal é experimentar um pouco de vários, a fim de testar se tem efeitos desagradáveis. No caso de provocar sintomas digestivos ou desconforto, deve imediatamente colocar-se de lado e substituir por outros. A repetição diária deles pode desencadear os sintomas de intolerância.
    No caso de se verificar intolerância a algum alimento que está presente na nossa ementa diária, devemos dirigir-nos a um nutricionista, a fim de testar vários grupos de alimentos, que ingerimos com frequência.
    Se algum os alguns deles forem os responsáveis pelos incómodos deve ser banido da alimentação e substituido por outro.
    Sofre de intolerãncia alimentar?. Um teste rápido revela que grupos de alimentos deve evitar e que pode ser a chave para ultrapassar enxaquecas, celulite e problemas digestivos.
    Sabia que as intolerâncias alimentares podem estar na origem daqueles sintomas que não têm razão aparente e com os quais convive diáriamente, como barriga inxada, problemas gastro-intestinais e dermatológicos e até celulite?.
    As pessoas têm muita tendência a repetir muito os alimentos e, por mais saudáveis que sejam, podem criar as célebres intolerâncias, alertam os especialistas em nutrição. Tende-se a fazer a mesma base de sopa, mas com a qiuantidade de legumes que temos podemos variar, só é preciso mais imaginação. O ideal é fazer uma dieta personalizada e não se comer apenas carne ou peixe.
    Simples e rápido de fazer, o teste de intolerância alimentar Pronutri é feito por meio de uma técnica de biofeedback, através do qual são enviados estímulos ao cérebro, via dois meridianos na ponta dos dois polegares, e na consequente quantificação de energia de cada alimento.

    ¬ Responder
  • Teresa Maria Batista GilTeresa Maria Gil

    10-07-2012 às 12:46:19

    As dietas com demasiados hidratos de carbono e gorduras, sobrecarregam o aparelho digestivo, provocando sintomas bastante desagradáveis. No sentido de se evitar o problema convêm variar de alimentos todos os dias para o organismo se tornar mais tolerante.
    Comer pequenas doses de vegetais e frutas, carne branca ou peixe, em pequenas porções é o ideal para a intolerância alimentar.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoSophia

    09-07-2012 às 11:49:29

    Eu tive que abolir os cereais da minha dieta pois estava a ficar com grave intolerância a estes géneros alimentícios.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoDavid Pereira

    09-07-2012 às 11:47:54

    Eu ando a já algum tempo com desconforto intestinal, será que tenho alguma intolerância?
    Onde me devo dirigir para fazer os teste que falou?

    ¬ Responder
  • Pedro gil FerreiraPedro gil Ferreira

    10-07-2012 às 13:08:29

    Deve fazer num especialista em Nutrição.

    ¬ Responder

Comentários - Intolerância alimentar

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Dica caseira para remover manchas no rosto facilmente

Ler próximo texto...

Tema: Beleza
Dica caseira para remover manchas no rosto facilmente\"Rua
Com a chegada do verão, os cuidados com a pele precisam ser intensificados. É claro que, independente da estação, os cuidados com a saúde e beleza são fundamentais. Mas, no verão, alguns problemas de pele, principalmente da face, tornam-se mais frequentes e, com isso, surgem algumas preocupações. A boa notícia é que, a maior parte dessas preocupações podem ser amenizadas ou até mesmo solucionadas com dicas caseiras de cuidado com a pele.

Logo, certos cuidados como o uso regular de bloqueador solar é importantíssimo, não só para evitar manchas no rosto e no corpo, como também, para evitar doenças graves como o temido câncer de pele. Por isso, a boa hidratação, a limpeza correta da face e o uso de cremes faciais com proteção contra os raios ultravioletas UVA e UVB não podem ser menosprezados.

Outro detalhe relevante é a escolha da alimentação. Para ter uma pele saudável e bonita é preciso evitar o uso de certos alimentos. Sabe-se que os conservantes, corantes e similares, que estão sempre presentes nos alimentos industrializados provocam alergias e outros problemas. Essas substâncias podem fazer surgir ou intensificar doenças como o melasma, aquelas manchas escuras na face. E, essas manchas são sensíveis ao calor do sol e, dependendo da pele, o tratamento exige bastante tempo e recursos financeiros para cuidados e acompanhamento dermatológico.

Mas, você pode preparar em casa uma loção para limpar a pele, reduzir ou até mesmo remover essas manchas escuras. Você vai precisar de um pêssego maduro, um pouco de hidratante facial e uma bisnaga de Bepantol, que é um creme com vitamina A.

Dicas para preparar seu creme removedor de manchas na pele:

Primeiramente, faça o creme de pêssego: é só bater no Mix o pêssego com um pouquinho de água. Para facilitar, amasse o pêssego com uma colher antes de bater no Mix. Depois, peneire a massa de pêssego para o creme ficar mais homogêneo. Em seguida, misture a terça parte da bisnaga de Bepantol ao pêssego com uma colher, preferencialmente de madeira ou de plástico. Com um algodão e com movimentos suaves, aplique a loção no rosto e deixe agir por 40 minutos. Depois lave com água abundante. Evite o uso de esfoliante porque a pele ficará muito sensível. Essa loção pode ser usada até três vezes na semana. Não use sobras de creme.

Pesquisar mais textos:

Zilma Silva

Título:Dica caseira para remover manchas no rosto facilmente

Autor:Zilma Silva(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios