Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Desporto > Luta greco-romana

Luta greco-romana

Categoria: Desporto
Visitas: 26
Comentários: 21
Luta greco-romana

Há quem ponha os pés no tapete e há quem faça questão de lá colocar os ombros. A luta greco-romana é uma das artes marciais com mais adeptos no mundo inteiro e integra um dos dois géneros de wrestling que vão aos Jogos Olímpicos. O outro é a luta livre.

Não se consegue aferir acerca dos primórdios da luta greco-romana. Pensa-se, todavia, que na sua génese esteja um tipo de luta francesa, caracterizada pelas espectaculares projecções dos opositores. Parece consensual que este estilo de duelo é resultado da mescla de várias formas de luta em toda a Europa do século XIX.

Consta que foi um soldado francês, Exbroyat, a promover a modalidade, proibindo murros, bofetadas e outros ataques idênticos, sendo apenas admitido aos lutadores agarrar o adversário, com o propósito de o deitar ao tapete. Foi expressamente proibido torcer os corpos dos rivais ou segurá-los de forma dolorosa. Uma vez no tapete, os combatentes têm de encontrar maneira de virar os ombros do concorrente para o tapete sem usar as pernas (contrariamente ao que acontece na luta livre).

Apesar de os ingleses não terem acatado de muito bom grado esta variante mais limitada de wrestling, dando primazia à luta livre, no resto da Europa o combate greco-romano difundiu-se bastante, e os avultados prémios monetários envolvidos nos eventos organizados pelas grandes capitais europeias conferiu prestígio a esta arte marcial. Aliás, são precisamente os europeus do Norte e do Leste, a par dos japoneses, que mais dominam a luta greco-romana, supostamente assim designada pelo lutador italiano Basilio Bartoletti, numa perspectiva de exaltar as suas origens históricas.

Na actualidade é a FILA Wrestling (Federação Internacional de Lutas Associadas) que regula a luta greco-romana, sendo que as batalhas foram abreviadas. Os combates dividem-se em três períodos de dois minutos, triunfando o lutador que ganhar dois dos três períodos.

Internacionalmente, a luta greco-romana está repartida em quatro categorias, segundo a idade (14/15 anos, 16/17, 18 a 20 e mais de 20) e o peso (a partir dos 29 quilos). Os gládios decorrem num tapete grosso de borracha, com o intuito de amaciar as quedas. A área de combate é um círculo com nove metros de diâmetro, circundado por uma borda de segurança com metro e meio de largura. Dentro do círculo, uma banda vermelha com um metro, encostada ao lado de fora, é conhecida como a zona passiva. Entre a zona passiva e o círculo central (com um metro de diâmetro) está a área central de luta (sete metros de diâmetro).

Se quiser desenvolver a sua destreza física e mental, basta encontrar um clube ou, nessa impossibilidade, arranjar um tapete e um fato com calção e alças.



Maria Bijóias

Título: Luta greco-romana

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 26

807 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 21 )    recentes

  • Vicente SilvaVicente

    05-10-2014 às 21:40:29

    Apreciável essa luta greco-romana. Adorei a explanação de tal tema.

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    26-04-2014 às 22:16:08

    É bem interessante como surgiu a luta greco-romana, não a pratico, mas há quem goste realmente. Adorei a explanação sobre o assunto, já tinha ouvido falar. Obrigada!

    ¬ Responder
  • jose sales

    12-09-2013 às 07:42:54

    bom dia gostaria de saber aonde posso treina grego romana moro próximo jd angela sp

    ¬ Responder
  • António Carlos Tiago Lobo

    03-12-2012 às 15:29:10

    Eu fui praticante,e gostaria de por o meu filho na luta .

    Eu moro na pontinha ,e gostava de saber se há algum sítio na zona onde se pode praticar. Quem me poder ajudar agradeço . Obrigado

    ¬ Responder
  • Fernando

    06-06-2013 às 09:04:42

    O Clube Musical União tem as portas abertas para quem quiser praticar a modalidade.

    ¬ Responder
  • Milena

    18-09-2012 às 21:36:55

    eu preciso saber quais os beneficios para um trabalho de escola quem souber fala ppf obg

    ¬ Responder
  • wendywendy

    11-05-2012 às 00:48:11

    nao gosto de nenhuma luta mas tenho que pesquisar para a escola

    ¬ Responder
  • Laisa e kevin

    20-07-2012 às 14:39:21

    É o nosso caso, amigo. Aula de educ. física é uma merda.

    ¬ Responder
  • gabigabi

    23-01-2012 às 20:17:24

    nao gostei da luta

    ¬ Responder
  • vivianvivian

    29-09-2011 às 15:17:37

    esse tipo de luta eu amo beijos

    ¬ Responder
  • vivianvivian

    29-09-2011 às 15:15:16

    adoro as lutas greco romanas

    ¬ Responder
  • CARLOS NUNES-CARLOS GOSHI WRESTLING TEAM-GRUPO DESCARLOS NUNES-CARLOS GOSHI WRESTLING TEAM-GRUPO DESPORTIVO DA MOURARIA

    28-06-2012 às 11:37:56


    Travessa da Nazaré, nº 9 – LISBOA, tel. 21 887 00 58/962819832


    SECÇÃO DE LUTAS OLÍMPICAS
    Mestre CARLOS " GOSHI" NUNES
    GRADUAÇÃO PRETA- 2º NIVEL
    HORÁRIO:
    3ª Feira: 18:30 / 20:00
    5ª Feira: 18:30 / 20:00
    6ª Feira: 18:30 / 20:00
    INSCRIÇÕES ABERTAS
    IDADES/ CLASSES :
    A partir dos 6 anos
    Masculino/Feminino
    INFANTIS A SÉNIORES
    -LUTA GRECO-ROMANA
    -LUTA LIVRE OLIMPICA
    -GRAPPLING-SUBMISSION-MMA

    Modalidade de preensão, onde se pretende derrubar ou projectar o adversário controlando os seus movimentos.

    Por ser parte integrante da natureza humana a luta diluí-se na história da humanidade, sendo a sua importância e relevo confirmada pela sua presença obrigatória tanto nos jogos olímpicos da antiguidade como na primeira edição da era moderna, estatuto que mantém até hoje.

    A luta é um desporto que desenvolve tanto a mente como o corpo, fortalecendo os dois e preparando quem a pratica para a sociedade.
    Junta-te à nossa equipa e sê um campeão.

    ¬ Responder
  • ricardoricardo

    29-09-2011 às 00:23:30

    gostaria de saber onde posso aprender e treinar a modalidade, moro em Sao Paulo capital e sou atleta de powerlifting,
    obrigado!

    ¬ Responder
  • Aparecido

    19-04-2013 às 12:45:21

    Por favor, amigo se tiver alguma informação onde praticar em SP capital ou no grande ABCD, me avise, faz tempo que quero praticar essa modalidade . Ouvi falar na Barra-Funda, mas agora não tenho mais certeza .

    ¬ Responder
  • patriciapatricia

    06-06-2011 às 02:31:16

    qual a filosofia dessa luta? pq eu sei q no judo, por exemplo é a autodefesa, mas n sei qual é a dessa.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãorui

    06-11-2010 às 21:08:01

    É uma honra para Portugal termos um atleta como o HUGO PASSOS, força grande campeão

    ¬ Responder
  • mariliamarilia

    25-02-2010 às 14:30:55

    eu fasso essa luta treino bastante é uma luta que não machuca que ate as crianças pode fazer eu gosto muito mais os golpes são dificil mais a gente sempre conseque agrada o treinador...bjs a todos que praticam a luta...

    ¬ Responder
  • rui soaresrui soares

    21-01-2010 às 13:34:05

    Boas sou arbitro da modalidade e se pesquisares F.P.lutas amadoras tiras o telefone e perguntas qual o nº do treinador da quinta do conde ele vende botas e maions

    ¬ Responder
  • Marcio GeraldiEdmilson N. Conceição

    08-10-2009 às 15:27:44

    Bom dia,
    Gostaria de saber onde comprar bota e macaquinho para pratica de luta olímpica.
    Poderiam me ajudar.
    Antecipadamente agradeço.

    Edmilson
    Dpto. Compras
    Prefeitura de Indaiatuba

    ¬ Responder
  • wendywendy

    11-05-2012 às 00:45:23

    ola tanbem gostaria de saber onde vou comprar

    ¬ Responder
  • talita augusta da silvatalita augusta da silva

    22-06-2012 às 12:30:35

    você compra em aliança em pernambuco tem muitos

    ¬ Responder

Comentários - Luta greco-romana

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Colares artesanais

Ler próximo texto...

Tema: Jóias Relógios
Colares artesanais\"Rua
O artesanato tem campo muito vasto para criações, são inúmeras as pessoas que fizeram dessa arte um meio de vida, fazendo dela seu sustento. Cooperativas se organizam desenvolvendo e ensinando pessoas a arte do artesanato, muitas dessas cooperativas produzem peças em grande escala para exportação.
Uma das peças que muito se destacam são os colares artesanais, eles são de tamanhos, formatos e matéria prima diversa, acompanham tendências da moda e também criam novas.

Os colares artesanai, como antes dito, podem ser confecionados de todos os tipos de matéria prima, inclusive o reciclável, o que dá liberdade aos artesãos para criação de uma peça. O colar pode ser de pedras, madeira, plástico, tecido, fitas, crochê, etc. A grande variedade das peças dão oportunidade de estar-se sempre inovando e trocando as bijuterias, que são adornos que embelezam e contribuem para realçar o pescoço e compor como aliados o vestuário.

Quando falamos em colar de tecido, para quem nunca viu, parece que estamos nos referindo a um pedaço de pano ou lenço amarrado ao pescoço, nada disso, um lenço pode ser usado sim dependendo do momento e do lugar mas a intenção aqui é o colar artesanal. O colar de tecido fica muito bonito e é extremamente leve, tem bom visual e detalhes que imitam contas, os de crochê além de colares tem gargantilha, todos esses com variedade de cores ou apenas uma. Os de fuxico assim como os outros, tem detalhes bem femininos, a intenção é mesmo não ser um pedaço de pano e sim um adorno. Caso contrario ninguém usaria não é mesmo?

Há os colares em pedras que ficam muito elegante e, para mulheres que se importam com o significado das cores, funcionalidade e influência astral, os colares feitos com pedras são os ideais, são pedras em lascas ou polidas para não ficar pesado. Tem os colares de madeira que caem bem em todas as estações do ano.

Bem, assim como os colares citados como muitos outros que não foram, os colares artesanais são conhecidos em todo o mundo, essa forma de criar adornos é conhecida e valorizada tanto nas aldeias como nas grandes cidades por criar peças que enfeitam e valorizam e o melhor, estão ao alcance de todos.

Alguns artesãos aceitam trabalhar sob encomenda, nesse caso, a pessoa estará contratando-o para fazer uma peça única, personalizada diferente das outras.
Os colares artesanais estão à venda em feiras, lojas, sites e sem dúvida há sempre uma maneira de ter um e melhor ainda quando são mais.

Pesquisar mais textos:

Sílvia Baptista

Título:Colares artesanais

Autor:Sílvia Baptista(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rafaela CoronelRafaela

    18-09-2014 às 19:33:44

    Um dos melhores acessórios para usar são estes colares artesanais. Ainda mais, que eles não são tão caros e é possível fazer diferentes combinações. Sempre que dar, eu compro colares artesanais.

    ¬ Responder
  • Rua DireitaRua Direita

    08-05-2014 às 19:40:40

    Uma mulher com colares artesanais ficam bem charmosas. O melhor que se pode aprender a confeccioná-las e oferecer às amigas.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • simone 24-08-2011 às 01:16:18

    Carol, procura pelo menos escrever certo, nojento é com "J" e não vom "g', pra depois falar de artesanato tá bom?

    ¬ Responder
  • Rose Eliane 20-06-2011 às 05:42:48

    Carol, pessoas riquíssimas da minha roda de amigos não pensam como você... ou você é uma dessas emergentes tipo aquela personagem deprimente do Zorra Total... ou... é uma pobre coitada que pensa que ser chique é esbanjar dinheiro.
    Artesanato... "handmade" peças únicas... arte, querida. Tenho amigos e clientes ricos, mas não sou rica, porém, não como sardinha e arroto caviar.

    ¬ Responder
  • lu 03-03-2011 às 13:10:47

    Querida Carol,se vc acha colares artesanais nojentos,me diz onde vc compra suas jóias de brilhantes,aquelas que a tarracha do brinco dá para comprar um carro.Que pobreza de espiríto!

    ¬ Responder
  • Nina 28-01-2011 às 20:30:10

    Respeite você. Não é porque você não gosta que não exista quem goste. E é noJentos o correto.

    ¬ Responder
  • carol 27-12-2010 às 18:12:05

    esses colares são nogentos e horriveis, fala sério, respeitem os clientes, ou vai pra outro ramo, vai ter mal gosto assim...

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios