Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Previna-se contra o cancro

Previna-se contra o cancro

Categoria: Saúde
Previna-se contra o cancro

O cancro está a aumentar cada vez mais e há quem fale já de uma epidemia. Não são só os factores genéticos que contam mas também aquilo que comemos, os químicos e o estilo de vida.

As mortes provocadas pelo cancro são cada vez mais prematuras e comuns. Segundo a organização Mundial de saúde as doenças oncológicas triplicaram e é considerada a principal causa de morte em todo o mundo. Como demora muitos anos a desenvolver-se já está incluído no aumento da esperança de vida, sobretudo o que tem mais incidência na velhice como o cancro da próstata. Como o cancro afecta as camadas mais jovens, o rastreio do cancro da mama passou dos quarenta e cinco para os quarenta. Os factores genéticos são apenas responsáveis por 10% dos cancros. Os factores mais culpados são os ambientais, pelo que devemos ter cuidado com aquilo que fazemos e comemos.

O cancro é já considerado a doença dos tempos modernos e todos nós temos um cancro adormecido em nós. Há quem aponte a razão para ele se desenvolver nos factores ambientais, toxinas e factores psicológicos.

Os oncologistas referem os estilos de vida e a alimentação como principal causa do cancro, no entanto deve evitar-se o excesso de álcool, fazer exercício físico regular, e fazer uma alimentação mediterrânica.

Os doentes que já têm a doença instalada, devem fazer uma dieta nutricional ante cancro. Também devem evitar as toxinas ambientais devidas á industrialização e escolher um ambiente mais puro para viver.

A epidemia do cancro começou após a Segunda Guerra Mundial, devido ás alterações no processo agrícola, em especial com a exposição de químicos. O açúcar refinado alterou os hábitos alimentares, favorecendo o aparecimento do cancro. Deste modo há já quem atribua ao açúcar responsabilidades nesta doença. Aconselha-se assim, a reduzir o consumo de açúcar refinado.

A palavra - chave para esta doença é prevenir, evitando alimentos perigosos e outros agentes.

Os mais maléficos e a evitar são essencialmente, para além do açúcar, a farinha refinada, os lacticínios, a carne de animais alimentados a ração e as gorduras.

Convêm ainda combater a poluição e evitar herbicidas, pesticidas, plásticos e produtos domésticos.

Ao invés, deve reforçar-se o consumo de chá verde que facilita a morte das células cancerosas, o tomilho, o alecrim, o manjericão, e a hortelã. Em vez de carne aumentar a ingestão de soja, peixes gordos (salmão, sardinhas, anchovas, abacate e nozes. Não se deve esquecer ainda de comer leguminosas acompanhadas de azeite, alho, ervas e especiarias. A par disto é importante fortalecer bem o sistema imunológico, para evitar esta e outras doenças.


Teresa Maria Batista Gil

Título: Previna-se contra o cancro

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 0

605 

Imagem por: ~Katiya~

Comentários - Previna-se contra o cancro

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Um sinal de compromisso

Ler próximo texto...

Tema: Jóias Relógios
Um sinal de compromisso\"Rua
Exibir uma aliança de compromisso é, frequentemente, motivo de orgulho e, quando se olha para ela, vai-se rodando-a no dedo e fica-se com aquela expressão ridícula na cara.

Uma questão se coloca: qual a razão de estas alianças de compromisso serem tão fininhas: será porque os seus principais clientes, os jovens, são sujeitos de poucas posses (tendendo as mesadas a emagrecer ainda mais com a crise generalizada) ou porque esse compromisso, não obstante a paixão arrebatadora, é frágil e inseguro?

Sim, porque aqui há que fazer cálculos matemáticos: x compromissos vezes y alianças…com um orçamento limitado sobre um fundo sentimental infinito…

Depois, importa perpassar os tipos destas alianças. Há as provisórias, que duram em média quinze dias; há as voadoras, que atravessam os ares à velocidade da luz quando a coisa dá para o torto; há as que insistem em cair do dedo, sobretudo em momentos em que ter um compromisso se revela extremamente inoportuno; e depois há as residentes, que uma vez entradas não tornam a sair.

Os pombos-correios usam anilhas onde figuram códigos que os identificam. Talvez não fosse completamente descabido fazer umas inscrições deste género em algumas alianças de compromisso por aí…

Só para ajudar os mais esquecidos a recordarem a que “pombal” pertencem.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Um sinal de compromisso

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: ~Katiya~

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    22-09-2014 às 05:46:10

    Um sinal de amor e lealdade perpétua! Adoro ver os vários modelos de aliança! Vale a pena escolher uma bem bonita!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios