Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Torcicolo, que mal é esse?

Torcicolo, que mal é esse?

Categoria: Saúde
Torcicolo, que mal é esse?

O simples gesto de virar a cabeça um pouco mais rápido que o de costume pode desencadear longo período de dores e desconfortos. A sensação é gerada por uma contração exacerbada dos músculos localizados no pescoço, e que são distendidos sem aviso.

Quando ocorrem esporadicamente, estas crises não redundam em algo grave. Entretanto, se o episódio é recorrente, a consulta a um ortopedista ou fisioterapeuta certamente será necessária e bem vinda.

O torcicolo pode ser ocasionado por eventos isolados, ou estar atrelado a fatores consolidados como má postura. Se a coluna não está ereta, o corpo vai recorrer à região cervical para alcançar o equilíbrio, e a reação dos músculos a esta situação vai provocar dor. A correção da postura é o início para resolver tanto problemas de torcicolo, como de outras complicações musculares.

Outros fatores e hábitos causam o torcicolo. O jeito para dormir é um deles. O uso de travesseiros altos demais ou baixos demais, desalinha a coluna e facilita a ocorrência de desconfortos cervicais. O problema também é comum em motoristas que dispensam o retrovisor e se certificam do movimento às suas costas virando a cabeça. Como precisam fazer esse movimento muito rápido, para não prejudicar a visão dianteira, acabam contraindo os músculos e propiciando a crise.

Dores de cabeça acompanham o quadro de torcicolo. Às vezes por tensão provocada pelos músculos que se contraíram. Outras vezes por ansiedade em virtude da limitação do gestual. Nestes casos a melhor opção é o repouso.

As massagens, pensadas como alternativa são inadequadas, pois têm como objetivo o estímulo das ramificações nervosas e, no caso do torcicolo, este estímulo fará o músculo contrair-se ainda mais, segundo especialistas. Indicados para prevenção, os alongamentos são fatores de piora durante as crises.

Medicamentos contra dores e inflamações são as medidas mais eficientes para o período de crise. Compressas de água fria também melhoram o quadro, aliviando a dor e relaxando a musculatura, mas no caso de idosos podem causar desconforto ainda maior. A alternativa é o uso de compressas suavemente mornas. Já as compressas com água quente funcionam momentaneamente, e têm efeito reverso depois que o corpo volta a resfriar, pois a tensão muscular aumenta, e as dores também.

Contudo, se este mal lhe aflige com freqüência, consulte o especialista, detecte as causas e trabalhe para restabelecer a harmonia do corpo. Certamente o torcicolo não voltará a incomodar.


Hediene

Título: Torcicolo, que mal é esse?

Autor: Hediene Hediene (todos os textos)

Visitas: 0

762 

Imagem por: Aidan Jones

Comentários - Torcicolo, que mal é esse?

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Contador de moedas

Ler próximo texto...

Tema: Material Escritório
Contador de moedas\"Rua
O mundo dos negócios exige um grande dispêndio de energia e muitas horas de trabalho. No entanto hoje já é possível fazer recurso da alta tecnologia para poupar tempo e dinheiro. O recurso às funções do computador para o comércio facilita e atrai muitos clientes para empresas e comerciantes. No que diz respeito a contas é possível fazer uma contagem rápida e eficaz do dinheiro, sem passar horas a contar e com o risco de engano. É por isso que cada vez mais pessoas ligadas a negócios e serviços optam por adquirir um contador de moedas. Deste modo sabem que poupam tempo e não falham na sua contagem.

Dos inúmeros equipamentos que a alta tecnologia põe ao dispor, este é sem dúvida um equipamento que beneficia em muito o trabalho de muita gente. Por ser pequeno é muito cómodo e exige pouco espaço, ou melhor pode ser colocado em qualquer lugar.

Torna-se evidente que as novas tecnologias vieram para simplificar a vida e trazem muitas vantagens, rentabilizam e poupam tempo. No caso do contador de moedas, sem enganos, falhas e complicações. É o ideal para ter num escritório de uma empresa, em escolas, cafés, pastelarias, salões de jogos, bancos, cinema, serviços financeiros e de tesouraria e outros ligados a serviços públicos e privados.

Em resumo, se está ligado a qualquer trabalho de comércio ou serviços pode poupar muto tempo e problemas apenas colocando um equipamento destes no seu espaço de trabalho. As suas vantagens são inúmeras, em especial: permite realizar uma contagem rápida das moedas dividindo-as e fazendo a sua soma, conta o total das moedas, o valor total em cada tipo de moedas e a quantidade de todas as moedas.

Contem e separa no mínimo duzentas e vinte moedas por minuto, sem erro, conta e separa tudo no mesmo equipamento, permite alimentar o aparelho com quantidades entre as trezentas e quinhentas moedas de cada vez e continuar a adicionar mais moedas enquanto está a contar. Além disso o aparelho pode ser programado para separar um número de moedas predeterminado.

O seu design é bastante inovador e resistente. Os materiais de elevada qualidade, de fácil ligação e paragem automática.

Possui uma elevada funcionalidade, baixo consumo (70W), pouco peso, aproximadamente quatro kg, velocidade ultra rápida, pequena dimensão e estão todos certificados pela EU. Deste modo também possuem garantia, são fáceis de usar e de arrumar.

As suas funções práticas permitem que o contador de moedas possa estar em qualquer lugar.

Pesquisar mais textos:

Teresa Maria Batista Gil

Título:Contador de moedas

Autor:Teresa Maria Gil(todos os textos)

Imagem por: Aidan Jones

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios