Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Beleza > Medidas auxiliares da psoríase!

Medidas auxiliares da psoríase!

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Beleza
Comentários: 1
Medidas auxiliares da psoríase!

Ha problemas de pele, cujas causas são ainda desconhecidas. Uma delas é em especial a psoríase, que afeta muita pessoas, especialmente em certas épocas do ano.

A sua cura e causas são motivo de preocupação, por não serem ainda conhecidas a 100%. No entanto há medidas que a podem reduzir ou minimizar os seus efeitos.

Esta é uma doença caracterizada pelo comportamento irregular das células da pele.
Na realidade, a pele renova-se ao fim de trinta dias, que é o tempo necessário para o deslocamento de uma célula nova desde as camadas mais profundas até à superfície.
No caso da psoríase esse trajeto dura apenas três dias, como se ele tivesse sido travado. Daí o facto de se formarem áreas elevadas na pele, chamadas placas, muito avermelhadas e que provocam comichão.

Por outro lado, as células crescem tanto que as placas se formam em grande número, tornando-se brancas e soltando-se dos tecidos.

A psoríase é uma doença que se manifesta por ciclos de maior ou menor remissão, sendo o inverno mais problemático. Ás vezes ela pode desaparecer por meses ou anos ou então melhorar considerávelmente no verão.

O efeito dos tratamentos não é o mesmo para todas as pessoas, embora tomar algumas medidas tenha um efeito positivo e benéfico.

Estas são essencialmente as seguintes:
- lubrificar as regiões afetadas com emolientes para acalmar a secura em demasia, assim como a comichão. Pode ser únicamente um óleo aplicado depois do banho, ou apenas um creme de origem vegetal. Deve colocar-se de preferência com a pele molhada para penetrar melhor na pele. Uma boa opção é aplicar ainda uma loção que contenha cânfora, ou mental porque acalma muito a comichão da pele;
- fazer pequenas exposições ao sol numa região de mar, em especial na região do mar morto, em Israel;
- lavar com sabonete de alcatrão, ou uma mesinha caseira é base de alcatrão e hulha, se a pele não estiver inflamada;
-deve evitar-se calor intenso ou o frio em demasia porque agravam a psoríase. A humidade e o calor pode fazer diminuir as placas mas por outro agrava a comichão que é muito desagradável;
- ter sempre calma, pois esta contribui muito para a sua melhoria e controle. A tensão do dia a dia contribui para a o seu aparecimento;
- aplicar um creme de cortisona e tapar com um penso ou gaze;
- eliminar a obesidade no caso de ela existir;
- andar ao ar livre e tomar óleos de peixe.

A doença aparece claramente mais violenta no inverno ou em climas com muitas variações e húmidos.

Deve pois escolher-se preferencalmente regiões mais secas sobretudo no inverno e evitar as mais húmidas.

As regiões do corpo suscetíveis de serem mais atacadas são os cotovelos, os joelhos e o couro cabeludo.

Posto isto convêm tratar-se do cabelo com eficácia, usando champõs de alcatrão, anti-placas ou antibacteriano para eliminar as películas.Conclui-se que a psoríase é uma doença práticamente incurável, no entanto pode ser amenizada ou quase extinguida, se os cuidados essenciais forem sempre aplicados. Em suma, basta usar cremes emolientes ou calmantes, pomadas específicas, fazer uma vida saudável e beber chás de camomila ou outros que ajudem a relaxar.


Teresa Maria Batista Gil

Título: Medidas auxiliares da psoríase!

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 0

774 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Briana AlvesBriana

    10-09-2014 às 13:29:30

    Não conhecia esse problema na pele por nome de Psoríase. É bom ficar atenta a todo tipo de manchas que aparecem no corpo.

    ¬ Responder

Comentários - Medidas auxiliares da psoríase!

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

A arte de trabalhar a madeira

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Serviços Construção
A arte de trabalhar a madeira\"Rua
A carpintaria constitui, digamos assim, a arte de trabalhar a madeira. É claro que, de acordo com o produto final, se percebe bem que uns carpinteiros são mais artistas do que outros…

Às vezes nem se trata tanto dos pormenores, mas mesmo de desvirtuar o que era a ideia inicial e constava da encomenda. Mal comparado, quase se assemelha à situação daquela aspirante a costureira que pretendia fazer uma camisola para o marido e, no fim, saíram umas calças!

Na construção civil, a madeira é utilizada para diversos fins, temporários ou definitivos. Na forma vitalícia (esperam os clientes!) incluem-se estruturas de cobertura, esquadrias (portas e janelas), forros, pisos e edifícios pré-fabricados.

Quase todos os tipos de madeira podem ser empregues na fabricação de móveis, mas alguns são preferidos pela sua beleza, durabilidade e utilidade. É conveniente conhecer as características básicas de todas as madeiras, como a solidez, a textura e a côr.

Ser capaz de identificar o género de madeira usado na mobília lá de casa pode ajudar a determinar o seu real valor. Imagine-se a possibilidade de uma cómoda velha, que estava prestes a engrossar o entulho para a recolha de lixo, ter sido feita com o que hoje se considera uma madeira rara.

É praticamente equivalente a um bilhete premiado do Euromilhões, dado que se possui uma autêntica relíquia! Nestes casos, a carpintaria entra na área do restauro e da recuperação. Afinal, nem tudo o que é velho se deita fora…

Por outro lado, as madeiras com textura mais fraca são frequentemente manchadas para ganhar personalidade. Aqui há que remover completamente o acabamento para se confirmar a verdadeira natureza da madeira.

É assim também com muita gente: tirando a capa, mostram-se autenticamente. Mas destes, nem um artificie com “bicho-carpinteiro” consegue fazer nada…!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:A arte de trabalhar a madeira

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    23-09-2014 às 13:23:35

    Uma excelente técnica que penso ser muito bonito e sofisticado. A arte de trabalhar madeira está sempre em desenvolvimento e crescimento.

    ¬ Responder
  • Rua DireitaRua Direita

    01-06-2014 às 05:18:46

    É ótimo o trabalho com a madeira. Pode-se perceber grandes obras que se faz com ela. Realmente, é uma verdadeira arte!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios