Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Beleza > Lipoaspiração, não obrigado

Lipoaspiração, não obrigado

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Beleza
Comentários: 2
Lipoaspiração, não obrigado

Fazer uma lipoaspiração é algo que deve ser evitado a todo o custo. Toda a gordura pode ser tratada de outras formas, ou simplesmente evitando-a. E, para isso nada melhor do que prevení-la antes dela aparecer.

Para isso é necessário ter muito cuidado com a alimentação e qualidade de vida que se faz no dia a dia.

Com efeito, ter um modo de vida sedentário pode fazer com que a gordura se acumule em certas partes do corpo, tornando-o inestético. O mesmo se pode dizer de uma alimentação muito rica em gordura , açucares e muito substancial.

O melhor é fazer uma dieta equilibrada, em vitaminas, gorduras e sais minerais, e repartir ao longo do dia, evitando os pratos demasiado cheios ou pesados.

Como complemento da alimentação e de uma vida mais agitada deve fazer-se exercícios físicos ou caminhadas ao ar livre.

Os alimentos gordos ou fast- food têm tendência a fazer gordura acumulada se não se adotarem medidas para a evitar.

No entanto para quem tem mais dificuldades em cumprir um regime alimentar ou fazer exercícios regularmente, pode fazer uma lipoaspiração, embora seja de evitar.
Trata-se de uma cirurgia, para casos difíceis de perda de peso, que remove gordura de diversos locais.

Esta é removida através de uma cânula ou tubo, que é como que um aspirador de sução, ou seja, aspira a gordura.

Pode ainda fazer-se uma lipoescultura em que se faz um enxerto de gordura de outras regiões do corpo, como por exemplo o rabo. Depois, a gordura enxertada é absorvida pelo organismo em oitenta por cento. Contudo, convêm sempre respeitar os limites de quarenta por cento das áreas lipoaspiradas, e ter em conta o limite de segurança da gordura aspirada em função do peso corporal.

Normalmente as áreas frequentemente tratadas são as nádegas, coxas, pescoço e braços, que normalmente acumulam mais gordura.

Após a lipoaspiração é necessário diminuir o edema ou inchaço, fazendo uma drenagem linfática e ultra sons.

É essencial ainda usar uma cinta compressiva após três dias da cirurgia para comprimir o corpo e estar mais aconchegado.

Fzer uma lipoaspiração é hoje muito frequente, contudo o ideal é mesmo evitar os kilos a mais, prevenir ou fazer dieta de emagrecimento.

Com tantas táticas ao alcance, nos nossos dias, fazer lipoaspiração, não obrigado.
Deve pois recorrer-se a tudo, a fim de evitar a cirurgia, tão desagradável e dispendiosa.


Teresa Maria Batista Gil

Título: Lipoaspiração, não obrigado

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 0

633 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoSofia Nunes

    13-09-2012 às 15:16:27

    Não concordo com a ideia de que a lipoaspiração deve ser evitada, uma vez que para muitas mulheres pode ser a única solução, uma vez alcançado um estado físico em que nada (alimentação e saudável e exercício físico) parece resultar. Todas as pessoas merecem uma oportunidade de melhorar o seu aspeto e se esse primeiro passo for um estimulante para a adopção de um estilo de vida ativo, não vejo razões para não o realizarem.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoDaniela Vicente

    12-09-2012 às 15:21:16

    a lipoaspiração é a única intervenção cirúrgica estética que eu poderia ponderar fazer se tivesse realmente muito gordura localizada. eu agora sou estudante e tenho alguma tendência a comer comidas rápidas e poucos saudáveis e estar muito tempo sentada. mas quando este novo ano vou tentar uma dieta saudável, com muitos legumes e verduras. a fruta já faz parte da minha vida, mas vou tentar ingerir maiores quantidades. parabéns pelo seu texto.

    ¬ Responder

Comentários - Lipoaspiração, não obrigado

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Informática
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?\"Rua
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Bom, Não é de hoje que tecnologia vem surpreendendo a todos nós com grandes revoluções e os custos que diminuem cada vez mais.
Hoje em dia é comum ver crianças com smarthphones com tecnologia que a 10 anos atrás nem o celular mais moderno e caro do mercado tinha.
Com isso surgiram sugiram vários profetas da tecnologia e visionários, tentando prever qual será o próximo passo.

E os filmes retratam bem esse tema e usam essa formula que atrai a curiosidade das pessoas.
Exemplos:

Minority report - A nova lei de 2002 (Imagem)

Transcendence de 2014

Em Transcendence um tema mais conspiratório, onde um ser humano transcende a uma consciência artificial e assim se torna imortal e com infinita capacidade de aprendizagem.
Vale a pena ver tanto um quanto o outro filme. Algumas tecnologias de Minority Report, como utilizar computadores com as mãos (caso do kinect do Xbox 360 e One) e carros dirigidos automaticamente, já parecem bem mais próximo do que as tecnologias vistas em Transcendence, pois o foco principal do mesmo ainda é um tema que a humanidade engatinha, que é o cérebro humano, a máquina mais complexa conhecida até o momento.

Eu particularmente, acredito que em alguns anos teremos realmente, carros pilotados automaticamente, devido ao investimento de gigantes como o Google e o Baidu nessa tecnologia.

Também acho que o inicio da colonização de Marte, vai trazer grandes conquistas para humanidade, porém grandes desafios, desafios esses que vão nos obrigar a evoluir rapidamente nossa tecnologia e nossa forma de encarar a exploração espacial, não como um gasto, mas sim como um investimento necessário a toda humanidade e a perpetuação da sua existência.

A única salvação verdadeira para humanidade e para o planeta terra, é que seja possível o ser humano habitar outros planetas, seja localizando planetas parecidos com a terra ou mudando planetas sem condições para a vida em planetas habitáveis e isso só será possível com gente morando nesses planetas, como será o caso do Marte. O ser humano com a sua engenhosidade, aprendeu a mudar o ambiente a sua volta e assim deixou de ser nômade e da mesma forma teremos que aprender a mudar os mundos, sistemas, galáxias e o universo a nossa volta.

Espero que tenham gostado do meu primeiro texto.
Obrigado à todos!
Até a Próxima!


Pesquisar mais textos:

Érico da Silva Kaercher

Título:Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Autor:Érico da Kaercher(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios