Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Beleza > Aprenda a emagrecer com os homens

Aprenda a emagrecer com os homens

Categoria: Beleza
Aprenda a emagrecer com os homens

Não há igualdade entre homens e mulheres quando o assunto é perder de peso. Emagrecer é biologicamente mais fácil para eles, afinal, os músculos a mais e os hormônios a menos têm impacto direto no metabolismo e na fome. Além disso, elas costumam colocar expectativas muito altas no emagrecimento. Já pensou “quando eu for magra vou ser feliz” ou algo do tipo? Então, isso é algo que eles não fazem. Mas existem alguns hábitos que podem ser copiados deles para acelerar o emagrecimento delas também. Confira.

1 - O que eles têm: mais massa muscular
Comparado às mulheres, os homens têm mais músculos e menos gordura, o que garante um gasto maior de calorias, mesmo quando eles estão descansando, e, consequentemente, um metabolismo mais acelerado. Além disso, a massa muscular tem papel essencial na captação de glicose, substância que ajuda no acúmulo de gordura.

O que nós podemos fazer: Musculação ou outra atividade que renda músculos mais fortes, como pilates ou boxe.
Mas se você estiver em processo de emagrecimento, é melhor trocar a balança pela fita métrica. Isso porque o músculo também pesa e, mesmo perdendo gordura, você verá que o ponteiro da balança não irá abaixar como o esperado. Mas ao contrário da gordura, que ocupa muito espaço nos lugares errados, o crescimento dos músculos é mais restrito e localizado. Ou seja, o aumento da massa muscular vai te dar curvas e você verá suas medidas diminuindo progressivamente.

2- O que eles têm: equilíbrio hormonal
Para começar, eles não têm TPM, que vem acompanhada daquele desejo súbito de comer uma barra de chocolate (das grandes). Além disso, não passam, como as mulheres, por oscilações hormonais durante o dia todo. Um estudo realizado na Universidade de Ottawa, por exemplo, descobriu que os hormônios são os responsáveis pelo aumento do apetite das mulheres após o exercício. Os homens não sentem o mesmo efeito.

O que nós podemos fazer:
Se os sintomas da sua TPM forem muito intensos, vá ao ginecologista e pensem juntos na possibilidade de fazer uma terapia hormonal para reequilibrar seu corpo. Para controlar a vontade de comer doces no período menstrual, o ideal é apostar em alimentos adocicados, pouco calóricos e com índice glicêmico baixo, ou seja, aquele que mantém a liberação de glicose constante no sangue. Iogurte com pedacinhos de fruta e farelo de aveia é uma boa opção. Devorar um doce cheio de açúcar vai elevar sua glicose, que vai cair bruscamente depois e novamente gerar o desejo de comer um bolo de chocolate inteiro sozinha. Para evitar comer demais após o treino, faça um lanchinho saudável antes de ir malhar.

3- O que eles têm: menor carga emocional
De acordo com o The National institute of Mental Health dos Estados Unidos, de 5 a 15% dos indivíduos diagnosticados com anorexia ou bulimia são homens. Entre os diagnosticados com compulsão alimentar, apenas 35% são homens. A pressão da mídia, da sociedade e às vezes até da família para que a mulher esteja dentro dos “padrões” é maior em comparação com a imposição sentida pelos homens. Tudo isso faz com que ela coloque na perda de peso mais expectativas e inseguranças.

O que nós podemos fazer:
Buscar ajuda para passar por esse período. Conversar com alguém – seja um amigo, um parceiro ou até um psicólogo (existem alguns que são especialistas em emagrecimento) – ajuda a aliviar a carga emocional e a enxergar a perda de peso de forma realista.


Elisangela Lourenço de Oliveira

Título: Aprenda a emagrecer com os homens

Autor: Elisangela Lourenço Oliveira (todos os textos)

Visitas: 0

186 

Comentários - Aprenda a emagrecer com os homens

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os descendentes de Eça

Ler próximo texto...

Tema: Literatura
Os descendentes de Eça\"Rua
Recentemente, por via da comunicação social, soubemos da entrega do prémio Leya, a um trineto de Eça de Queirós. Julgo que bastou essa noticia, para que todos ficássemos curiosos sobre os seus descendentes…esse mistério, como o Mistério da Estrada de Sintra, começou a adensar-se entre quem se interessa por estas coisas da literatura e da genealogia…então aqui deixo algumas notas que poderão ser importantes para quiçá, um dia, um qualquer jornalista, ou editor, se lembre, de conseguir reunir todos os seus descendentes vivos e se tire uma fotografia de família.

José Maria Eça de Queirós, escritor pródigo da nossa nação, contraiu matrimónio em 1886, com Emília de Castro Pamplona Resende, condessa de Resende, deixando à data de sua morte, em Paris, quatro filhos como seus descendentes e herdeiros diretos; foram eles António Eça de Queirós, Maria Eça de Queirós, Alberto Eça de Queirós e José Maria Eça de Queirós; portanto três meninos e uma menina.
Através do site Geneall.net, foi possível perceber as linhas genealógicas que se seguiram aos seus filhos. No entanto, nem todos os nomes dos seus bisnetos e trinetos estão aí presentes, com certeza por motivos de ordem pessoal, de resguardo da privacidade, motivos que não podemos questionar. Porém, é possível, pelo menos determinar a existência desses membros da família queirosiana.

De antemão sabemos que não houve descendência por parte de dois dos seus filhos, António Eça de Queirós e de Alberto Eça de Queirós.
Maria Eça de Queirós teve dois filhos, uma menina e um menino, porém a menina morreu muito nova, ficando apenas o menino, de seu nome Manuel Pedro Benedito de Castro, que mais tarde casou com Maria da Graça Salema de Castro, a mulher que se tornou a primeira diretora da Fundação Eça de Queirós, na casa de Tormes, pertença da família da esposa de Eça de Queirós. Como Manuel Pedro Benedito de Castro não teve filhos, sabemos que por este ramo, terminou a descendência do escritor.

Convém, entretanto, acrescentar aqui uma curiosidade. Depois do regresso a Portugal da viúva de Eça, ela e os filhos, foram residir para a casa da Granja, pertencente à família de Sophia de Mello Breyner. Inicialmente como esta casa costumava ser arrendada pela família de Sophia, Emília de Castro, arrendou-a, vindo a compra-la uns anos depois. Portanto, é aqui nesta casa que ela cria os seus filhos, e é onde, José Maria Eça de Queirós, um dos seus filhos, permanece após a sua morte, tendo criado aqui os seus filhos e netos, e tendo aqui também falecido.

Podemos então seguramente afirmar que a sua grande linha de descendência parte do seu filho, com o mesmo nome, José Maria Eça de Queirós, que teve também ele, atente-se à curiosidade, quatro filhos, neste caso, ao inverso, um menino, e três meninas, respetivamente de seus nomes, Manuel Eça de Queirós, Maria das Dores Eça de Queirós, Matilde Maria de Castro de Eça de Queirós e Emília Maria de Castro Eça de Queirós. Esta ultima, Emília, teve ao que consta nove filhos, sendo que um deles, Afonso Maria Eça de Queirós Cabral, é quem atualmente preside à Fundação acima citada, depois da morte da primeira presidente, referida atrás, Maria da Graça Salema de Castro.

Manuel Eça de Queirós por sua vez teve seis filhos, Maria das Dores Eça de Queirós teve três filhos, e Matilde Maria de Castro de Eça de Queirós, dois filhos. Somados, contabilizamos vinte, os bisnetos do famoso escritor. Seria interessante avançar um pouco mais nos ramos genealógicos e aflorar quem são ou pelo menos, quantos são os trinetos e tetranetos de Eça, por conseguinte fica aqui o desafio, pois é certo que porventura alguns destes descendentes não se conhecem, e nunca terão trocado qualquer impressão sobre o seu ascendente, para uns, bisavô, para outros trisavô, e ainda para outros, tetravô.

Pesquisar mais textos:

Liliana Félix Leite

Título:Os descendentes de Eça

Autor:Liliana Félix Leite(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios