Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Saúde > Shiatsu - uma técnica de massagem chinesa

Shiatsu - uma técnica de massagem chinesa

Categoria: Saúde
Visitas: 8
Comentários: 2
Shiatsu - uma técnica de massagem chinesa

Talvez já tenha acontecido com você ou com alguém próximo, uma dor desagradável, sem explicação e que o médico às vezes não sabe dizer exatamente de onde vem, mesmo depois de detalhados exames. A resposta pode estar na ponta dos dedos, mas exatamente no shiatsu, técnica de massagem de origem chinesa que se popularizou no Japão no século XIX. Hoje, também no Brasil o shiatsu é um procedimento bastante procurado por gente que quer se livrar de dores e, sobretudo, aliviar o estresse. Segundo a medicina tradicional chinesa, muitas destas dores são causadas pela estagnação de sangue e, conseqüentemente, de energia vital em uma ou mais regiões do corpo.

A partir da manipulação de determinados pontos, pressionando-os ou friccionando-os, o shiatsu dissipa a estagnação, fazendo com que a circulação volte a fluir plenamente, melhorando a oxigenação sanguínea. Suas indicações são muitas: dores musculares dores articulares, hérnia de disco, torcicolos, insônia, enxaquecas. É importante lembrar, porém que o shiatsu não é uma terapia de cura em si, explica os médicos. Ele é parte de um trabalho médico que pode incluir medicamentos, dieta alimentar, exercícios e acupuntura.

A acupuntura e o shiatsu, aliás, têm a mesma origem e ativam os mesmíssimos canais de energia do corpo humano, que, na medicina chinesa, são conhecidos como meridianos. Mais há diferenças entre os resultados obtidos pelas duas técnicas. A acupuntura movimenta profundamente nossa energia. Por isso, não é recomendada a quem esteja com o organismo muito debilitado e com a vitalidade baixa. Para esse caso, o shiatsu pode ser mais indicado porque tem efeitos tonificantes. Os dois procedimentos podem ainda ser aplicados simultaneamente, o que é comum entre profissionais habilitados. Para quem tem medo de agulhas, costuma se aliar shiatsu e acupuntura, uma agulha anestesia o centro da dor, e o trabalho com shiatsu começam pela periferia do ponto estagnado até atingir este centro.A quem prefira o chamado shiatsu puro que tem diferentes níveis de intensidade. No Japão, a técnica do shiatsu é muito mais vigorosa. Pode incluir não só o toque das mãos, mas também a pressão do cotovelo e dos joelhos.

Aqui no Brasil temos de adaptá-la e torná-la mais suave, porque são poucas pessoas que agüentam uma manipulação tão forte. O shiatsu ainda é usado como terapia auxiliar de males crônicos grave, caso de esclerose múltipla, doença neurológica que provoca transtornos motores severos. Os pontos energéticos desequilibrados durante uma crise de esclerose são ativados, melhorando sensivelmente os movimentos dos membros afetados no caso de fibromialgia, que faz o paciente sentir dores generalizadas pelo corpo à massagem também pode trazer grande alívio durante fases de crise.

Waldiney Melo

Título: Shiatsu - uma técnica de massagem chinesa

Autor: Waldiney (todos os textos)

Visitas: 8

772 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • pedro siqueira filho

    04-03-2013 às 13:27:25

    como terapeuta da técnica shi-atsu faço o tratamento com sucesso a mais de 10 anos

    ¬ Responder
  • Cliciane

    02-11-2012 às 17:11:47

    estou fazendo uma pesquisa sobre o shiatsu no tratamento da esclerose multipla, se tiver mais algum texto, trabalho relacionado, poderia indicar-me.Também gostaria do nome do autor e ano dessa publicação, obrigada!

    ¬ Responder

Comentários - Shiatsu - uma técnica de massagem chinesa

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os primeiros brinquedos

Ler próximo texto...

Tema: Brinquedos
Os primeiros brinquedos\"Rua
O brinquedo é mais do que um objecto para a criança se divertir e distrair, é também uma forma de conhecer o mundo que tem ao seu redor e para dar asas à sua imaginação. Desta forma, os brinquedos sempre estiveram presentes na sociedade.

Os primeiros brinquedos datam de 6500 anos atrás, no Japão, em que as crianças brincavam com bolas de fibra de bambu. Entretanto há 3000 anos surgiram os piões feitos de argila e decorados, na Babilónia.

No século XIII apareceram os soldadinhos de chumbo, porém só eram acessíveis às famílias nobres. Cinco séculos mais tarde, apareceram as caixas de música, criadas por relojoeiros suíços.

As bonecas são muito antigas, surgiram enquanto figuras adoradas como deusas, há 40 mil anos, mas a primeira fábrica abriu apenas em 1413 na Alemanha. Barbie, a boneca mais famosa do mundo, foi criada em 1959, mas ainda hoje é das mais apetecíveis pelas crianças.

O grande boom dos brinquedos aconteceu quando se descobriu o plástico para o fabrico. Mesmo assim, muitas famílias não podiam comprar brinquedos aos filhos, como tal, estes utilizavam diversos tipos de materiais e construíam os seus próprios brinquedos.

Actualmente, as crianças têm acesso a uma enorme variedade de brinquedos, desde bonecas, a carros telecomandados, a videojogos… Educativos ou apenas lúdicos, há de tudo e para todos os gostos e preços.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Os primeiros brinquedos

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • umdolitoys 23-01-2013 às 05:46:38

    Adorei a reportagem! e tenho algo para vocês verem!!

    Espero que gostem!!!

    ¬ Responder
  • sofia 22-07-2012 às 21:56:29

    Achei muito interecante e muito legal saber que ano foi fabricadoas bonecas

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios