Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alojamento > Férias para portadores de deficiência

Férias para portadores de deficiência

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Alojamento
Visitas: 2
Comentários: 1
Férias para portadores de deficiência

A designação “deficientes” está cada vez mais desatualizada e fora de uso. Ou deveria estar. Na verdade, um deficiente seria um indivíduo especialmente ou quase na totalidade caracterizado por uma condição que não constitui, de forma nenhuma, a sua essência enquanto ser humano. Assim, utilizar o termo “portador de deficiência” evoca uma situação particular de uma pessoa que não o é menos por causa dessa contingência.

Nesta perspetiva, o turismo adaptado segue a máxima de que a limitação da mobilidade, por exemplo, não tem, forçosamente, de acarretar restrições em termos de férias. Nesta perspetiva, foram sendo criadas em todo o mundo opções de descanso e diversão com magníficas facilidades para portadores de deficiência. Inglaterra, Florida (nos Estados Unidos), Tailândia e África do Sul são alguns dos muitos destinos possíveis em que se podem fazer reservas de alojamento com acesso a cadeiras de rodas. Vivendas e casas de campo compõem o cenário de calma, descontração, divertimento e despreocupação. As adaptações que os senhorios efetuam nas suas propriedades revelam a compreensão que se vai adquirindo das necessidades deste grupo de cidadãos.

Embora os Estados Unidos sejam tidos como o país com maior grau de preparação em turismo para crianças especiais, a Holanda, a Inglaterra, a França, a Alemanha, a Suíça e a Austrália salientam-se pelas facilidades. Os parques nacionais da Patagónia, no Chile, e Machu Pichu (no Peru) são, igualmente, muito acessíveis, para além de haver pessoal especializado neste tipo de assistência, o que permite aos portadores de deficiência desfrutar da beleza e da magia através de roteiros adaptados na América Latina.

Naturalmente que ao pensar em pessoas com deficiência, os idosos, cujas aptidões são, normalmente, bastante comprometidas pelo avançar da idade, saem também beneficiados. É um setor da sociedade que acaba por ficar incluído e mais um segmento de mercado coberto num contexto que, por força das circunstâncias é, de forma inequívoca, o do turismo mundial. De facto, a globalização não admite áreas de exceção e veio confirmar aquilo que costumamos constatar amiúde: «O mundo é pequeno».

A França dispõe de mais de dois mil lugares (entre museus, restaurantes, praias e muitas outras estruturas) com capacidade para receber da melhor maneira turistas integrando quadros de deficiência visual, mental, auditiva e motora. Nos jardins do castelo de Versailles são proporcionados quatro percursos diferentes de passeios dedicados a indivíduos com mobilidade reduzida, podendo estes utilizar um elevador para chegar aos referidos jardins, seguindo depois um itinerário que os conduzirá a um desses quatro itinerários. Encontra-se previsto algo de idêntico também no parque em honra de Marie-Antoinette.


Maria Bijóias

Título: Férias para portadores de deficiência

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 2

701 

Imagem por: rachelcreative

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • NataliaNatalia

    22-06-2012 às 10:49:46

    Ola Maria, Como està? Obrigada de partilhar este tipo de texto bastante interessante. Gostaria de lhe pedir uma informaçao porque nao sei onde procurar. Gostaria de oferecer um alojamento para férias, para pessoas portadoras de deficiencia , e nao sei quem me pode dar informaçao sobre as mudanças a fazer no meu alojamento para que isso seja possivel..Muito obrigada pela sua ajuda... e atençao. Natalia

    ¬ Responder

Comentários - Férias para portadores de deficiência

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os 10 melhores queijos holandeses

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Alimentação
Os 10 melhores queijos holandeses\"Rua
Os holandeses são conhecidos como “cabeças de queijo”. A partir daí, podemos notar e concluir que não são apenas amantes de queijo, mas também grandes produtores.
O queijo está presente na Holanda há milhares de anos, desde os tempos de Júlio César, que ficou encantado com os queijos que encontrou no local. Desde então, os queijos holandeses dividem espaço com as flores como símbolo da cultura da Holanda, gerando a maior parte do combustível econômico do país.

Os holandeses fabricam 650 milhões de quilos de queijo por ano, exportando dois terços desse volume para outros países. São os maiores exportadores de queijo do mundo.
Além disso, cada cidadão da Holanda come por ano, em média, 15 quilos de queijo.

Conheça os 10 melhores tipos de queijos holandeses:

1- Queijo Gouda
O queijo recebe o nome da cidade onde é produzido e é responsável por dois terços de toda a produção de queijos da Holanda. É o mais famoso e copiado no mundo.
Trata-se de um queijo macio e cremoso, em formato circular, com os famosos furinhos no meio. Pode-se encontrar variações no tempero, como especiarias e ervas finas. Possui um nível elevado de gordura de 48%, mas que garante o sabor único, úmido e macio do queijo. É considerado um dos melhores queijos do mundo.

2- Queijo Edam
É facilmente reconhecido por possuir no seu interior a coloração amarelo claro e camadas vermelhas ou alaranjadas nas partes mais externas. Possui um sabor picante e é mais seco se comparado com o tipo Gouda. Por esses motivos, possui menos gordura, 40%.

3- Queijo Leiden
Possui menor teor de gordura em comparação com os anteriores por se tratar de leite coado na fabricação do queijo. É mais firme e robusto, com consistência mais rígida. Pode conter especiarias em seu interior. Possui maturação mais prolongada e é prensado, o que o torna mais firme. Além de conter pimenta cominho na preparação da sua massa, dando um sabor mais do que especial ao queijo.

4- Queijo Maasdammer
Queijo com sabor de nozes fabricado na cidade de Maasdam. Também possui os famosos buracos no seu interior e um sabor peculiar e distinto. Possui estrutura firme, consistente, devido a sua cura precoce, de aproximadamente quatro semanas.

5- Queijo Cablanca
Esse queijo de cabra é classificado de duas maneiras: um tipo é fresco e mole, mais suave e cremoso; o outro é semiduro e curado, semelhante ao aspecto dos queijos gouda.
Os primeiros possuem sabor agradável e leve, por serem mais frescos. Enquanto os segundos possuem sabor mais forte e cítrico.

6- Queijo Boerenkaas

Queijo feito essencialmente de forma artesanal, o que o torna um queijo único e exclusivo, além de mais caro que os demais. Pelo menos metade do leite utilizado na fabricação desse queijo deve ser originário de vacas que são criadas na própria fazenda produtora. Além disso, o restante do leite utilizado não pode ser proveniente de mais do que duas fazendas diferentes e próximas ao local original de produção do queijo.

7- Queijo Defumado
Esse tipo de queijo é um pouco diferente dos demais. É fabricado e praticamente finalizado, após isso, é derretido e novamente prensado em formato de embutidos. É geralmente vendido por fatia, em formato de linguiça.

8- Queijo de cravo da Frísia
É um queijo preparado de leite desnatado na região da Frísia.
Além do cominho, leva na fabricação da sua massa pitadas de cravo. Isso garante a esse queijo um sabor forte, seco e rústico. Sua consistência é firme.



9- Queijo Parrano
É um queijo de vaca que possui um sabor que combina com doces aromas.
É um queijo feito nos moldes dos queijos italianos, parecido com a textura do parmesão. Por isso mesmo, é bastante usado na gastronomia italiana.

10 – Queijo Graskaas

Esse queijo é especial pois é feito a partir do primeiro leite produzido pelas vacas após retornarem da pastagem, depois de passarem o inverno trancadas nos celeiros.

Pesquisar mais textos:

Filipe Mixa

Título:Os 10 melhores queijos holandeses

Autor:Filipe Mixa(todos os textos)

Imagem por: rachelcreative

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios