Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alojamento > Reservar um hotel pela internet: Será boa opção?

Reservar um hotel pela internet: Será boa opção?

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Alojamento
Visitas: 2
Comentários: 7
Reservar um hotel pela internet: Será boa opção?

Com o ritmo de trabalho a que estamos sujeitos e com a pressão da sociedade em que estamos inseridos do “faça bem e depressa”, deparamo-nos muitas vezes com um cansaço excessivo. Quantos de nós não sentiu que merecia umas férias logo depois de as ter gozado?

As viagens para certos destinos paradisíacos podem ser bastante dispendiosas, mas para viagens mais curtas e próximas, os valores são bastante acessíveis. Para uma escapadela de fim de semana, precisamos de pouca coisa: - um mapa e uma reserva num hotel!

Nos tempos que correm, não existe hotel que não tenha site, e a divulgação de serviços que prestam está presente on-line.

No entanto, umas férias ou um simples fim de semana pode tornar-se num pesadelo mesmo antes de começar. Imagine-se fazer uma reserva num hotel, e quando chega ao seu destino, descobre que a reserva não foi efetuada e pura e simplesmente não tem onde dormir?

E se o quarto não corresponde ao descrito no site do hotel?
Saiba que pode gozar dos prazeres de um hotel reservado on-line, sem tormentos. Para evitar situações complicadas, podemos precaver-nos com 5 simples dicas.

1 - Estude e visite vários sites. A falta de informação e de comparação para quem pesquisa na internet é quase absurda. Existe um mundo de produtos e de serviços á espera para serem vendidos on-line, pelo que são inúmeras as opções que vai encontrar.

2 - Alguns sites de hotéis não gostam de divulgar os valores dos quartos a alugar e de todo o serviço inerente. Antes de decidir e quando algum hotel lhe agradar, envie um email a solicitar informações sobre os valores. Só após saber se os valores lhe agradam, poderá decidir o que reservar.

3 - Não se iluda com as fotografias que são mostradas. Todos sabemos que publicidade enganosa é punível pela lei, mas nesta situação pode ser complicado de provar. Podem ser divulgadas fotografias com jardins grandes, e quando chegamos ao local, verificamos que o espaço é bem mais pequeno que o imaginado. As fotografias digitais são enganosas por natureza. Se o hotel tem quartos decorados de forma temática, aproveite o email anterior para saber mais informações e pedir que lhe enviem mais fotografias.

4 - Ao escolher o local que mais lhe agradou, verifique os aspetos que o fizeram optar por essa seleção - localização, a vista, ar condicionado, ou até mesmo alguns serviços, por exemplo massagens ou spas – e confirme se todos os serviços estão a funcionar e se todos os quartos tem a vista que deseja. Existem certas alturas do ano em que certos serviços não são prestados, e nem todos os quartos tem vista para o mar.

5 - Faça a sua reserva de forma segura. Envie a reserva por email e se ao solicitarem valor inicial, pode efectuar uma transferência. Mantenha sempre o contacto, quer por email, quer por telefone o mesmo funcionário. O hotel, através do seu funcionário, sentir-se-á comprometido com o cliente interessado. Antes de sair de casa, imprima todos os emails trocados, tal como o comprovativo de transferência. Estes documentos farão prova da sua intenção de reserva.

Se mesmo assim se sente inseguro relativamente às reservas on-line de hotéis que não conhece, aconselhe-se com um amigo que tenha aprovado uma unidade hoteleira. Terá pelo menos mais certezas de que será bem servido e não haverão enganos. Boa estadia!


Carla Horta

Título: Reservar um hotel pela internet: Será boa opção?

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 2

618 

Imagem por: gnuckx cc0

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 7 )    recentes

  • SophiaSophia

    21-04-2014 às 16:46:01

    A Rua Direita recomenda sites que fazem reserva e não cobram nenhuma taxa por isso. É um pouco arriscado reservar pela internet, tem que conhecer bastante o local e ficar com o contato da pessoa.

    ¬ Responder
  • André BelacorçaAndré Belacorça

    17-09-2012 às 15:56:44

    Não acredito muito que seja boa opção, visto que em tempos de crise que correm o Mundo, é de evitar completamente os hóteis.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoSofia Nunes

    13-09-2012 às 17:18:36

    Boas dicas, essenciais para separar os bons negócios dos potencialmente enganadores. O caminho mais fácil é sempre reservar a estadia não nos sites dos próprios hotéis, mas em sites próprios e concebidos para o efeito: existem alguns que são sobejamente conhecidos e nos quais é impossível que corra mal. Para além da comodidade, uma das vantagens desses sites é que, para cada hotel, apresentam os comentários e avaliações deixados por pessoas que lá estiveram alojadas.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoLuís

    23-07-2012 às 12:15:33

    Já viajei por muitos lados e tenho visto de tudo. Desde fotografias de sites que nem de perto nem de longe têm a haver com os sítios, quartos em que o ar condicionado não funciona quando no site indicavam de forma especial a climatização dos quartos. Até já me aconteceu confirmarem o valor por email e na altura de pagar, teimarem que o preço era mais elevado.
    Eu acho que é tudo uma questão de pesquisa e de sorte também. Apesar de já ter vivido muitas aventuras em pousadas e hotéis, as experiencias de uma forma global, tem sido boas.
    Há que pesquisar e informar-se sobre o local onde vai fazer a reserva. Se a coisa não correr bem, há sempre o livro de reclamações que muitas vezes resolve todos os problemas.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoManuela

    19-07-2012 às 12:53:40

    João,
    Se não o instalaram no quarto que tinha reservado, teriam de o “indemnizar” de qualquer forma.
    Pagou o quarto na totalidade ou foi só uma percentagem do valor total? Nos emails trocados houve especificação sobre o quarto que queria reservar? Se sim, então teria direito ao que estava combinado, não podendo ficar lesado por um erro do hotel.
    Podem existir aqui algumas situações que teria de ter tido em conta. Na eventualidade de não terem disponível o quarto que escolheu (tendo em conta a vista que gostou) o hotel poderia ter optado por coloca-lo num maior e melhor (nunca inferior ao reservado) ou se o colocasse num idêntico, mas sem as características que o interessaram, oferecer-lhe um novo fim de semana, por exemplo. O consumidor tem os seus direitos e os hotéis estão preparados (ou deviam estar) para este tipo de enganos.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoJoão Costa

    12-07-2012 às 11:53:38

    Já me aconteceu um verdadeiro filme com uma destas situações. Após ter feito o registo no site, ter pago e até enviar o comprovativo de pagamento, cheguei ao resort e ninguém sabia de nada. Não tinham registado a minha reserva e corria o risco de ficar sem o quarto que tinha reservado.
    Como levava o comprovativo de pagamento comigo e a confirmação da reserva, lá tiveram no resort de se desenrascar. Fiquei por lá 3 dias, mas confesso que aquela situação inicial me fez sentir lesado, pois não fiquei no quarto que tinha escolhido e que tinha vista sobre o campo. Claro que não aconselhei nenhum dos meus amigos a visitar o dito resort.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoMariana

    12-07-2012 às 11:52:48

    Já fiz mais do que um fim de semana e sempre com reservas on-line. Em alguns hotéis ou pousadas existem inclusive os devidos formulários de preenchimentos nos próprios sites, que aquando o devido registo, é reencaminhado para o nosso email a confirmação.
    De qualquer forma, nunca deixo de contatar por telefone os hotéis para ter tudo confirmado.

    ¬ Responder

Comentários - Reservar um hotel pela internet: Será boa opção?

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Cães e Humanos: Amizade por interesses

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Animais Estimação
Cães e Humanos: Amizade por interesses\"Rua
Não é de hoje que os cães são considerados nossos melhores amigos, porém como toda amizade ela não é totalmente incondicional e livre de interesses, pense bem, você pode discordar a princípio, mas analise a fundo e verá que tenho razão.

Cães convivem conosco a mais de 10mil anos, foi lá atrás na pré história que essa amizade começou, uma das mais duradouras da história. Teorias dizem que essa conexão iniciou pois ambas as espécies precisavam de algo que não possuíam e juntos se completaram.

Em plena era do gelo onde a sobrevivência estava sendo testada a todo vapor, aquele lobo considerado mais corajoso se encontrou com um homem também corajoso e resolveram unir forças, talvez não conscientemente, mas deu certo para ambos, e ali iniciava uma amizade que duraria por milênios.

Nesse estágio da nossa história, corríamos perigo de sobrevivência; faltava comida, segurança e energia ! ... E então percebemos que esses lobos simpáticos poderiam nos dar uma vantagem na corrida contra a morte, afinal eles caçavam muito bem , coisa que tínhamos dificuldade em fazer pela falta de energia naquele momento; então pensamos, eles nos ajudam a caçar, nós dividimos o alimento e em troca eles ganham segurança e afeto, e foi assim que essa amizade nos ajudou a enfrentar todos os percalços do caminho, e hoje evoluímos tanto que não precisamos mais de seus serviços e ainda sim continuam sendo nossos melhores amigos, posso dizer então que realmente é uma amizade verdadeira, que surgiu da dificuldade e interesses mas que não se deixou abalar por nada.

Então, agora quando virmos alguém maltratar esses animais, desdenhar deles dizendo que "não prestam pra nada", "não fazem nada de útil", como a galinha que põe ovos, ou a vaca que dá leite, lembremo-nos o quão útil eles foram na nossa caminhada, não só no quesito físico mas também no emocional, numa época em que as aparências não importavam e nem o QI para se fazer um amigo, bastava ser corajoso o bastante pra ultrapassar barreiras e conhecer mais o outro, do jeito que ele viesse, garanto que vantagens incríveis nascerão dessa amizade, e não pense em vantagens como algo ruim, quando digo penso em a vantagem da gente se sentir o humano mais importante do mundo quando esses seres peludos nos olham nos olhos sem pedir mais nada em troca, damos e recebemos carinho como nunca, uma retribuição silenciosa a quem sempre esteve do nosso lado, no pior e melhor momento.

O maior interesse em uma amizade é que ela dure para sempre, e acho que com os Cães conseguimos isso.

Pesquisar mais textos:

Lara Lavic

Título:Cães e Humanos: Amizade por interesses

Autor:Lara Lavic(todos os textos)

Imagem por: gnuckx cc0

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios