Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alojamento > Programa Aconchego – Residência para estudantes no Porto

Programa Aconchego – Residência para estudantes no Porto

Categoria: Alojamento
Programa Aconchego – Residência para estudantes no Porto

Programa Aconchego – Residência para estudantes no Porto

Estamos neste momento a escassos passos do início do ano lectivo. É nesta altura que os alunos terminam as candidaturas e esperam a tão aguardada resposta. No entanto, há questões que ficam pendente: onde ficar alojado? Por que preços? Com que confiança?

De outro lado desta história, temos idosos. Idosos sozinhos, solitários, abandonados e tristes. Idosos que vivem nas suas casinhas com apenas a companhia dos seus fantásmas do passado. Também eles têm uma questão: quem os pode tirar de tal solidão?

Agora, também vocês, leitores, têm uma pergunta na vossa mente: qual a relação entre estas duas realidades?

A ligação chama-se Programa Aconchego, e foi criada pela Fundação Para O Desenvolvimento Social Do Porto. Este programa é inovador e visa colmatar estes dois problemas.

Mas como?

É simples: o Projecto Aconchego recolhe candidaturas de séniores residentes na cidade do Porto e cujas casas tenham condições para o acolhimento de um estudante, e de alunos das faculdades do Porto que necessitem de alojamento.

Após recolhidas as acima citadas candidaturas, é atribuída uma casa a cada estudante, e um estudante a cada idoso. Assim, o estudante beneficia de um alojamento gratuito e, em troca, o sénior beneficia da companhia e apoio do jovem.

Para ajudar os jovens no acompanhamento nocturno dos idosos, estes têm o apoio do Serviço de Emergência do Serviço de Apoio Domiciliário da Casa das Glicínias.

Quais são os objectivos?

Segundo o regulamento do Programa, os objectivos são os que passo a citar:

a) Combater a solidão;

b) Acompanhar e apoiar os seniores e suas famílias na promoção do seu bem estar;

c) Colaborar e/ou assegurar o acesso à prestação de cuidados de saúde;

d) Promover a Intergeracionalidade entre jovens e seniores;

e) Revitalizar a cidade do Porto. – em “REGULAMENTO DO PROGRAMA ACONCHEGO DA FUNDAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO SOCIAL DO PORTO”.

E quem pode concorrer?

Este projecto prossupõe dois tipos de admissão: a admissão de séniores e de estudantes. Para cada uma há critérios diferenciados, logicamente.

*Admissão Sénior:

a) Residir na cidade do Porto;

b) Ter mais de 60 anos;

c) Viver só ou com o cônjuge;

d) Ter condições de habitabilidade adequadas a um estudante universitário,

nomeadamente:
* Um quarto individual para o estudante, onde este possa ter uma mesa
de apoio para estudar;

* Instalações sanitárias completas com água quente;

* Uma cozinha completa, onde o estudante possa confeccionar as suas
refeições;

e) Estar disponível para visitas de avaliação periódicas por parte da equipa técnica do Serviço de Apoio Domiciliário da Casa das Glicínias;

f) Facultar todos os elementos necessários no âmbito da saúde para um
encaminhamento adequado em situação de emergência;

g) Disponibilizar documentação para a elaboração do processo individual de participante, incluindo o registo fotográfico do seu domicílio;

h) Cabe à equipa técnica da Casa das Glicínias proceder à triagem da
população sénior aderente ao Programa;

i) É indispensável para aceder a este Programa a existência de um telefone na residência do sénior – em “REGULAMENTO DO PROGRAMA ACONCHEGO
DA FUNDAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO SOCIAL DO PORTO”.

*Admissão Júnior

a) Não residir na cidade do Porto;

b) Envolver a família do estudante, caso seja cidadão nacional, durante todo este Programa;

c) Ter consciência da responsabilidade que este Programa implica no âmbito do acompanhamento do sénior e zelar pelo bom estado da sua habitação;

d) Estar disponível para acções de formação facilitadoras de boas práticas e respostas adequadas à população sénior;

e) Colaborar com a responsável técnica do Programa, quando esta solicitar a sua participação em reuniões periódicas de avaliação, juntamente com a sua família;

f) Disponibilizar documentação para a elaboração do processo individual de participante;

g) Cabe à FAP realizar uma primeira triagem dos voluntários que se inscrevem através da Comissão Executiva da FAP Social, concretizando pareceres não técnicos sobre aptidão do candidato estudante, não invalidando uma posterior avaliação técnica em articulação com a equipa técnica da Casa das Glicínias;

h) Cabe às Juntas de Freguesia sinalizar potenciais aderentes seniores ao Programa. – em “REGULAMENTO DO PROGRAMA ACONCHEGO
DA FUNDAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO SOCIAL DO PORTO”.

Quero mais informações!

Para mais informações, basta visitar o regulamento do Programa em http://www.bonjoia.org/files/Regulamento_Aconchego.pdf ou o website http://alojamento.fap.pt/?Pag=promo&nome=aconchego .


Patrícia Carvalho

Título: Programa Aconchego – Residência para estudantes no Porto

Autor: Patrícia Carvalho (todos os textos)

Visitas: 0

631 

Comentários - Programa Aconchego – Residência para estudantes no Porto

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os benefícios do piso laminado

Ler próximo texto...

Tema: Materiais Construção
Os benefícios do piso laminado\"Rua
Ao se realizar uma obra, ou na renovação de ambientes, há sempre muitas opções de técnicas e tecnologias de construção civil, arquitetura e decoração a serem escolhidas da forma mais adequada ao resultado que se espera. O piso adequado ao ambiente que se está construindo ou reformando é uma questão bastante relevante para o sucesso do empreendimento e para o bem-estar dos usuários.

Os tipos de pavimentos ou assoalhos ou revestimentos são diversificados e para cada tipo de ambiente, construção e gosto pessoal há um mais adequado. Pelos inúmeros benefícios que tem apresentado, o piso laminado tem sido bastante escolhido como revestimento nos ambientes modernos. Ele é composto por quatro camadas, feitas de fibras de madeira de alta densidade, lâminas de celulose, lâminas decorativas e filme cristalino de celulose, colados diretamente ao chão. Essa composição garante estabilidade, beleza, resistência, facilitando a limpeza. Somente com estes argumentos já se pode notar as vantagens desse tipo de piso, contudo ainda existem outras.

Os pisos laminados custam menos que os pisos de madeira, seu substrato é ecologicamente correto, já que as madeiras utilizadas na composição desse piso provêm de florestas certificadas e possui fácil instalação, sem a necessidade de pregá-lo ao chão. Além disso, os pisos laminados não precisam de envernizamento como os pisos de madeira que causam mau cheiro e sujeira. Os pisos laminados são mais resistentes que os pisos de madeira devido a sua alta pressão. A superfície dos pisos laminados de alto tráfego contém papel decorativo que garante diversas possibilidades de estampas e combinações.

Existem, portanto, dois tipos distintos de pisos laminados. Os pisos laminados de madeira têm em sua composição madeira natural e são revestidos com verniz. São indicados para ambientes residenciais e menos movimentados. Os pisos laminados de alto tráfego são compostos por madeiras de alta densidade cobertas por papel decorativo. São mais resistentes e, em virtude disso, indicados para ambientes de grande circulação. Podem estar em ambientes residenciais, porém para ambientes comerciais é o ideal.

Os pisos laminados são resistentes à luz do sol, a riscos e a manchas. São práticos devido à diversificada opção de padrões e funcionais devido à facilidade de limpá-lo. Acomodam-se perfeitamente em qualquer ambiente, proporcionando fácil decoração. Entretanto, medidas para mantê-lo em bom estado por mais tempo (apesar da sua alta durabilidade) devem ser tomadas. Colocar proteção na entrada das portas evita a instalação de sujeira e pedras. Forrar móveis e peças decorativas, que entrem em contato com o piso, é recomendado, a fim de não marcá-lo. Esses forros podem ser feitos com tecidos felpudos ou recortes em feltro. Forrar os móveis ao movimentá-los é apropriado para não riscar o piso. Salto alto fino com base metálica também marca esse tipo de piso. Evitar molhar em demasia o piso é necessário, pois caso contrário pode haver o inchamento do piso. Deve-se mantê-lo sempre seco.

Esse tipo de piso também tem a vantagem de não carregar cupins, contudo é preciso verificar as condições de presença desses insetos. Ambientes com cupins requerem a desintetização prévia.

Pesquisar mais textos:

Rosana Fernandes

Título:Os benefícios do piso laminado

Autor:Rosana Fernandes(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    12-05-2014 às 12:45:43

    O piso laminado é muito bom, sua durabilidade é de quase 40 anos e são mais fáceis de manter.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • silvana 22-02-2014 às 18:17:44

    o piso laminada tem durabilidade de quantos anosposso passar pano umido no piso loaminado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios