Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alojamento > Sinta o pulsar da Natureza na Costa Rica

Sinta o pulsar da Natureza na Costa Rica

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Alojamento
Visitas: 6
Comentários: 3
Sinta o pulsar da Natureza na Costa Rica

Lapa Ríos é um lugar ideal de férias para pessoas que pretendam desfrutar da aventura com a Natureza e desejem participar ativamente na proteção da cultura local. Trata-se de experimentar a vida no meio do bosque. Situada numa reserva natural de mais de mil hectares na América Central, é uma das últimas florestas tropicais da Costa Rica. A Lapa Ríos Rainforest Ecolodge proporciona uma visão estupenda da união do Golfo Doce com o oceano Pacífico, que dá a sensação de se estar diante de uma beleza que ultrapassa qualquer imagem preconcebida de belo, sob a carícia dos ventos frescos do oceano e da floresta tropical.

Esta albergaria sui generis, com os seus 16 bungalows e o restaurante, foi construída com materiais recolhidos na zona, ostentando, por exemplo, móveis em bambu feitos pelos nativos e tetos de palmeira tecida. Os chuveiros, por seu turno, funcionam com energia solar.

Lapa Ríos Ecolodge constitui um verdadeiro projeto ecoturístico, baseando-se num modelo que visa demonstrar que, mais do que a maneira como se cortam as árvores, uma floresta de pé tem um valor muito superior. Deste modo, os empregados (pertencentes à comunidade local) estão comprometidos com práticas ambientais, tendo já recebido a classificação máxima do Certificado de Sustentabilidade Turística.

É oferecida aos visitantes uma enorme variedade de atividades exploratórias multifacetadas que permitem ver a Natureza no seu melhor. Os tours guiados possibilitam a realização de caminhadas pela floresta virgem e pelas cataratas selvagens, a partilha do frio da manhã com 319 espécies de aves, andar de caiaque com o arco-íris no horizonte e os peixes tropicais a saltitar, etcétera. De salientar que todos os tours guiados em Lapa Ríos ajudam à manutenção e a pagar o valor da aquisição da reserva, apoiando a preservação da rica biodiversidade da península de Osa. Os turistas podem, igualmente, contribuir para o desenvolvimento sustentável através do programa de reflorestação, bastando para tal lançar à terra uma semente.

As atividades na floresta e na praia (caminhadas por trilhos na montanha, observação de aves, visitas pedagógicas a projetos locais de sustentabilidade, tours de plantas medicinais, passeios de barco pelos bosques marinhos, surf, nadar ao lado dos golfinhos, etc.) aproximam os hóspedes e a comunidade. As massagens e as aulas de yoga são também bastante apreciadas. A ida ao Parque Nacional do Corcovado (de avioneta) é apontada por diversos excursionistas como um momento simplesmente memorável. Passar a noite na plataforma overnight (debaixo das estrelas e com as sons do bosque como fundo) é outra opção candidata a este título.

Seja como for, o principal que se leva de Lapa Ríos é, sem dúvida, o lema: uma árvore em pé vale mais do que uma cortada…!


Maria Bijóias

Título: Sinta o pulsar da Natureza na Costa Rica

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 6

802 

Imagem por: David Paul Ohmer

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • SophiaSophia

    21-04-2014 às 17:00:29

    Costa Rica é um lugar cheio de belas paisagens. A natureza, o frescor, o clima são bem agradáveis e você ainda tem ao redor lindas montanhas. A Rua Direita incentiva a todos a conhecerem seus atrativos.

    ¬ Responder
  • tacianetaciane

    27-04-2011 às 17:22:30

    mas e muito linda mas que natureza bela

    ¬ Responder
  • jose chagas

    05-10-2012 às 17:48:21

    e linda e perfeita

    ¬ Responder

Comentários - Sinta o pulsar da Natureza na Costa Rica

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os primeiros brinquedos

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Brinquedos
Os primeiros brinquedos\"Rua
O brinquedo é mais do que um objecto para a criança se divertir e distrair, é também uma forma de conhecer o mundo que tem ao seu redor e para dar asas à sua imaginação. Desta forma, os brinquedos sempre estiveram presentes na sociedade.

Os primeiros brinquedos datam de 6500 anos atrás, no Japão, em que as crianças brincavam com bolas de fibra de bambu. Entretanto há 3000 anos surgiram os piões feitos de argila e decorados, na Babilónia.

No século XIII apareceram os soldadinhos de chumbo, porém só eram acessíveis às famílias nobres. Cinco séculos mais tarde, apareceram as caixas de música, criadas por relojoeiros suíços.

As bonecas são muito antigas, surgiram enquanto figuras adoradas como deusas, há 40 mil anos, mas a primeira fábrica abriu apenas em 1413 na Alemanha. Barbie, a boneca mais famosa do mundo, foi criada em 1959, mas ainda hoje é das mais apetecíveis pelas crianças.

O grande boom dos brinquedos aconteceu quando se descobriu o plástico para o fabrico. Mesmo assim, muitas famílias não podiam comprar brinquedos aos filhos, como tal, estes utilizavam diversos tipos de materiais e construíam os seus próprios brinquedos.

Actualmente, as crianças têm acesso a uma enorme variedade de brinquedos, desde bonecas, a carros telecomandados, a videojogos… Educativos ou apenas lúdicos, há de tudo e para todos os gostos e preços.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Os primeiros brinquedos

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: David Paul Ohmer

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • umdolitoys 23-01-2013 às 05:46:38

    Adorei a reportagem! e tenho algo para vocês verem!!

    Espero que gostem!!!

    ¬ Responder
  • sofia 22-07-2012 às 21:56:29

    Achei muito interecante e muito legal saber que ano foi fabricadoas bonecas

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios