Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alojamento > Empréstimo à habitação só para um?

Empréstimo à habitação só para um?

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Alojamento
Empréstimo à habitação só para um?

Um dos maiores problemas de hoje é o aumento dos divórcios,o que faz com que os casais tenham que comprar ou alugar uma nova casa.
Aqui reside um problema pois um deles tem que sair de casa, o que faz aumentar considerávelmente as despesas.

A solução tem que ser bem poderada a fim de reduzir ao máximo as despesas com os encargos da habitação.

Nalguns casos é ponderada a possibilidade de o empréstimo ser em nome de ambos, mesmo após o divórcio, por exemplo até venderem a casa.
Mas, na realidade, a maior parte das vezes, a titularidade do crédito acaba por ser transferida para aquele que fica a residir na casa, obrigando-o deste modo a alterar o contrato.

Esta situação é muito frequente e em face dela os bancos aproveitam para subir o spread. Logo, isto faz com que os encargos do ex subam substâncialmente por ser o único a suportar a prestação que antes era paga pelos dois.

A exigêngia do novo contrato traz um cenário particularmente difícil para quem opta por esta alternaiva. Neste caso há bancos que sobem o spread de 1% para 5%,levando imediatamentte ao risco de incumprimento.

Manter o contrato com os dois tutulares é ainda muito comum, mesmo que temporáriamente. Á vezes , os ex cônjugues são obrigados a partilhar a casa, porque não têm condições financeiras para prosseguir a vida em separado.

Neste caso os bancos não alteram as condições iniciais, não sendo necessário rever o contrato.
Transferir o crédito só para um é pois a situação mais problemática e o risco demasiado alto.

O melhor é neste caso fazer simulações nos bancos até encontrar um que pratique spreads mais baixos.

A saída de um titular nos empréstimos fragiliza muito a situação financeira, que é ainda penalizada pela actual conjuntura económica.
Com a subida em flecha do spreed, isto resulta normalmente em sobre-endividamento. Por isso é imperativo fixar limites às alterações impostas pelos bancos ou arranjar garantias alternativas. Alguns optam por incluir um fiador, que entra como novo titular. Assim, deixa de haver tanto risco e as condições contratuais não são agravadas. E, ainda que o sejam um pouco, respeitam certos limites.

Convêm pois estar- se alerta para esta nova realidade social e tão alarmante!.


Teresa Maria Batista Gil

Título: Empréstimo à habitação só para um?

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 0

661 

Comentários - Empréstimo à habitação só para um?

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Contador de moedas

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Material Escritório
Contador de moedas\"Rua
O mundo dos negócios exige um grande dispêndio de energia e muitas horas de trabalho. No entanto hoje já é possível fazer recurso da alta tecnologia para poupar tempo e dinheiro. O recurso às funções do computador para o comércio facilita e atrai muitos clientes para empresas e comerciantes. No que diz respeito a contas é possível fazer uma contagem rápida e eficaz do dinheiro, sem passar horas a contar e com o risco de engano. É por isso que cada vez mais pessoas ligadas a negócios e serviços optam por adquirir um contador de moedas. Deste modo sabem que poupam tempo e não falham na sua contagem.

Dos inúmeros equipamentos que a alta tecnologia põe ao dispor, este é sem dúvida um equipamento que beneficia em muito o trabalho de muita gente. Por ser pequeno é muito cómodo e exige pouco espaço, ou melhor pode ser colocado em qualquer lugar.

Torna-se evidente que as novas tecnologias vieram para simplificar a vida e trazem muitas vantagens, rentabilizam e poupam tempo. No caso do contador de moedas, sem enganos, falhas e complicações. É o ideal para ter num escritório de uma empresa, em escolas, cafés, pastelarias, salões de jogos, bancos, cinema, serviços financeiros e de tesouraria e outros ligados a serviços públicos e privados.

Em resumo, se está ligado a qualquer trabalho de comércio ou serviços pode poupar muto tempo e problemas apenas colocando um equipamento destes no seu espaço de trabalho. As suas vantagens são inúmeras, em especial: permite realizar uma contagem rápida das moedas dividindo-as e fazendo a sua soma, conta o total das moedas, o valor total em cada tipo de moedas e a quantidade de todas as moedas.

Contem e separa no mínimo duzentas e vinte moedas por minuto, sem erro, conta e separa tudo no mesmo equipamento, permite alimentar o aparelho com quantidades entre as trezentas e quinhentas moedas de cada vez e continuar a adicionar mais moedas enquanto está a contar. Além disso o aparelho pode ser programado para separar um número de moedas predeterminado.

O seu design é bastante inovador e resistente. Os materiais de elevada qualidade, de fácil ligação e paragem automática.

Possui uma elevada funcionalidade, baixo consumo (70W), pouco peso, aproximadamente quatro kg, velocidade ultra rápida, pequena dimensão e estão todos certificados pela EU. Deste modo também possuem garantia, são fáceis de usar e de arrumar.

As suas funções práticas permitem que o contador de moedas possa estar em qualquer lugar.

Pesquisar mais textos:

Teresa Maria Batista Gil

Título:Contador de moedas

Autor:Teresa Maria Gil(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios