Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Música > Música Hip-Hop

Música Hip-Hop

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Música
Comentários: 1
Música Hip-Hop

A música é sem dúvida alguma uma forma de expressão de sentimentos e faz parte integante da cultura dos povos desde a antiguidade. Por outro lado retrata também, tal como a arte , a sociedade vigente, os costumes e a mentalidade das pessoas.

Ela pode retratar o povo através da música popular ou pode ser mais ritmada, usar sons de piano, viola, cavaquinho, ou por outro lado ser mais agreste, com o uso de tambores ou outros instrumentos de maior fôlego. Desde sempre surgiram movimentos musicais ou músicos que se tornaram célebres, seja clássicos, hip-hop, rap português ou novos temas.

Pode dizer-se que há música para todos os gostos e esilos para mais jovens ou idosos. E, ainda há músicas que saem da moda e voltam mais tarde , como por exemplo o rapper.




No que concerne a hip-hop foi considerado durante muitos anos um estilo de música marginal, com algumas exepções nomeadamente na década de oitenta, o hip-hop de Beastie Boys e dos Run-DMC.

Este estilo esteve muito escondido e na sombra, mas nos anos noventa ele saltou dos projectos norte-americanos, para as bocas do mundo, com músicos exepcionais como snoop Doogg, DR.Dre, Tupac e De La Soul.

Na Europa, o fenómeno atingiu as massas, em especial com a edição da compilação Rapública.

Contráriamente, em Portugal o Rap português definhou bastante depois da década de noventa. E, o seu declíneo foi tão grande que só restou práticamente um nome, Boss AC, chamado Ãngelo César, que denotou grande persistência e dedicação, sendo considerado pelos amigos como uma espécie de subsídio para o hip-hop portugûes.
Mas, apesar dos seus esforços e dos seus álbuns, o rapper não foi muito mais além.

Por outro lado o hip-hop contemporãneo, de índolole mais alternativa, caracterizado pelo acentuar de linguagem de rua ou, no extremo oposto, por uma certa intelectualização do movimento, e são uma espécie de súmula das tendências comerciais do hip-hop norte-americano dos últimos anos.

Contráriamente, o Brasil apresenta uma musicalidade com a qual outros países sonham, ou seja transmite uma reflexão social, com uma atmosfera que remete para o destilar do ódio.

Apesar da quase morte do rap português, AC apresenta os melhores discos de hip-hop e combate o coma do rap nacional.

Por outro lado na América, gravaram-se muitos discos do estilo.

O quadro da música varia de país para país , embora muitas vezes seja uma questão de moda.

Pode dizer-se que sempre houve músicas para todos os gostos e que se trata de uma belíssima arte.


Pedro gil Ferreira

Título: Música Hip-Hop

Autor: Pedro gil Ferreira (todos os textos)

Visitas: 0

636 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • SophiaSophia

    13-05-2014 às 20:38:53

    O melhor da música é que ela possui variados ritmos e estilos. O hip-hop tornou-se um fenômeno em muitos lugares do mundo.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - Música Hip-Hop

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como fazer disfarces de Carnaval

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Vestuário
Como fazer disfarces de Carnaval\"Rua
O ano começa e depressa chega uma data muito ansiada principalmente pelos mais jovens: o desejado Carnaval!

Esta é uma data que os pequenos adoram e deliram com as fantasias. O problema maior é a despesa que os disfarces representam e no ano seguinte já não usarão o mesmo disfarce ou, no caso dos mais pequenos, já não lhes serve.
O melhor nesta data é mesmo reciclar e aprender a fazer disfarces caseiros utilizando truques mais económicos e materiais reciclados para preparar as fantasias dos pequenitos!

Uma sugestão para os meninos é o traje de pirata que pode facilmente ser criado a partir de peças que tenha em casa. Procure uma camisa de tamanho grande e, de preferência, de cor branca com folhos. Se não tiver uma camisa com estas características facilmente encontrará um modelo destes no guarda-vestidos de alguma familiar, talvez da avó.

Precisará de um colete preto. Na falta do colete pode utilizar um casaco preto que esteja curto, rasgue as mangas pelas costuras dos ombros. As calças devem ser velhas e pretas para poderem ser cortadas na zona das pernas para envelhecer a peça. Coloque um lenço preto ou vermelho na cabeça do menino e, de seguida, com um elástico preto e um pouco de velcro tape um dos olhos.

Para as meninas não faltam ideias originais para fazer disfarces bonitos e especiais para este dia. Uma ideia original é a fantasia de Flinstone. É muito fácil e prática de fazer e fica um disfarce muito bonito. Comece por arranjar um pedaço de tecido branco. Coloque o tecido em volta do corpo como uma toalha de banho e depois amarre num dos braços fazendo uma alça. Depois corte as pontas em ziguezague mantendo um lado mais comprido que o outro. Amarre o cabelo da menina todo no cimo da cabeça, como se estivesse a fazer um rabo-de-cavalo mas alteie-o mais. Com o auxílio de um pente frise o cabelo, pegando nas pontas e passando o pente em sentido contrário até que fique todo despenteado. Numa loja de disfarces compre um osso de plástico e prenda na fita da criança.

Pegue nos materiais, puxe pela imaginação e ponha mãos ao trabalho!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Como fazer disfarces de Carnaval

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    09-06-2014 às 04:01:21

    Não em carnaval, mas em bailes de fantasia, sempre usei o TNT. Eles são ótimos para trabalhar o corte, para costurar e deixa bem bonito!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios