Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Música > A Música É...

A Música É...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Música
Visitas: 2
A Música É...

Aprendi há muitos anos atrás que a musica é uma arte, uma arte capaz de encantar pessoas de todas as gerações desde o início das gentes no mundo. Desde sempre as pessoas combinaram sons com silêncio e criaram melodias, ora isto nada mais é do que musica.

Ao longo dos vários séculos e milénios até foram criadas, inventadas novas formas de fazer musica, instrumentos musicais, técnicas vocais, enfim como em todas as áreas das nossas vidas, equipamentos modernos para fazer o mesmo de sempre, só que neste caso específico, referimo-nos a musica.

Apesar disto, continuamos a ver as pessoas motivadas a criar e a inspirar-se na natureza para construir as suas musicas e não foi há muito, talvez também não tão pouco, que vi um grupo com pedras nas mãos, seixos do fundo de um ribeiro qualquer acompanhando os seus cantos e dando-lhes um encanto peculiar. Há algum tempo também vi um homem e ouvi-o também tirando um choro digno de um violino, de um simples serrote… por vezes não temos nada nas mãos mas utilizamos o que temos e fazemos quanto mais não seja ritmo com as nossas próprias mãos batucando em qualquer coisa ou batendo palmas e acompanhamos a nossa própria canção.

Por tudo isto, a musica é algo que exprime para o mundo aquilo que nos vai na alma, transpondo para o palco da vida as alegrias ou tristezas que nos atropelam os corações… outras vezes porém a musica que sai das nossas bocas e das nossas expressões também não transmite alguma tristeza que possamos ter, mas como diz o povo, quem canta seu mal espante, e é bem verdade, usamos a música como um instrumento para erradicar as tristezas que não têm ordem de permanência nos nossos rostos, que sempre apresentam um sorriso quer a alegria esteja lá, ou não…

A música é finalmente uma expressão através da qual podemos passar uma mensagem, seja ela qual for, e na sua evolução ao longo dos tempos, tem sido notórias mensagens diversas que têm sido transmitidas…

Em Portugal, a musica faz mesmo parte da História quando uma canção tocada na rádio fez sair um exército para uma revolução de paz! Uma revolução que começa com música e acaba com flores, é sem dúvida o rosto do povo português!

Música, uma arte ancestral que eleva as nossas mentes e os nossos corações trazendo até nos uma série de emoções que nos fazem sorrir.


Ana Sebastião

Título: A Música É...

Autor: Ana Sebastião (todos os textos)

Visitas: 2

601 

Comentários - A Música É...

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Um sinal de compromisso

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Jóias Relógios
Um sinal de compromisso\"Rua
Exibir uma aliança de compromisso é, frequentemente, motivo de orgulho e, quando se olha para ela, vai-se rodando-a no dedo e fica-se com aquela expressão ridícula na cara.

Uma questão se coloca: qual a razão de estas alianças de compromisso serem tão fininhas: será porque os seus principais clientes, os jovens, são sujeitos de poucas posses (tendendo as mesadas a emagrecer ainda mais com a crise generalizada) ou porque esse compromisso, não obstante a paixão arrebatadora, é frágil e inseguro?

Sim, porque aqui há que fazer cálculos matemáticos: x compromissos vezes y alianças…com um orçamento limitado sobre um fundo sentimental infinito…

Depois, importa perpassar os tipos destas alianças. Há as provisórias, que duram em média quinze dias; há as voadoras, que atravessam os ares à velocidade da luz quando a coisa dá para o torto; há as que insistem em cair do dedo, sobretudo em momentos em que ter um compromisso se revela extremamente inoportuno; e depois há as residentes, que uma vez entradas não tornam a sair.

Os pombos-correios usam anilhas onde figuram códigos que os identificam. Talvez não fosse completamente descabido fazer umas inscrições deste género em algumas alianças de compromisso por aí…

Só para ajudar os mais esquecidos a recordarem a que “pombal” pertencem.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Um sinal de compromisso

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    22-09-2014 às 05:46:10

    Um sinal de amor e lealdade perpétua! Adoro ver os vários modelos de aliança! Vale a pena escolher uma bem bonita!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios