Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Música > A revolução da indústria pop

A revolução da indústria pop

Categoria: Música
Visitas: 8
Comentários: 2
A revolução da indústria pop

A MTV (Music Television) iniciou uma revolução no mundo da música. No dia 1 de Agosto de 1981 este canal de televisão iniciou as suas emissões regulares com o videoclip “Video Killed the Radio Star”, dos The Buggles.

Até esta data, as bandas de rock and roll não tinham por hábito apostar no formato videoclip. As despesas de produção de um vídeo eram bastante caras e não se sentia a necessidade de avançar para este tipo de projectos, que se pensava não trazerem grandes retornos. Com a MTV, a transmissão de vídeos passou a ser um mercado emergente, que hoje é explorado por todas as bandas e tipos de música.

O conceito de televisão criado pela MTV rapidamente se desenvolveu e fez sucesso, o que tornou este formato um sucesso que teve seguidores, não só com programas de televisão dedicados só a passar vídeos, mas também com o advento de outros canais de música.

No início, o videoclip mostrava apenas imagens da banda a tocar, fosse em estúdio, fosse em concerto. Por volta do início dos anos 1980, a aposta foi feita num outro tipo de formato, em que os videoclips passaram a contar pequenas histórias. Quem não se lembra, por exemplo de “Thriller”, de Michael Jackson, um videoclip que é, ao mesmo tempo uma curta-metragem, ou ainda “Take on me” dos A-Ha, que mistura a realidade com a banda desenhada?

A revolução na indústria pop prolongou-se ao longo dos anos, tudo em nome da busca pela perfeição na arte de realizar pequenos filmes que estejam relacionados com a arte das bandas.

Quando a MTV apareceu, em 1981, o seu objectivo era o de atingir uma faixa etária mais jovem. Em 1985, surgiu o Video Hits One (VH1), que tinha o objectivo de chegar a uma faixa etária mais velha. Este canal mantém-se fiel ainda hoje a estes princípios, apostando num tipo de música bastante mais “leve”.
Existem hoje canais de música para todos os gostos.

Com o surgimento dos canais de música, começou-se a questionar o papel da rádio e da relação dos artistas com esta. No entanto, com o passar do tempo, é possível ver que cada coisa tem um papel e que este está bem definido. Tanto a rádio como a televisão conseguem perfeitamente complementarem-se e trazer valor acrescentado, não só ao nível do mercado, mas também de orientação artística.

Os canais de música são, desde o seu início, um dos principais meios de divulgação, não só da música, mas também da cultura de cada época.



Luís Seco Passadouro

Título: A revolução da indústria pop

Autor: Luís Seco Passadouro (todos os textos)

Visitas: 8

635 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • SophiaSophia

    13-05-2014 às 20:23:07

    Até hoje a música pop vive e revive a música, ela nunca deixará de existir!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoSofia Nunes

    13-09-2012 às 16:47:42

    A minha relação com a música pop é, a bem dizer, péssima. Por associação, também a MTV é um canal que, embora possua, não tenho por hábito ver. Não que nunca tinha visto, mas por volta dos 16 anos de idade os meus gostos musicais alteraram-se. O outro canal que refere como sendo destinado a um público-alvo mais velho (O Video Hits One) é, segundo a minha opinião, bem melhor que a comercial MTV.

    ¬ Responder

Comentários - A revolução da indústria pop

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Como Solicitar O Seguro Desemprego - Passo A Passo!

Ler próximo texto...

Tema: Utilidades Domésticas
Como Solicitar O Seguro Desemprego - Passo A Passo!\"Rua
O seguro desemprego é instituído pela Lei Nº 7.998, de 11 de janeiro de 1990 e que tem por finalidade prover a assistência financeira temporária ao trabalhador desempregado sem justa causa. Foi sancionado pelo presidente da República do Brasil e também é regido pela Consolidação das Leis Trabalhistas – CLT.

Este benefício é concedido a todo e qualquer trabalhador que foi dispensado apenas em regime de sem justa causa ou quando houver acordo judicial e o juiz autorizar o pagamento devido ao ex-trabalhador da empresa.

Sua duração é de 3(três) a 5(meses) de forma contínua e dependerá do tempo em que ficou empregado. O valor mensal é calculado conforme o que o trabalhador ganhava durante o período em que estava empregado.

Essa assistência financeira e temporária tem algumas regras, por isso, é muito importante conhecê-la antes mesmo de solicitá-la nos órgãos responsáveis.

Para ter direito ao benefício:


- Precisa ter a carteira devidamente assinada da empresa;
- Ter trabalhado durante 6 meses na empresa (no mínimo);
- Não ter recebido esse benefício no período de 16(dezesseis) meses ininterruptos;
- Ter sido dispensado sem justa causa.

Quem tem direito ao benefício:


- Os trabalhadores demitidos sem justa causa;
- O pescador artesanal; e
- O empregado doméstico, desde que o empregador esteja recolhendo o Fundo de Garantia de Tempo de Serviço (FGTS).

Como solicitar – Passo a passo:


1) Dirija-se à qualquer Caixa Econômica Federal ou ao M.T.E (Ministério do Trabalho e Emprego) da sua cidade munidos dos seguintes documentos:
- Rescisão contratual, carteira de trabalho devidamente dado baixa com a data de saída e assinada e carimbada pela empresa, as duas vias do seguro desemprego preenchido e fornecido pela empresa, cartão do PIS/PASEP ou o cartão cidadão, extrato do recebimento do pagamento do FGTS, comprovante de residência e os últimos 3 (três) contra-cheques;
2) Entregue todos esses documentos ao atendente. Eles vão fornecer o protocolo de entrada do seguro desemprego, vão lhe dizer quantas parcelas você tem direito e a data que você receberá a primeira (30 dias).

Bem, apenas isso e agora é só esperar para o recebimento do pagamento das parcelas. Para consultar, acesse este link: http://granulito.mte.gov.br/sdweb/consulta.jsf
Digite com seu número de PIS/PASEP e logo abaixo com o código no visor e clique em consultar. Vai abrir outra tela com as informações das parcelas.

Pesquisar mais textos:

Briana Alves

Título:Como Solicitar O Seguro Desemprego - Passo A Passo!

Autor:Briana Alves(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios