Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alojamento > Visite o Delta do Danúbio na Roménia

Visite o Delta do Danúbio na Roménia

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Alojamento
Visitas: 2
Visite o Delta do Danúbio na Roménia

A Europa de Leste tem apresentado, nos últimos anos, uma abertura sui generis ao mundo. Diversos são os fatores que estão na base deste facto, mas o certo é que a cultura e as maravilhas destes países começaram a despertar a atenção e o interesse de muitos habitantes de outras latitudes.

O Delta do Danúbio, por exemplo, está repleto de vida natural. Estende-se por cerca de 1400 quilómetros quadrados e constitui uma reserva da biosfera, possuindo os mais variados habitats e servindo de abrigo a milhares de espécies de fauna e flora. É ainda detentor de um vasto mosaico de canais, lagos, canaviais e florestas, aos quais de pode aceder por barco consubstanciando uma experiência única e inesquecível. Afinal, não é todos os dias que se faz um safari de barco através de canais, rios e lagos!...

Outras atrações podem constar de pesca desportiva (carpas, perca, peixe-gato, dourada, …), a degustação de vinhos em vinhedos próximos (ou do brandy de ameixa, no Anglers Bar), caminhadas pela mata local, visitas aos mosteiros de Saon e Cocos, à aldeia de Periprava (onde os nativos vivem em casas de argila) ou à colónia de aves de Purchelu, aulas de caiaque, uma viagem arqueológica ao Isaccea, jantares temáticos, palestras acerca da Natureza, noites de fogueira, entretenimentos popular tradicional e um esplêndido pôr do sol a bordo de um cruzeiro no Danúbio.

O Delta Nature Resort, situado em terreno considerado como património mundial e a 300 quilómetros de Bucareste, possui magníficas vistas sobre o Delta do Danúbio, para além de uma deslumbrante contemplação das paisagens selvagens em redor. No seu restaurante, que prima pela elegância, é possível degustar o tão famoso caviar Beluga (simplesmente o melhor do mundo, segundo os entendidos), soberbos menus cosmopolitas (à base de ingredientes frescos naturais), ou uma refeição ao ar livre, no terraço do restaurante, “bebendo” do esplendor da Natureza.

O ambiente do Bar dos Pescadores é igualmente acolhedor e descontraído, e ostenta uma impressionante coleção de vinhos e licores irresistíveis. Uma bebida depois do jantar cai sempre bem, sobretudo na companhia de amigos.

Nos momentos mais tranquilos, pode entrar-se na biblioteca, com uma imensa panóplia de livros raros sobre História Natural, pesca, arte e cultura, e também de mapas e de abundante material de referência sobre o Delta do Danúbio.

A história desta região remonta ao ano 657 a.C., data em que, perto dali, se estabeleceram os primeiros humanos. Os mosteiros históricos dão conta disso mesmo e as provas de vinhos reportam ao Império Romano.

Frequentemente referido como um dos melhores segredos guardados da Europa, o Delta do Danúbio é um destino de férias que inspira tanto o viajante de lazer, quanto o naturalista puro, o ornitólogo e o mero curioso.


Maria Bijóias

Título: Visite o Delta do Danúbio na Roménia

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 2

634 

Imagem por: Lip Kee

Comentários - Visite o Delta do Danúbio na Roménia

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Dicas para decorar salas pequenas.

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Decoração
Dicas para decorar salas pequenas.\"Rua
A realidade das grandes cidades é que a maioria das pessoas mora em espaços pequenos. É fato também que todos desejam ter um ambiente acolhedor e aconchegante para receber amigos. Em contrapartida, na medida em que os espaços encolhem, a quantidade de aparelhos eletrônicos que utilizamos aumenta cada vez mais. Há ainda quem use a sala como home-office.

Nesta busca de inspiração para organizar e incrementar sua sala, encontramos uma série de sites especializados e blogs com muitas, muitas ideias. O conceito de D.I.Y. (do it yourself) que significa "faça você mesmo” nunca esteve tão na moda. É uma alternativa para reduzir gastos com mão de obra e nada melhor do que criar um espaço com um toque todo seu. Inspirações e ideias não faltam. Hoje, de certa forma todos nos sentimos meio decoradores.

Mas planejar a decoração de uma sala pequena exige alguns cuidados para que o ambiente não fique entulhado de móveis, disfuncional ou até mesmo desagradável.

Confira algumas dicas para decorar sua sala com estilo e valorizando seu espaço:
Os espelhos, além da autocontemplação, causam efeitos interessantes. Aplicados, por exemplo, em uma parede inteira pode duplicar a amplitude do ambiente. Pode ser usado também em móveis, tetos, em diversos formatos e valorizar a luminosidade da decoração.

As cores tem poder de causar sensações. Em ambientes com pouco espaço, elas podem colaborar para que a sensação de amplitude possa tanto aumentar quanto diminuir. Para pintar as paredes de sua sala aposte em cores claras. O teto com uma cor mais clara que a das paredes, por exemplo, pode simular uma elevação do teto, já em uma cor mais escura, promoverá uma sensação de rebaixamento do teto.

A escolha e posição dos móveis são um aspecto muito importante. Opte por poucos móveis, nunca de tamanhos exagerados e posicione-os de forma que valorize o espaço. Móveis que misturam poucos materiais, baixos e com linhas retas proporcionam leveza ao ambiente.

Uma solução muito interessante para espaços pequenos é a utilização de prateleiras. Caixas para produtos horto frutícolas reformadas podem se tornar lindas prateleiras. Mas cuidado com a profundidade, para não atrapalhar na disposição de outros móveis e objetos.

Móveis multifuncionais ou móveis inteligentes são excelentes alternativas para uma sala pequena. Um bom exemplo são pufes, que podem ser usados como mesas de centro ou ficarem alojados debaixo de aparadores e quando recebemos visitas podem se transformar em assentos extras. Mesas dobráveis também são uma ótima opção.

Escolher o mesmo piso ou revestimento pode dar a impressão de área maior, de continuidade. Mudanças drásticas de um ambiente para outro pode causar a sensação de divisão e consequentemente fazer parecer menor.

Algumas outras dicas: um sofá retrátil ou reclinável garante muito mais conforto e ocupa o espaço de um sofá simples. Suporte ou painéis móveis para TV possibilitam que ela seja movida na direção desejável. Caso o ambiente tenha escadas, escolher um modelo de escadas vazadas evita divisões e pode se tornar uma peça de destaque na sala. E para as cortinas, escolha tecidos leves, lisas e sem estampas.

De qualquer forma, ouse, não tenha medo de arriscar, crie, não copie, só assim será seu!

Luciana Santos.

Outros textos do autor:
Dicas para decorar salas pequenas.

Pesquisar mais textos:

Luciana Maria dos Santos

Título:Dicas para decorar salas pequenas.

Autor:Luciana Maria Santos(todos os textos)

Imagem por: Lip Kee

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Carlos Rubens Neto 16-06-2016 às 16:20:24

    Excelente matéria! Parabéns Luciana ;)

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios