Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alimentação > Uma boa alimentação ajuda a combater cancro

Uma boa alimentação ajuda a combater cancro

Categoria: Alimentação
Visitas: 2
Uma boa alimentação ajuda a combater cancro

Está demonstrado que um regime alimentar adequado é essencial para o restabelecimento de doentes com cancro. Uma boa alimentação contribui para uma maior tolerância aos fármacos e incrementa a eficácia do tratamento, prevenindo uma hipotética desnutrição.

Na realidade, estima-se que mais de dois terços dos doentes oncológicos perde bastante peso e uma fatia de cerca de 20 por cento vem a falecer por causa da desnutrição e não da enfermidade em si. Efectivamente, muitas das terapêuticas utilizadas, nas quais se incluem a radioterapia e a quimioterapia, conduzem a uma situação de falta de apetite, à alteração do paladar e do cheiro dos alimentos ou, inclusive, à impossibilidade de ingeri-los nas porções aconselhadas. Isto terá como natural consequência a perda de peso e, eventualmente, a desnutrição, que prostram ainda mais os pacientes e mitigam a capacidade de resposta às cirurgias e aos tratamentos.

Começa a defender-se que a alimentação, no caso de patologia oncológica, funciona como terapêutica adjuvante. De facto, a nutrição apresenta grandes vantagens diante de um carcinoma: antes de mais, previne a desnutrição; por outro lado, mantém a qualidade de vida, melhora a resposta aos tratamentos, prolonga a sobrevida, reduz complicações e abrevia o tempo de internamento hospitalar.

Dado que cada doente é único e a sua condição específica, a dieta alimentar deve ser adaptada ao género de cancro, à sintomatologia e às características da própria pessoa, uma vez que a reacção e a tolerância aos tratamentos, assim como os gostos alimentares, diferem bastante de um indivíduo para outro.

Perante um quadro de falta de apetite e alterações no paladar e no olfacto, os especialistas sugerem a deglutição de alimentos mais secos (torradas ou tostas não integrais), fazer mais refeições por dia ou beber líquidos frios (ou mornos) e açucarados, fora das refeições. Envergar roupas mais largas, que não restrinjam a região abdominal e descansar sentado após as refeições também podem auxiliar.

Para lidar com a dificuldade de engolir ou mastigar, o ideal é comer somente alimentos moles ou passados (papas, sopas), evitando fritos, grelhados e assados no forno e, paralelamente, beber muita água durante o dia (no mínimo, dois litros). Em acréscimo, mastigar pastilhas elásticas ou rebuçados, ajuda a aumentar a produção de saliva.

Os tratamentos de “quimio” e “rádio” provocam, amiúde, diarreias abundantes, que podem ser combatidas através do consumo reforçado de líquidos e de alimentos contendo hidratos de carbono complexos, como a banana, que coadjuvam o funcionamento do intestino. Os cereais, vegetais muito fibrosos e outras fontes de fibra são quase proibidos nestas circunstâncias, sendo indicados para situações de prisão de ventre, à semelhança do incremento da quantidade de azeite na alimentação. O leite e o queijo devem ser postos de parte ante quadros de diarreia.

Quando o problema consta de enjoos, o melhor é limitar os alimentos ricos em gorduras (que intensificam essa sensação) e proteínas, como a carne. A solução passa, então, por escolher alimentos de mais fácil digestão (peixe, arroz, massa, batata) e ir fazendo pequenas refeições (seis a oito por dia).



Maria Bijóias

Título: Uma boa alimentação ajuda a combater cancro

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 2

772 

Comentários - Uma boa alimentação ajuda a combater cancro

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Contador de moedas

Ler próximo texto...

Tema: Material Escritório
Contador de moedas\"Rua
O mundo dos negócios exige um grande dispêndio de energia e muitas horas de trabalho. No entanto hoje já é possível fazer recurso da alta tecnologia para poupar tempo e dinheiro. O recurso às funções do computador para o comércio facilita e atrai muitos clientes para empresas e comerciantes. No que diz respeito a contas é possível fazer uma contagem rápida e eficaz do dinheiro, sem passar horas a contar e com o risco de engano. É por isso que cada vez mais pessoas ligadas a negócios e serviços optam por adquirir um contador de moedas. Deste modo sabem que poupam tempo e não falham na sua contagem.

Dos inúmeros equipamentos que a alta tecnologia põe ao dispor, este é sem dúvida um equipamento que beneficia em muito o trabalho de muita gente. Por ser pequeno é muito cómodo e exige pouco espaço, ou melhor pode ser colocado em qualquer lugar.

Torna-se evidente que as novas tecnologias vieram para simplificar a vida e trazem muitas vantagens, rentabilizam e poupam tempo. No caso do contador de moedas, sem enganos, falhas e complicações. É o ideal para ter num escritório de uma empresa, em escolas, cafés, pastelarias, salões de jogos, bancos, cinema, serviços financeiros e de tesouraria e outros ligados a serviços públicos e privados.

Em resumo, se está ligado a qualquer trabalho de comércio ou serviços pode poupar muto tempo e problemas apenas colocando um equipamento destes no seu espaço de trabalho. As suas vantagens são inúmeras, em especial: permite realizar uma contagem rápida das moedas dividindo-as e fazendo a sua soma, conta o total das moedas, o valor total em cada tipo de moedas e a quantidade de todas as moedas.

Contem e separa no mínimo duzentas e vinte moedas por minuto, sem erro, conta e separa tudo no mesmo equipamento, permite alimentar o aparelho com quantidades entre as trezentas e quinhentas moedas de cada vez e continuar a adicionar mais moedas enquanto está a contar. Além disso o aparelho pode ser programado para separar um número de moedas predeterminado.

O seu design é bastante inovador e resistente. Os materiais de elevada qualidade, de fácil ligação e paragem automática.

Possui uma elevada funcionalidade, baixo consumo (70W), pouco peso, aproximadamente quatro kg, velocidade ultra rápida, pequena dimensão e estão todos certificados pela EU. Deste modo também possuem garantia, são fáceis de usar e de arrumar.

As suas funções práticas permitem que o contador de moedas possa estar em qualquer lugar.

Pesquisar mais textos:

Teresa Maria Batista Gil

Título:Contador de moedas

Autor:Teresa Maria Gil(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios