Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Música > O som único da Guitarrada Eléctrica

O som único da Guitarrada Eléctrica

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Música
Comentários: 1
O som único da Guitarrada Eléctrica

Foi notícia a 14 de agosto de 2009 que tinha morrido o “Pai” da guitarra elétrica. Les Paul morreu com 94 anos em Nova Iorque vítima de pneumonia. Nascido em 1915 em Wisconsin – Estados Unidos da América, este pioneiro compositor e pai das guitarras elétricas, tocou com figuras como Frank Sinatra e Louis Armstrong.

Instrumentos de corda existem há séculos, melhor, há milénios, se nos lembrarmos de imagens de filmes em que Gregos e Romanos se deliciavam ao som das harpas.

Os violões, violas, violinos, violoncelos, guitarra Portuguesa, cavaquinho, contra-baixo, são apenas alguns (poucos até) instrumentos de corda que podemos numerar. No entanto, quando a vontade nos leva a um som estridentemente único, arrepiante até, pensamos em guitarra elétrica. Se som agudo ampliado eletricamente é melodia para uns, logo é fanatismo para outros.

O som produzido pela vibração das cordas, como é natural nas guitarras, é transformado em sinais elétricos (ondas sonoras através de um alto-falante).

Utilizadas nos mais variados estilos de música, a guitarra elétrica comanda as melodias e as emoções do heavy metal, rock, pop rock, mas também do jazz, música popular entre muitas, muitas outras.

São variadas as marcas de guitarras elétricas tocadas pelos melhores guitarristas, mas imperam as Fender, Stratocaster, Jackson, SG e as inevitáveis Gibson de Les Paul.

Com 6 cordas, dedilham-se sonoridades únicas, e para um bom apreciador, nada como um gemido corrido tão único e intenso.

O som torna-se mais longo ou mais curto, mais alto ou pelo contrario mais curto, através da arte de manusear as cordas. A forma como são agarradas, percorridas no braço da guitarra, e a forma como muitas vezes e de forma frenética são exercitadas, tornam este instrumento de uma beleza extraordinária.

As modificações elétricas podem ser variadas. Para que o som possa controlado, existem pedais compactos, ou o trabalho pode ser feito através do amplificador que tenha os efeitos embutidos.

Mesmo para os que não conseguem ou não tem a intenção de aprender a ler uma pauta e transformar as notas musicais escritas em acordes audíveis, o som estridente da guitarra elétrico é único.

Para esta arte única, distinguem-se todos os anos os melhores guitarristas do mundo.

Entre eles, Jimi Hendrix, Jimmy Page (Led Zeppelin), Eric Clapton, Keith Richards (Rolling Stones), Kirk Hammet (Metallica), Joe Satriani, Slsh (Guns n’ Roses), Ritchie Sambora (Bon Jovi), Eddie Van Halen, entre milhares de outros que fazem tocar as cordas de uma guitarra de forma inigualável e única.


Carla Horta

Título: O som único da Guitarrada Eléctrica

Autor: Carla Horta (todos os textos)

Visitas: 0

665 

Imagem por: hugochisholm

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • SophiaSophia

    13-05-2014 às 20:46:34

    Aprecio muito o som da guitarra elétrica. Adorei seu texto e acredito que eles são até mais nítidos que o violão e muito mais envolvente.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Comentários - O som único da Guitarrada Eléctrica

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os primeiros brinquedos

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Brinquedos
Os primeiros brinquedos\"Rua
O brinquedo é mais do que um objecto para a criança se divertir e distrair, é também uma forma de conhecer o mundo que tem ao seu redor e para dar asas à sua imaginação. Desta forma, os brinquedos sempre estiveram presentes na sociedade.

Os primeiros brinquedos datam de 6500 anos atrás, no Japão, em que as crianças brincavam com bolas de fibra de bambu. Entretanto há 3000 anos surgiram os piões feitos de argila e decorados, na Babilónia.

No século XIII apareceram os soldadinhos de chumbo, porém só eram acessíveis às famílias nobres. Cinco séculos mais tarde, apareceram as caixas de música, criadas por relojoeiros suíços.

As bonecas são muito antigas, surgiram enquanto figuras adoradas como deusas, há 40 mil anos, mas a primeira fábrica abriu apenas em 1413 na Alemanha. Barbie, a boneca mais famosa do mundo, foi criada em 1959, mas ainda hoje é das mais apetecíveis pelas crianças.

O grande boom dos brinquedos aconteceu quando se descobriu o plástico para o fabrico. Mesmo assim, muitas famílias não podiam comprar brinquedos aos filhos, como tal, estes utilizavam diversos tipos de materiais e construíam os seus próprios brinquedos.

Actualmente, as crianças têm acesso a uma enorme variedade de brinquedos, desde bonecas, a carros telecomandados, a videojogos… Educativos ou apenas lúdicos, há de tudo e para todos os gostos e preços.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Os primeiros brinquedos

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: hugochisholm

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • umdolitoys 23-01-2013 às 05:46:38

    Adorei a reportagem! e tenho algo para vocês verem!!

    Espero que gostem!!!

    ¬ Responder
  • sofia 22-07-2012 às 21:56:29

    Achei muito interecante e muito legal saber que ano foi fabricadoas bonecas

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios