Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Outros > As cidades-sede terão robôs antibombas na Copa do Mundo 2014

As cidades-sede terão robôs antibombas na Copa do Mundo 2014

Categoria: Outros
Comentários: 4
As cidades-sede terão robôs antibombas na Copa do Mundo 2014

Os equipamentos também serão utilizados no cotidiano da atividade das polícias e também nas Olimpíadas no Rio de Janeiro que serão em 2016. Toda a segurança promete ser acirrada em prol da população!

O uso de robôs nas 12 cidades-sede da Copa do Mundo será uma das estratégias da segurança pública para lidar com ameaças de bombas durante a competição. As máquinas adquiridas pela Secretaria Extraordinária de Segurança para Grandes Eventos do Ministério da Justiça (Sesge/MJ) são controladas remotamente, podem chegar a dois metros de altura e possuem câmeras com alta definição que poderão identificar e transportar objetos estranhos nas proximidades dos estádios ou em vias públicas com aglomeração de pessoas. O equipamento também poderá ser utilizado em outras situações de perigo e hostis, como no uso de armas químicas e biológicas ou durante a negociação com alguém que esteja portando arma de fogo e ameaçando um refém.

Segundo o capitão Carlos Alberto Albuquerque, do grupamento especializado da Força Nacional, caso as equipes detectem algo suspeito, usarão o robô para acessar a área hostil. “Além do robô, temos vans, totalmente equipadas, com outros acessórios importantes, como um aparelho de raio-x, cuja ação pode detectar algo dentro de uma mala suspeita”, explicou o capitão.

A preparação integrada da Segurança Pública nos estados onde haverá jogos já prevê que os robôs sejam usados por várias forças de segurança, desde a Força Nacional às Polícias Militares.

Os equipamentos também serão utilizados no cotidiano da atividade das polícias e também nas Olimpíadas no Rio de Janeiro, em 2016.

Robôs similares já são usados por equipes especializadas da Força Nacional, da Secretaria Nacional de Segurança Pública do MJ (Senasp), que adquiriu às plataformas robóticas para utilização durante os Jogos Panamericanos, no Rio de Janeiro, em 2007.

Tudo isso será utilizado para prevenir e preservar a segurança de todos os torcedores, jogadores e demais pessoas envolvidas nos estádios. O que pode ser algo bem moderno, de alta tecnologia e que será bem útil, com certeza!! A preocupação em manter os locais seguros têm sido de fundamental importância para os que estão planejando esse fantástico evento e nada poderá interromper!

Fonte: Ministério da Justiça e Portal da Copa


Rua Direita

Título: As cidades-sede terão robôs antibombas na Copa do Mundo 2014

Autor: Rua Direita (todos os textos)

Visitas: 0

604 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 4 )    recentes

  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoCarlos Martinho

    17-04-2014 às 00:32:43

    Vivo no funchal , ilha portuguesa, é verdade que andaram a limpar todos as favelas para poderem ter um Copa Do Mundo segura?

    Vi na TV apanharam vários quilos de drogas, armas e dinheiro nos bairros mais pobres- favelas.

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    17-04-2014 às 19:38:44

    A Rua Direita agradece seu comentário. Na verdade, as medidas de segurança têm sido feitas para proteger a todos que estarão no Mundial 2014. A violência, as drogas, os roubos existem em todo lugar e no Brasil não é diferente!

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoJuca e beta

    17-04-2014 às 00:19:07

    Robôs anti bomba nas cidades sede do copa mundial , que segurança de tecnologia de ponta. Este é o ano do nosso Brasil.

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    17-04-2014 às 19:41:52

    Esses robôs antibombas serão uma forma de precaução contra supostos ataques terroristas. É viável lembrar que isso não significa que irá acontecer, mas é preciso precaver-se. A Rua Direita agradece seu parecer!

    ¬ Responder

Comentários - As cidades-sede terão robôs antibombas na Copa do Mundo 2014

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Pulp Fiction: 20 anos depois

Ler próximo texto...

Tema: Arte
Pulp Fiction: 20 anos depois\"Rua
Faz hoje 20 anos que estreou um dos mais importantes ícones cinematográficos americanos.

Pulp Fiction é um marco do cinema, que atirou para a ribalta Quentin Tarantino e as suas ideias controversas (ainda poucos tinham visto o brilhante “Cães Danados”).

Repleto de referências ao cinema dos anos 70 e com uma escolha de casting excepcional, Pulp Fiction conquistou o público com um discurso incisivo (os monólogos bíblicos de Samuel L. Jackson são um exemplo disso), uma violência propositadamente mordaz e uma não linearidade na sucessão dos acontecimentos, tudo isto, associado a um ritmo alucinante.

As três narrativas principais entrelaçadas de dois assassinos, um pugilista e um casal, valeram-lhe a nomeação para sete Óscares da Academia, acabando por vencer na categoria de Melhor Argumento Original, ganhando também o Globo de Ouro para Melhor Argumento e a Palma D'Ouro do Festival de Cannes para Melhor Filme.

O elenco era composto por nomes como John Travolta, Samuel L. Jackson, Bruce Willis, Uma Thurman e (porque há um português em cada canto do mundo) Maria de Medeiros.

Para muitos a sua banda sonora continua a constar na lista das melhores de sempre, e na memória cinéfila, ficam eternamente, os passos de dança de Uma Thurman e Travolta.

As personagens pareciam ser feitas à medida de cada actor.
Para John Travolta, até então conhecido pelos musicais “Grease” e “Febre de Sábado à Noite”, dar vida a Vincent Vega foi como um renascer na sua carreira.

Uma Thurman começou por recusar o papel de Mia Wallace, mas Tarantino soube ser persuasivo e leu-lhe o guião ao telefone até ela o aceitar.

Começava ali uma parceria profissional (como é habitual de Tarantino) que voltaria ao topo do sucesso com “Kill Bill”, quase 10 anos depois.

Com um humor negro afiadíssimo, Tarantino provou em 1994 que veio para revolucionar o cinema independente americano e nasceu aí uma inspirada carreira de sucesso, que ainda hoje é politicamente incorrecta, contradizendo-se da restante indústria.

Pulp Fiction é uma obra genial. Uma obra crua e simultaneamente refrescante, que sobreviveu ao tempo e se tornou um clássico.
Pulp Fiction foi uma lição de cinema!

Curiosidade Cinéfila:
pulp fiction ou revista pulp são nomes dados a revistas feitas com papel de baixa qualidade a partir do início de 1900. Essas revistas geralmente eram dedicadas às histórias de fantasia e ficção científica e o termo “pulp fiction” foi usado para descrever histórias de qualidade menor ou absurdas.

Pesquisar mais textos:

Carla Correia

Título:Pulp Fiction: 20 anos depois

Autor:Carla Correia(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios