Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Vestuário > Como tratar da roupa do seu bebé

Como tratar da roupa do seu bebé

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Vestuário
Visitas: 2
Comentários: 3
Como tratar da roupa do seu bebé

O desejo de qualquer mãe é que o seu bebé esteja sempre bem vestido e aprumado pelo que a roupa dele é uma das prioridades e uma das coisas que mais cuidados vão requerer, em especial quando o bebé é muito pequenino.

A roupa do bebé deverá ser trocada após o banho e sempre que ele se suje ou bolce. O babete deverá ser trocado com frequência.

A roupa da cama deverá ser trocada semanalmente. E claro, sempre que haja um imprevisto.

Um dos cuidados é nunca vestir roupa nova sem que a mesma tenha sido previamente lavada. Lembre-se que a pele de um bebé é muito sensível e delicada. O mesmo se aplica a lençóis, fraldas de pano, toalhas de banho e todas as peças que entrem em contacto com a pele do seu filho.

As peças de roupa deverão ser lavados com um bom detergente. Existem já no mercado numerosas marcas que disponibilizam detergentes e amaciadores expressamente indicados para roupa de bebé e de criança.

Nos primeiros tempos, as roupas deverão ser lavadas à mão. Depois do segundo mês, poderá já optar por usar a máquina de lavar, num programa de roupa delicada. Feche os fechos da roupa e abotoe os respectivos botões, pois assim estará a prevenir que estas peças se soltem ou estraguem. Meias, luvas e botinhas de lã deverão ser lavadas num saquinho próprio, visto serem peças muito pequenas. Assim evita que as mesmas se percam.

Durante o primeiro ano de vida, opte por lavar a roupa do seu filho separada da roupa das outras pessoas lá de casa. Depois disso, a roupa poderá ser já lavada juntamente com outras peças de roupa que não do bebé, seguindo sempre as regras correctas de divisão de tecidos e cores.

Um velho truque que gosto muito e que funciona é utilizar o velho sabão “azul e branco” em peças de roupa que o bebé tenha sujado com cocó: deixe de molho em água morna e esfregue um pouco. As manchas persistentes desaparecem.



Catarina Bandeira

Título: Como tratar da roupa do seu bebé

Autor: Catarina Bandeira (todos os textos)

Visitas: 2

679 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoCarla Horta

    07-09-2012 às 23:25:33

    Nada como lavar as peçinhas de roupa à mão com um detergentes para roupas muito delicadas. Estes detergentes são perfeitos pois não são tão activos e com cheiros intensos como os das nossas roupas.

    ¬ Responder
  • guidaguida

    18-01-2010 às 11:23:41

    vou ser mae será possivel me dizer se posso colocar flanela na cama do bebe recem nascido?
    Obrigado!

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoEva

    24-08-2009 às 12:27:11

    Acabei de se mãe..será que pode dar mais conselhos sobre bebés..
    Obridago catarina.

    ¬ Responder

Comentários - Como tratar da roupa do seu bebé

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Um sinal de compromisso

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Jóias Relógios
Um sinal de compromisso\"Rua
Exibir uma aliança de compromisso é, frequentemente, motivo de orgulho e, quando se olha para ela, vai-se rodando-a no dedo e fica-se com aquela expressão ridícula na cara.

Uma questão se coloca: qual a razão de estas alianças de compromisso serem tão fininhas: será porque os seus principais clientes, os jovens, são sujeitos de poucas posses (tendendo as mesadas a emagrecer ainda mais com a crise generalizada) ou porque esse compromisso, não obstante a paixão arrebatadora, é frágil e inseguro?

Sim, porque aqui há que fazer cálculos matemáticos: x compromissos vezes y alianças…com um orçamento limitado sobre um fundo sentimental infinito…

Depois, importa perpassar os tipos destas alianças. Há as provisórias, que duram em média quinze dias; há as voadoras, que atravessam os ares à velocidade da luz quando a coisa dá para o torto; há as que insistem em cair do dedo, sobretudo em momentos em que ter um compromisso se revela extremamente inoportuno; e depois há as residentes, que uma vez entradas não tornam a sair.

Os pombos-correios usam anilhas onde figuram códigos que os identificam. Talvez não fosse completamente descabido fazer umas inscrições deste género em algumas alianças de compromisso por aí…

Só para ajudar os mais esquecidos a recordarem a que “pombal” pertencem.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Um sinal de compromisso

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    22-09-2014 às 05:46:10

    Um sinal de amor e lealdade perpétua! Adoro ver os vários modelos de aliança! Vale a pena escolher uma bem bonita!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios