Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Jóias Relógios > Colares de fuxico

Colares de fuxico

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Jóias Relógios
Comentários: 4
Colares de fuxico

O fuxico é uma arte bem simples de confeção, mas que proporciona a peça em que for utilizado um requinte e uma delicadeza notáveis. Esse recurso artístico não é nada mais do que uma trouxinha feita em retalhos ou sobras de tecido variado. Pode ser aplicado em bolsas, roupas, joias, acessórios para cabelo, quadros e aonde mais a imaginação levar.

O nome fuxico vem da rotina das mulheres costureiras do nordeste brasileiro que se reuniam para, além de fazer suas costuras com retalhos e sobras de tecidos, conversarem sobre os acontecimentos da vida. Daí a gíria fuxico, sinônimo de fofoca e mexerico, deu nome a esse trabalho manual em expansão no design e na costura atuais. Por mais que se tenham criado tecidos altamente tecnológicos ou que se usem pedras preciosas na confeção de roupas e joias, o fuxico é a prova de que o artesanato continua sendo muito valorizado.

Para se fazer um fuxico é necessário um retalho de tecido qualquer, deixando-o em formato circular, tesoura, agulha e linha para costura. O tamanho do fuxico varia conforme o trabalho em que será aplicado. Para fuxicos maiores, o círculo deve ser maior e para fuxicos menores, a mesma proporção: círculos menores. Isso para fuxicos circulares, pois existem também os fuxicos em forma de flor e folha.

Para fazer esse fuxico circular é necessário um molde em forma de círculo, e aí já pode se começar a usar a criatividade. Pode-se obter esse formato usando a circunferência de uma xícara, por exemplo. Desenha-se o círculo no lado avesso do tecido e recorta-se no formato desenhado. Após deve-se pegar a linha e colocá-la na agulha. O passo seguinte é passar a agulha em toda a borda do círculo, em movimento ondular de cima para baixo. Quando toda a volta do círculo estiver com a linha, puxa-se essa linha mantendo o dedo dentro desse círculo para garantir o formato do fuxico circular. Depois é só dar um ponto final, um arremate, cortar o excesso da linha e a arte está feita. Quanto mais fuxicos forem produzidos, maiores são as possibilidades de criação.

Esse tipo de artesanato compõe belíssimas produções de bijuterias. O fuxico está sendo valorizado mundialmente e muitas celebridades estão o utilizando em vários eventos. Colares feitos de fuxico são ótimas opções para festas e para quem adora acessórios descolados e diferentes. No fuxico há a possibilidade do único, pois dificilmente um fuxico será igual ao outro. É nisso que consiste a beleza do artesanato. Além de poder dar asas a imaginação, criar e recriar.

Os colares em fuxico podem ser compostos com cordões variados e coloridos, misturados a botões e contas diversificadas. Uma boa combinação para um colar com fuxicos é confecioná-lo com cordão em crochê. Misturar fuxicos com correntes também dá a oportunidades de produzir peças bastante inusitadas e especiais. O importante na arte de confecionar em fuxico é a experimentação de materiais diversos. As possibilidades de combinações são inúmeras. Vai da criatividade e gosto pessoal de cada um. Confecionar bijuterias ou qualquer trabalho com fuxicos é reciclar ideias, testar possibilidades, imaginar e, com isso, verificar habilidades artísticas a paciência. Para muitas pessoas este tipo de trabalho, além de garantir uma renda extra ou ser a própria fonte de sustento, é também uma terapia.

Entretanto para aquelas pessoas que não têm essa habilidade e dom artístico, mas que apreciam um belo trabalho artesanal, as opções de compra desses colares ou trabalhos em fuxico são grandes e, com certeza, encantarão qualquer pessoa que aprecie esta arte.


Rosana Fernandes

Título: Colares de fuxico

Autor: Rosana Fernandes (todos os textos)

Visitas: 0

808 

Imagem por: Pon

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 4 )    recentes

  • Rafaela CoronelRafaela

    18-09-2014 às 19:44:11

    Os colares de fuxico sempre me encantaram! Ainda mais que pode ser colocado em muitos lugares deixando mais elegante e bonito o nosso visual! O melhor é que são baratos e fáceis de encontrar!

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    08-05-2014 às 19:44:30

    O fuxico sempre foi um trabalho muito bonito. Ainda mais, feito em colares torna-se belos e convidativos. Adorei!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • terezinhaterezinha

    02-05-2010 às 18:05:07

    eu amo qualquer trabalho feito de fuxico e por mais simples que seja ele fica maravilhoso.parabens.

    ¬ Responder
  • carlos eduardocarlos eduardo

    30-01-2010 às 16:04:11

    queria demonstrar colares em stands e queria tb receber um convite para entrar em um twitter

    ¬ Responder

Comentários - Colares de fuxico

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Informática
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?\"Rua
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Bom, Não é de hoje que tecnologia vem surpreendendo a todos nós com grandes revoluções e os custos que diminuem cada vez mais.
Hoje em dia é comum ver crianças com smarthphones com tecnologia que a 10 anos atrás nem o celular mais moderno e caro do mercado tinha.
Com isso surgiram sugiram vários profetas da tecnologia e visionários, tentando prever qual será o próximo passo.

E os filmes retratam bem esse tema e usam essa formula que atrai a curiosidade das pessoas.
Exemplos:

Minority report - A nova lei de 2002 (Imagem)

Transcendence de 2014

Em Transcendence um tema mais conspiratório, onde um ser humano transcende a uma consciência artificial e assim se torna imortal e com infinita capacidade de aprendizagem.
Vale a pena ver tanto um quanto o outro filme. Algumas tecnologias de Minority Report, como utilizar computadores com as mãos (caso do kinect do Xbox 360 e One) e carros dirigidos automaticamente, já parecem bem mais próximo do que as tecnologias vistas em Transcendence, pois o foco principal do mesmo ainda é um tema que a humanidade engatinha, que é o cérebro humano, a máquina mais complexa conhecida até o momento.

Eu particularmente, acredito que em alguns anos teremos realmente, carros pilotados automaticamente, devido ao investimento de gigantes como o Google e o Baidu nessa tecnologia.

Também acho que o inicio da colonização de Marte, vai trazer grandes conquistas para humanidade, porém grandes desafios, desafios esses que vão nos obrigar a evoluir rapidamente nossa tecnologia e nossa forma de encarar a exploração espacial, não como um gasto, mas sim como um investimento necessário a toda humanidade e a perpetuação da sua existência.

A única salvação verdadeira para humanidade e para o planeta terra, é que seja possível o ser humano habitar outros planetas, seja localizando planetas parecidos com a terra ou mudando planetas sem condições para a vida em planetas habitáveis e isso só será possível com gente morando nesses planetas, como será o caso do Marte. O ser humano com a sua engenhosidade, aprendeu a mudar o ambiente a sua volta e assim deixou de ser nômade e da mesma forma teremos que aprender a mudar os mundos, sistemas, galáxias e o universo a nossa volta.

Espero que tenham gostado do meu primeiro texto.
Obrigado à todos!
Até a Próxima!


Pesquisar mais textos:

Érico da Silva Kaercher

Título:Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Autor:Érico da Kaercher(todos os textos)

Imagem por: Pon

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios