Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Arte > Descubra o artista que há em si!

Descubra o artista que há em si!

Categoria: Arte
Visitas: 26
Comentários: 1
Descubra o artista que há em si!

A arte constitui um fenómeno presente na vida de toda a gente. Não há quem não tenha jeito para isto ou para aquilo. Uns são dotados para cantar, outros para dançar, pintar, desenhar, escrever, executar trabalhos manuais, saber ouvir, falar bem, negociar, e depois também manipular, ludibriar, mentir, enganar, enfim, toda uma faceta negativa que em nada dignifica a verdadeira arte. Aliás, agora parece que fizeram um novo lançamento para jovens políticos: fraudes descartáveis! É só habilidade…

Ainda hoje, esta componente essencial da existência não é bem compreendida, sendo vista como algo destinado aos tempos livres e nunca como um modo de subsistência. Efectivamente, verifica-se uma grande dificuldade de inserção em alguns domínios profissionais do mundo artístico e a insegurança é uma constante, motivada, em grande medida, pela feroz competitividade e por uma exigência selectiva. Quem opta pela carreira de artista, seja em que vertente for, terá de estar preparado para qualquer eventualidade e abdicar de uma rotina instalada que, para muitos, é fonte de conforto e bem-estar. Não obstante, o sucesso espreita, invariavelmente, os mais talentosos e perseverantes… Eles sujeitam a sua análise, a sua visão da realidade universal à crítica, aos gostos dos outros. Não se pode negar: trata-se de um acto de coragem!

A arte é uma forma de expressão, de comunicação, de testemunho de todo um espólio identificativo e único. Em várias civilizações passadas foi tudo o que restou, pelo que o conhecimento destas se processou através, exactamente, do legado artístico, que subentende uma herança cultural, organizacional, psicológica, social, espiritual, familiar, estética, motivacional, e por aí fora. Autêntico núncio de épocas, a arte surge, em diversos casos, como única sobrevivente, que projecta um viver, mais ou menos longínquo, num tempo e num contexto reais, ajudando a compreender e a consolidar raízes e até padrões genéticos, num enquadramento merecedor de ser imortalizado.

A genealogia da arte corresponde, naturalmente, à genealogia da própria evolução humana e das condições vivenciais dos ancestrais habitantes do Planeta. Uma coisa é certa: se «a necessidade aguça o engenho», as produções artísticas dos nossos antepassados, pela inexistência ou pobreza dos materiais disponíveis, têm ainda mais valor e revelam artistas “de mão cheia”. Há quem diga que para produzir arte basta a simples vontade de a fazer, que ela designa um feito da alma e não do intelecto, que fomos feitos para criar! No dia-a-dia, lida-se continuamente com questões ligadas à composição artística, à combinação das cores, das palavras dos sons, das ideias. Os ingredientes estão lá… à espera de serem manifestados!

Maria Bijóias

Título: Descubra o artista que há em si!

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 26

725 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Jovita CapitãoJovita Capitão

    18-08-2012 às 04:45:18

    Mito bom, o texto. Nota-se que a arte da escrita está presente nas suas palavras.

    ¬ Responder

Comentários - Descubra o artista que há em si!

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Ler próximo texto...

Tema: Informática
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?\"Rua
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Bom, Não é de hoje que tecnologia vem surpreendendo a todos nós com grandes revoluções e os custos que diminuem cada vez mais.
Hoje em dia é comum ver crianças com smarthphones com tecnologia que a 10 anos atrás nem o celular mais moderno e caro do mercado tinha.
Com isso surgiram sugiram vários profetas da tecnologia e visionários, tentando prever qual será o próximo passo.

E os filmes retratam bem esse tema e usam essa formula que atrai a curiosidade das pessoas.
Exemplos:

Minority report - A nova lei de 2002 (Imagem)

Transcendence de 2014

Em Transcendence um tema mais conspiratório, onde um ser humano transcende a uma consciência artificial e assim se torna imortal e com infinita capacidade de aprendizagem.
Vale a pena ver tanto um quanto o outro filme. Algumas tecnologias de Minority Report, como utilizar computadores com as mãos (caso do kinect do Xbox 360 e One) e carros dirigidos automaticamente, já parecem bem mais próximo do que as tecnologias vistas em Transcendence, pois o foco principal do mesmo ainda é um tema que a humanidade engatinha, que é o cérebro humano, a máquina mais complexa conhecida até o momento.

Eu particularmente, acredito que em alguns anos teremos realmente, carros pilotados automaticamente, devido ao investimento de gigantes como o Google e o Baidu nessa tecnologia.

Também acho que o inicio da colonização de Marte, vai trazer grandes conquistas para humanidade, porém grandes desafios, desafios esses que vão nos obrigar a evoluir rapidamente nossa tecnologia e nossa forma de encarar a exploração espacial, não como um gasto, mas sim como um investimento necessário a toda humanidade e a perpetuação da sua existência.

A única salvação verdadeira para humanidade e para o planeta terra, é que seja possível o ser humano habitar outros planetas, seja localizando planetas parecidos com a terra ou mudando planetas sem condições para a vida em planetas habitáveis e isso só será possível com gente morando nesses planetas, como será o caso do Marte. O ser humano com a sua engenhosidade, aprendeu a mudar o ambiente a sua volta e assim deixou de ser nômade e da mesma forma teremos que aprender a mudar os mundos, sistemas, galáxias e o universo a nossa volta.

Espero que tenham gostado do meu primeiro texto.
Obrigado à todos!
Até a Próxima!


Pesquisar mais textos:

Érico da Silva Kaercher

Título:Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Autor:Érico da Kaercher(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios