Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Arte > Descubra o artista que há em si!

Descubra o artista que há em si!

Categoria: Arte
Visitas: 26
Comentários: 1
Descubra o artista que há em si!

A arte constitui um fenómeno presente na vida de toda a gente. Não há quem não tenha jeito para isto ou para aquilo. Uns são dotados para cantar, outros para dançar, pintar, desenhar, escrever, executar trabalhos manuais, saber ouvir, falar bem, negociar, e depois também manipular, ludibriar, mentir, enganar, enfim, toda uma faceta negativa que em nada dignifica a verdadeira arte. Aliás, agora parece que fizeram um novo lançamento para jovens políticos: fraudes descartáveis! É só habilidade…

Ainda hoje, esta componente essencial da existência não é bem compreendida, sendo vista como algo destinado aos tempos livres e nunca como um modo de subsistência. Efectivamente, verifica-se uma grande dificuldade de inserção em alguns domínios profissionais do mundo artístico e a insegurança é uma constante, motivada, em grande medida, pela feroz competitividade e por uma exigência selectiva. Quem opta pela carreira de artista, seja em que vertente for, terá de estar preparado para qualquer eventualidade e abdicar de uma rotina instalada que, para muitos, é fonte de conforto e bem-estar. Não obstante, o sucesso espreita, invariavelmente, os mais talentosos e perseverantes… Eles sujeitam a sua análise, a sua visão da realidade universal à crítica, aos gostos dos outros. Não se pode negar: trata-se de um acto de coragem!

A arte é uma forma de expressão, de comunicação, de testemunho de todo um espólio identificativo e único. Em várias civilizações passadas foi tudo o que restou, pelo que o conhecimento destas se processou através, exactamente, do legado artístico, que subentende uma herança cultural, organizacional, psicológica, social, espiritual, familiar, estética, motivacional, e por aí fora. Autêntico núncio de épocas, a arte surge, em diversos casos, como única sobrevivente, que projecta um viver, mais ou menos longínquo, num tempo e num contexto reais, ajudando a compreender e a consolidar raízes e até padrões genéticos, num enquadramento merecedor de ser imortalizado.

A genealogia da arte corresponde, naturalmente, à genealogia da própria evolução humana e das condições vivenciais dos ancestrais habitantes do Planeta. Uma coisa é certa: se «a necessidade aguça o engenho», as produções artísticas dos nossos antepassados, pela inexistência ou pobreza dos materiais disponíveis, têm ainda mais valor e revelam artistas “de mão cheia”. Há quem diga que para produzir arte basta a simples vontade de a fazer, que ela designa um feito da alma e não do intelecto, que fomos feitos para criar! No dia-a-dia, lida-se continuamente com questões ligadas à composição artística, à combinação das cores, das palavras dos sons, das ideias. Os ingredientes estão lá… à espera de serem manifestados!

Maria Bijóias

Título: Descubra o artista que há em si!

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 26

725 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Jovita CapitãoJovita Capitão

    18-08-2012 às 04:45:18

    Mito bom, o texto. Nota-se que a arte da escrita está presente nas suas palavras.

    ¬ Responder

Comentários - Descubra o artista que há em si!

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Receptores digitais

Ler próximo texto...

Tema: TV HIFI
Receptores digitais\"Rua
Os receptores digitais são instrumentos que têm a função de receber sinal por via de canais digitais.

De acordo com a sua função, estes canais poderão ser satélite ou por cabo. Actualmente, já existem bastantes serviços de televisão por cabo que funcionam apenas com estes receptores, uma vez que é através deles que se consegue ter acesso não só aos canais de serviço, mas também a pacotes codificados.

O serviço de recepção de canais por satélite é um sistema independente para o qual é necessário ter um disco receptor satélite de modo a poder ter canais digitais fora dos serviços prestados pelos operadores de televisão digital.

Este instrumento permite que os próprios ecrãs sem tecnologia digital passem a usufruir desta através destes receptores. No entanto, a melhor qualidade só é garantida com um ecrã já com esta tecnologia.

Os receptores digitais permitem também aceder a uma multiplicidade de serviços, desde que devidamente configurados. Por exemplo, com estes receptores, é possível aceder a menus específicos de pausa de emissão para depois ser continuada, de serviços on-demand ou acesso a portais específicos, entre outros.

Esta pequena caixinha permite ao seu utilizador usufruir da televisão a um novo nível, de modo a que possa ter todas as comodidades no conforto do lar. 

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Receptores digitais

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Rua DireitaRua Direita

    04-06-2014 às 06:53:28

    Gostei dos receptores digitais. Bom texto abordando isso.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios