Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Arte > Casa- Museu Dos Patudos

Casa- Museu Dos Patudos

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Arte
Visitas: 10
Comentários: 1
Casa- Museu Dos Patudos

A Casa- Museu dos Patudos,constitui-se um duplo museu, dado que se apresenta como um importante museu de arte, mas, ao mesmo tempo, como um exemplar museu monográfico representativo da figura do seu fundador, José Mascarenhas relvas, 1858-1929).

Este museu é rodeado de jardins, onde se encontram algumas peças importantes de Teixeira Lopes, painéis de azulejos, os túmulos de D.Aleixo de Meneses, assim como um retábulo quinhentista.

O andar térreo da Casa-Museu, é constituído pelo vestíbulo, átrio, escadarias e duas salas temáticas.

A sala Carlos Relvas e a sala de Arte Sacra está também incluida neste andar.
Nela se podem ver peças de mobiliário, uma colcha de castelo Branco, pintura barroca e faianças, bem como exemplares em madeira estofada de anjos ou esculturas em talha. O àtrio e a escadaria são de azulejos recortados, que ilustram a vida rural.

A sala Carlos relvas, é dedicada à figura do pai de José relvas, artista e cavaleiro, retratado numa tela de José Malhoa.

A sala de arte sacra, é a mais importante do museu, e é preenchida por diversas telas de assuntos religiosos, vários bustos, réplicas de esculturas em madeira policromada, figuras em barro pintado de presépios e uma maquete de um presépio.
Nela se encontram ainda expostas coleções de diários eclisiásticos e diversas figuras em marfim, de um antigo presépio do século XVI.

O segundo piso inclui salas dedicadas à família do próprio José Relvas, incluindo mobiliário, painéis de azulejos, porcelanas da companhia da ìndias, arraiolos, sedas,e pinturas.Além disso, inclui ainda uma sala de música, com exposições temáticas da escola italiana e espanhola.

O museu é lindíssimo em virtude das suas salas, ainda de Colunas e românicas, onde se salienta a arte da época dos descobrimentos.
Nelas se retratam pinturas e esculturas, com destaque para a escola francesa e inglesa, de Delacroix, Guérin e outros.

Na sala de aguarelas destaca-se Rafael Bordalo Pinheiro, Alberto Sousa e Roque Gameiro.

Um aspeto particular desta casa-museu, reside no fato de ela se constituir como um duplo museu, de arte e monográfico, representativo do seu fundador.
Este foi considerado notávelmente na política e diplomacia e ao mesmo tempo nutriu uma grande paixão pelas artes.

Deste modo esta casa retrata a sua vida e obra, bem como dos seus familiares.


Teresa Maria Batista Gil

Título: Casa- Museu Dos Patudos

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 10

627 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Daniela VicenteDaniela Vicente

    17-09-2012 às 20:30:53

    eu já fui à casa-museu dos patudos e adorei, mesmo. é a casa de José Relvas e também museu pelo seu leque de obras de arte. é um mundo mágico, cheio de histórias e peças preciosas, umas doadas e outras compradas. as que mais gostei foi sem dúvida as de Rafael Bordalo Pinheiro. parabéns pelo seu texto e pelo tema. ainda não tinha visto este tema, mas é sempre bom ver coisas novas.

    ¬ Responder

Comentários - Casa- Museu Dos Patudos

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Informática
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?\"Rua
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Bom, Não é de hoje que tecnologia vem surpreendendo a todos nós com grandes revoluções e os custos que diminuem cada vez mais.
Hoje em dia é comum ver crianças com smarthphones com tecnologia que a 10 anos atrás nem o celular mais moderno e caro do mercado tinha.
Com isso surgiram sugiram vários profetas da tecnologia e visionários, tentando prever qual será o próximo passo.

E os filmes retratam bem esse tema e usam essa formula que atrai a curiosidade das pessoas.
Exemplos:

Minority report - A nova lei de 2002 (Imagem)

Transcendence de 2014

Em Transcendence um tema mais conspiratório, onde um ser humano transcende a uma consciência artificial e assim se torna imortal e com infinita capacidade de aprendizagem.
Vale a pena ver tanto um quanto o outro filme. Algumas tecnologias de Minority Report, como utilizar computadores com as mãos (caso do kinect do Xbox 360 e One) e carros dirigidos automaticamente, já parecem bem mais próximo do que as tecnologias vistas em Transcendence, pois o foco principal do mesmo ainda é um tema que a humanidade engatinha, que é o cérebro humano, a máquina mais complexa conhecida até o momento.

Eu particularmente, acredito que em alguns anos teremos realmente, carros pilotados automaticamente, devido ao investimento de gigantes como o Google e o Baidu nessa tecnologia.

Também acho que o inicio da colonização de Marte, vai trazer grandes conquistas para humanidade, porém grandes desafios, desafios esses que vão nos obrigar a evoluir rapidamente nossa tecnologia e nossa forma de encarar a exploração espacial, não como um gasto, mas sim como um investimento necessário a toda humanidade e a perpetuação da sua existência.

A única salvação verdadeira para humanidade e para o planeta terra, é que seja possível o ser humano habitar outros planetas, seja localizando planetas parecidos com a terra ou mudando planetas sem condições para a vida em planetas habitáveis e isso só será possível com gente morando nesses planetas, como será o caso do Marte. O ser humano com a sua engenhosidade, aprendeu a mudar o ambiente a sua volta e assim deixou de ser nômade e da mesma forma teremos que aprender a mudar os mundos, sistemas, galáxias e o universo a nossa volta.

Espero que tenham gostado do meu primeiro texto.
Obrigado à todos!
Até a Próxima!


Pesquisar mais textos:

Érico da Silva Kaercher

Título:Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Autor:Érico da Kaercher(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios