Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Arte > Pinturas de vanguarda

Pinturas de vanguarda

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Arte
Visitas: 21
Comentários: 1
Pinturas de vanguarda

O conceito de estética não é de modo nenhum sempre o mesmo. Ele evolui com o passar dos tempos.

A arte também está em constante evolução e normalmente ela surge associada a um movimento inovador no campo artístico e literário. Ela rejeita certos conceitos estabelecidos e adota outras tendências.

A pintura de vanguarda é um bom exemplo das experiências inovadoras da arte, quer seja da pintura ou da escultura.

Tanto os pintores como escultores, criam uma estética inteiramente nova.

Este movimento teve origem em Paris, considerado a capital da cultura e centro artístico. Daí as tendências da arte irradiavam para os outros países. Tanto a França como a Itália sempre foram grandiosos centros artísticos, onde os pintores iam buscar a suas ideias. E, como são cidades muito belas sempre influenciaram os outros. Alguns deslocavam-se para estas cidades para frequentar ateliers e estudar as artes.

Destaca-se neste tipo de arte o fauvismo, que descobriu o primado da cor sobre a forma, sendo na cor que encontram a forma de expressão artística. Usam-na com total liberdade, tons intensos e pinceladas de cor forte. Pretende dar uma ideia de pureza e serenidade, sem temas deprimentes e perturbadores. O expressionismo é também um exemplo de uma arte diferente que pretende destruir uma sociedade moralista e hierárquica. Esta privilegia grandes manchas de cor fortes e contrastes aplicados com liberdade. Expressa muito os sentimentos do pintor, seus sentimentos e emoções. Os quadros apresentam as formas distorcidas e cores intensas. Refletem ainda as tensões emocionais.

Por outro lado, inserido nesta arte está o cubismo que utiliza figuras geométricas e distorcidas. As cores são fortes e com contrastes. Finalmente a arte vai-se tornando cada vez mais abstrata e apela às emoções e formas. As cores são também muito fortes e variam desde o preto, vermelho, laranja, amarelo e azul. Os temas são bastante abstratos e difíceis de interpretar. Cada um sente a pintura à sua maneira.

Seja qual for a pintura aqui retratada ela fica notavelmente bem em casa ou salas de decoração, refletindo o gosto de muitos.


Teresa Maria Batista Gil

Título: Pinturas de vanguarda

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 21

807 

Imagem por: cliff1066™

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • maria garutti

    26-02-2014 às 13:37:14

    minha colega de português pediu-me que em arte eu trabalhe com os alunos da 3 série ensino médio, pinturas de vanguarda, achei muito interessante seu texto pois em muito me auxilia nesta nova etapa de trabalho. mt grata.

    ¬ Responder

Comentários - Pinturas de vanguarda

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Um sinal de compromisso

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Jóias Relógios
Um sinal de compromisso\"Rua
Exibir uma aliança de compromisso é, frequentemente, motivo de orgulho e, quando se olha para ela, vai-se rodando-a no dedo e fica-se com aquela expressão ridícula na cara.

Uma questão se coloca: qual a razão de estas alianças de compromisso serem tão fininhas: será porque os seus principais clientes, os jovens, são sujeitos de poucas posses (tendendo as mesadas a emagrecer ainda mais com a crise generalizada) ou porque esse compromisso, não obstante a paixão arrebatadora, é frágil e inseguro?

Sim, porque aqui há que fazer cálculos matemáticos: x compromissos vezes y alianças…com um orçamento limitado sobre um fundo sentimental infinito…

Depois, importa perpassar os tipos destas alianças. Há as provisórias, que duram em média quinze dias; há as voadoras, que atravessam os ares à velocidade da luz quando a coisa dá para o torto; há as que insistem em cair do dedo, sobretudo em momentos em que ter um compromisso se revela extremamente inoportuno; e depois há as residentes, que uma vez entradas não tornam a sair.

Os pombos-correios usam anilhas onde figuram códigos que os identificam. Talvez não fosse completamente descabido fazer umas inscrições deste género em algumas alianças de compromisso por aí…

Só para ajudar os mais esquecidos a recordarem a que “pombal” pertencem.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Um sinal de compromisso

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Imagem por: cliff1066™

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    22-09-2014 às 05:46:10

    Um sinal de amor e lealdade perpétua! Adoro ver os vários modelos de aliança! Vale a pena escolher uma bem bonita!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios